Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da necessidade de frio em pessegueiro Rev. Bras. Frutic.
Citadin,Idemir; Raseira,Maria do Carmo Bassols; Herter,Flávio Gilberto; Silveira,Carlos Augusto Posser.
A necessidade de frio de seis cultivares de pessegueiro [Prunus persica (L.) Batsch] foi estudada em plantas de um e dois anos, em vasos, submetidas a 150; 300; 450 e 600 horas a 2ºC, e em ramos coletados periodicamente em plantas sob condições de frio natural, a campo. Considerando os resultados obtidos nos dois experimentos, estima-se que a necessidade de frio de 'Precocinho' é em torno de 300 horas a 2ºC, equivalente a 150 unidades de frio (UF) pelo modelo de Utah, ou próxima a 200 horas abaixo de 12ºC; para 'Eldorado' e 'Rio grandense', em 450 horas a 2ºC (225 UF) ou 365 horas abaixo de 12ºC; para 'BR-1', em 450 horas a 2ºC (225 UF) ou 418 horas abaixo de 12ºC; e para 'Planalto' e 'Della Nona', acima de 600 horas a 2ºC (>300 UF). Não foi possível...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Endodormência; Adaptação.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452002000300034
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Brotação de clones da cultivar Moscato Branco (Vitis vinifera) submetidas a diferentes períodos de frio durante a endodormência. Repositório Alice
SARTORI, F. C.; ABATI, L. A.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
A videira é uma planta caducifólia, perde suas folhas e inicia a endodormência com as primeiras horas de frio (HF, horas em temperatura <7,2°C) no outono. Portanto, suprindo a exigência de HF, que pode ser distinta entre genótipos, a planta tende a uma brotação plena e uniforme e pode ser um parâmetro de seleção para as condições locais de cultivo. O trabalho tem por objetivo caracterizar a evolução do potencial de brotação de clones de Moscato Branco ao longo do período da endodormência.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Planta caducifólia; Endodormência; Brotação plena; Brotação; Brotação de clones de Moscato Branco; Moscato Branco; Uva; Videira.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1049071
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização da evolução da dormência e requerimento de frio hibernal em gemas de macieira submetidas a diferentes ciclos diários de temperatura. Repositório Alice
ANZANELLO, R.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; REVERS, L. F.; PERINI, P.; GASPERIN, A. C.; BERGAMASCHI, H.; MARODIN, G. A. B..
O sul do Brasil apresenta variabilidade térmica no período hibernal e incrementos na temperatura média.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Brasil; Região Sul; Modelagem; Endodormência; Fruticultura; Maçã; Fisiologia vegetal; Frio; Temperatura; Dormência; Fenologia; Mudança Climática.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/905381
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização das exigências de frio hibernal das cultivares Vitis labrusca Concord e Isabel para superação do estado de endodormência. Repositório Alice
PERUZZO, S.; MARCHI, V. de V.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
Este trabalho teve por objetivo definir as exigências de horas de frio para superação da endodormência das cultivares Concord e Isabel.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Videira; Endodormência; Horas de frio; Viticultura; Vitis labrusca; Frio; Dormência.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/996746
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Chilling requirements and dormancy evolution in grapevine buds. Repositório Alice
ANZANELLO, R.; FIALHO, F. B.; SANTOS, H. P. dos.
Fluctuations in winter chilling availability impact bud dormancy and budburst. The objective of this work was to determine chilling requirements to induce and overcome endodormancy (dormancy controlled by chilling) of buds in different grape cultivars. ?Chardonnay?, ?Merlot? and ?Cabernet Sauvignon? shoots were collected in Veranópolis-RS vineyards in 2010, and submitted to a constant 3 °C temperature or daily cycles of 3/15 °C for 12/12h or 18/6h, until reaching 1120 chilling hours (CH, sum of hours with temperature &#8804; 7.2 °C). Periodically, part of the samples in each treatment was transferred to 25 °C for budburst evaluation (green tip). Chilling requirements to induce and overcome endodormancy vary among cultivars, reaching a total of 136 CH...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Chilling hours; Endodormancy; Budburst; Horas de frio; Endodormência; Vitis Vinifera; Brotacao.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1098301
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dinâmica da dormência de gemas de dois anos de macieira 'Imperial Gala' em região de baixa ocorrência de frio Rev. Bras. Frutic.
Carvalho,Ruy Inacio Neiva de; Zanette,Flávio.
O objetivo deste trabalho foi determinar a dinâmica da dormência de gemas em ramos de dois anos de macieira 'Imperial Gala' com ou sem frio suplementar durante o outono e inverno, cultivadas em Porto Amazonas - PR, região de baixa ocorrência de frio. Os ramos foram coletados em intervalos de 21 dias, de abril a agosto (19-04, 10-05, 31-05, 21-06, 12-07, 02-08 e 23-08) e receberam ou não tratamento com frio suplementar de 1.440 horas, à temperatura de 4 a 7° C. A avaliação da dormência foi realizada pelo teste biológico de estacas de nós isolados (temperatura de 25° C e fotoperíodo de 16 horas) por meio dos parâmetros: tempo médio para brotação (TMB), velocidade de brotação (VB), taxa final de brotação (TF), taxa de brotações vigorosas (TBV) e tempo médio...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Malus domestica Borkh.; Brotação; Ecofisiologia; Endodormência.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452004000300005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dinâmica da dormência de gemas de macieira 'Imperial Gala' durante o outono e inverno em região de baixa ocorrência de frio Rev. Bras. Frutic.
Carvalho,Ruy Inacio Neiva de; Zanette,Flávio.
O objetivo deste trabalho foi determinar a dinâmica da dormência de gemas de um ano de macieira 'Imperial Gala' com ou sem frio suplementar durante o outono e o inverno, cultivadas em região de baixa ocorrência de frio. Os ramos foram coletados em Porto Amazonas-PR, em intervalos de 21 dias, de abril a agosto (19-04, 10-05, 31-05, 21-06, 12-07, 02-08 e 23-08) e receberam ou não tratamento com frio suplementar de 1.440 horas à temperatura de 4 a 7° C. A avaliação da dormência foi realizada pelo teste biológico de estacas de nós isolados (temperatura de 25° C e fotoperíodo de 16 horas) por meio dos parâmetros: tempo médio para brotação (TMB), velocidade de brotação (VB), taxa final de brotação (TF), taxa de brotações vigorosas (TBV) e tempo médio para...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Malus domestica Borkh; Brotação; Ecofisiologia; Endodormência.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452004000100018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dinâmica da dormência de gemas de videira e quivizeiro em região de baixa ocorrência de frio Rev. Bras. Frutic.
Biasi,Luiz Antonio; Carvalho,Ruy Inacio Neiva de; Zanette,Flávio.
O objetivo desta pesquisa foi determinar a dinâmica da dormência de gemas de videira cv. Niagara Branca e de quivizeiro cv. Bruno, em região de baixa ocorrência de frio. Os experimentos foram realizados nos anos de 2007 e 2008, com coletas de ramos a cada duas semanas, em pomares localizados em Pinhais-PR. Na última coleta, um grupo adicional de ramos foi coletado e mantido em refrigerador a temperatura de 4 a 7º C, por 1.440 horas. A avaliação da dormência foi realizada por meio do teste biológico de estacas de nós isolados em sala de crescimento, à temperatura de 25º C e fotoperíodo de 16 horas. Foi realizada a quantificação de horas de frio (HF) e de unidades de frio (UF) ocorridas na região. As duas espécies foram avaliadas como experimentos distintos....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vitis labrusca; Actinidia deliciosa; Brotação; Endodormência.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452010000400036
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dinâmica da dormência e brotação de gemas de vimeiro no Planalto Sul Catarinense Repositório Alice
RECH, T.D.; ZANETTE, F.; BRANDES, D.; AMARANTE, C.V.T. do.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a dinâmica e a heterogeneidade de dormência de gemas, e avaliar o efeito de diferentes épocas de colheita de ramos na brotação do vimeiro, no Planalto Sul Catarinense. Ramos de ano foram colhidos nos meses de abril a agosto de 2005, nos municípios catarinenses de Lages, Bocaina do Sul e Urupema. A dormência de gemas foi avaliada em estacas retiradas da base (0 a 12 cm), centro (12 a 24 cm) e ápice (24 a 36 cm) de ramos com comprimento superior a 150 cm. Foram utilizadas estacas com e sem redução para uma única gema. As brotações das plantas em campo também foram avaliadas. A dormência mais intensa de gemas de ramos de ano ocorreu em maio, quando a intensidade de dormência e a freqüência de gemas dormentes decresceram...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Salix x rubens; Heterogeineidade; Endodormência; Teste de estacas; Heterogeneity; Endodormancy; Cuttings test.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/122803
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dinâmica da dormência e brotação de gemas de vimeiro no Planalto Sul Catarinense PAB
Rech,Tássio Dresch; Zanette,Flávio; Brandes,Dieter; Amarante,Cassandro Vidal Talamini do.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a dinâmica e a heterogeneidade de dormência de gemas, e avaliar o efeito de diferentes épocas de colheita de ramos na brotação do vimeiro, no Planalto Sul Catarinense. Ramos de ano foram colhidos nos meses de abril a agosto de 2005, nos municípios catarinenses de Lages, Bocaina do Sul e Urupema. A dormência de gemas foi avaliada em estacas retiradas da base (0 a 12 cm), centro (12 a 24 cm) e ápice (24 a 36 cm) de ramos com comprimento superior a 150 cm. Foram utilizadas estacas com e sem redução para uma única gema. As brotações das plantas em campo também foram avaliadas. A dormência mais intensa de gemas de ramos de ano ocorreu em maio, quando a intensidade de dormência e a freqüência de gemas dormentes decresceram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Salix x rubens; Heterogeineidade; Endodormência; Teste de estacas.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2007000900005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Eliminação de anomalias fisiológicas, in vitro, de plântulas de pessegueiro Bragantia
Barbosa,Wilson; Campo Dall'Orto,Fernando Antonio; Ojima,Mário.
O experimento objetivou eliminar os sintomas de roseta e ananismo em híbridos de pessegueiro (Prunus persica L. Batsch) precoces, provenientes de cultura embrionária. Essas anomalias fisiológicas aparecem em vista dos inibidores de crescimento presentes nos meristemas apicais dos embriões. Dois processos de recuperação de vitroplântulas anômalas foram adotados: (a) eliminação da porção apical logo acima da primeira gema, a partir dos cotilédones; (b) manutenção das vitroplântulas por trinta dias em ambiente de vernalização com temperatura de 5-10 º C. Os melhores resultados foram obtidos quando se eliminou a dominância do meristema apical; as vitroplântulas mantidas em sala de crescimento emitiram, em cinco dias, brotações novas e normais e se...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Cultura de embrião; Roseta; Ananismo fisiológico; Endodormência; Vitroplântulas.
Ano: 1989 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051989000100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Época de florescimento e horas de frio para pessegueiros e nectarineiras Rev. Bras. Frutic.
Pedro Júnior,Mario José; Barbosa,Wilson; Rolim,Glauco de Souza; Castro,Jairo Lopes de.
Avaliou-se a época de florescimento de 41 acessos de pessegueiros e nectarineiras existentes no Banco Ativo de Germoplasma (BAG) de Frutas de Caroço, em Capão Bonito-SP. As datas de abertura espontânea de 70% das flores (sem indução por produtos químicos) foram observadas e relacionadas com o número de horas de frio (NHF) abaixo de 7,2 e 13ºC. O NHF foi estimado, utilizando-se de equações de regressão múltipla em função das temperaturas máximas e mínimas diárias. Os acessos do referido BAG foram separados por meio de análise de "cluster", resultando na identificação de quatro grupos distintos para pessegueiros, em relação a épocas de florescimento (até 10-07; 11-07 a 20-07; 21-07 a 31-07 e após 1º-08), e três para nectarineiras (até 10-07; 11-07 a 20-07 e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Endodormência; Persicultura.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452007000300005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estabelecimento de protocolo para análise multi-hormonal em gemas de macieira durante o período de endodormência. Repositório Alice
GARIGHAN, J.; SOUZA, D. A.; PASQUALI, G.; REVERS, L. F.; SANTOS, H. P. dos.
A macieira se torna endodormente durante o outono/inverno em resposta a estímulos ambientais, requerendo um somatório de frio para superar este estado. O controle deste processo está intimamente associado ao genótipo e as condições de cultivo. Já existem resultados isolados da variação de alguns hormônios, mas não consideram a inter-relação e o balanço destes compostos ao longo do período hibernal. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um protocolo para uma análise simultânea de diferentes hormônios (ácido abscísico, auxina, giberelina, zeatina, ácido salicílico e jasmonato) em gemas, visando caracterizar o balanço destes compostos durante o processo de endodormência.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Gemas de macieira; Endodormência; Análise multi-hormonal; Período de endodormência; Período hibernal; Maca; Macieira.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1049206
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Evolução de brotação em cultivares de macieiras com variações de exigência de frio tratadas com cianamida hidrogenada ao longo do período de endodormência. Repositório Alice
PERUZZO, S.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
O estudo pretendeu responder as seguintes questões: 1) De modo empírico, sabe-se que as plantas precisam de um certo acúmulo de horas de frio (HF) para que o tratamento com cianamida hidrogenada (CH) seja eficaz, porém qual o somatório de frio mínimo para que esse produto tenha efeito pleno? 2) Existe diferença nesta quantidade de HF acumulada para que a CH tenha efeito quando utiliza-se genótipos contrastes de exigência de frio?
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Horas de frio; Endodormência; Cianamida hidrogenada; Macieira; Fruticultura; Maçã; Dormência; Frio; Clima; Apples; Fruit growing; Dormancy; Cold.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1001134
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Macieiras contrastantes em exigência de frio apresentam a mesma evolução de brotação quando tratadas com cianamida hidrogenada ao longo da endodormência? Repositório Alice
PERUZZO, S.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
A macieira, sendo uma espécie de clima temperado, apresenta a entrada em endodormência no outono e requer um acúmulo de horas de frio (HF, soma de temperatura < 7,2°C) durante o inverno para superar esse estado fisiológico. As exigências de HF variam entre genótipos e quando o somatório de frio local é menor são recomendados tratamentos químicos indutores, como a cianamida hidrogenada (CH). Para que o tratamento com CH seja eficaz, sabe-se que as plantas precisam de um certo acúmulo de HF, tornando-se necessário determinar o somatório de frio mínimo para que esse produto tenha efeito pleno. Outra questão importante é definir se existe diferença na quantidade de HF acumulada para que a CH tenha efeito, quando utiliza-se genótipos contrastantes de...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Cianamida hidrogenada; Endodormência; Horas de frio; Macieira; Maçã; Fruticultura; Brotação; Frio; Temperatura.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/996675
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Modelo matemático para avaliação da dormência em gemas de plantas frutíferas de clima temperado. Infoteca-e
FIALHO, F. B.; SANTOS, H. P. dos; ANZANELLO, R..
Esta publicação define e valida uma metodologia de análise de dados que estima e avalia três parâmetros da curva de brotação acumulada (brotação máxima, precocidade e uniformidade), usando as funções de Gompertz e logística. Os parâmetros permitem estimar a exigência de frio de diferentes espécies e cultivares. Essa metodologia possibilita modelar dados de brotação adequadamente e estimar parâmetros importantes para compreender os mecanismos básicos de controle da dormência, com possíveis aplicações em estudos de efeitos de mudanças climáticas e seleção de genótipos adaptados.
Tipo: Circular Técnica (INFOTECA-E) Palavras-chave: Endodormência; Metodologia; Gompertz; Sigmoide; Brotacao; Logística.
Ano: 2020 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1124647
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Necessidade de frio para quebra de dormência de gemas de caquizeiro 'Fuyu' Rev. Bras. Frutic.
Faquim,Rudival; Silva,Ivo Ditos da; Carvalho,Ruy Inacio Neiva de.
Objetivou-se, no presente trabalho, determinar a necessidade de frio para a quebra da dormência das gemas de caquizeiro 'Fuyu'. As coletas de ramos foram realizadas em cinco datas (26-04, 14-05, 21-06, 19-07 e 16-08). Foram aplicados nos ramos cinco tratamentos de frio adicional (0; 168; 336; 504; 672 h de frio) em geladeira à temperatura de 4ºC a 7ºC. A avaliação da dormência foi feita pelo teste biológico de estacas de nós isolados por meio do tempo médio para brotação (TMB), velocidade de brotação (VB), taxa final de brotação (TF) e taxa de brotações vigorosas (TBV). O delineamento experimental adotado foi o completamente casualizado, num esquema fatorial 5 x 5 (cinco datas e cinco tempos de exposição ao frio), com três repetições. Foram realizados...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Diospyros kaki L.; Endodormência; Fisiologia vegetal; Brotação.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452007000300007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Necessidade de horas de frio para superação da endodormência em cultivares Viris labrusca L. Repositório Alice
PERUZZO, S. N.; MARCHI, V. V.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
As videiras da espécie Vitis labrusca L. são as mais cultivadas na Serra Gaúcha, atingindo grande importância cultural e econômica. Como outras espécies de clima temperado, possuem um período de endodormência, ativado pelo início das horas de frio (HF, T<=7,2°C) no outono e exige uma demanda específica de frio, relativa a cada genótipo, para sair deste estado fisiológico. Este trabalho teve por objetivos definir as exigências de HF para superação da endodormência das cultivares Bôrdo, Concord, Isabel e Niágara Rosa, empregando-se as estratégias de frio controlado e de frio a campo. Após a coleta (abriU2014), as estacas da estratégia de frio controlado foram esterilizadas, embaladas e dispostas em BODs (3°C) para os tratamentos de frio controlado (O, 24,...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Endodormência; Horas de frio; Viticultura; Uva; Frio; Vitis labrusca; Clima; Dormência; Viticulture; Grapes.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1001019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uso de cianamida hidrogenada e óleo mineral na floração, brotação e produção do pessegueiro 'Chiripá' Rev. Bras. Frutic.
Citadin,Idemir; Bassani,Marcelo Henrique; Danner,Moeses Andrigo; Mazaro,Sergio Miguel; Gouvêa,Alfredo de.
O frio acumulado em regiões de inverno ameno é insuficiente para superar a dormência de algumas cultivares de pessegueiro, como o Chiripá, sendo necessária a utilização de produtos químicos para melhorar a brotação, a floração e a produção. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes doses de cianamida hidrogenada (CH2N2) e óleo mineral (OM) na floração, brotação e produção do pessegueiro cv. Chiripá, cultivado no município de Pato Branco. O uso de 1% CH2N2 combinada com 1% de OM antecipa, aumenta e uniformiza a floração, a brotação e a colheita de pessegueiro cv. Chiripá, promovendo maior frutificação efetiva e produção por planta, viabilizando o plantio comercial dessa cultivar.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Endodormência; Necessidade de frio; Superação da dormência; Compensadores de frio; Prunus persica.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452006000100012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Zoneamento das condições atuais e futuras de frio para o controle natural da endodormência em clones de Moscato Branco e cvs Vitis labrusca no sul do Brasil. Repositório Alice
BENATI, M.; ALBERTI, R.; SARTORI, F. C.; SOUZA, D. A.; CARGNIN, A.; SANTOS, H. P. dos.
Como uma planta de clima temperado, a videira necessita de um acúmulo de horas frio (HF, T<7,2°C) para superar o estado de endodormência e ter uma brotação regular, o que é variável entre genótipos. Confrontando essa demanda com as previsões de mudanças climáticas e diminuição de frio, o presente trabalho objetivou contabilizar e delimitar o zoneamento atual e futuro para o cultivo de diferentes clones de Moscato Branco (Vitis vinifera) e cultivares Vitis labrusca.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Brotação regular; Endodormência; Videira; Fruta de Clima Temperado; Vitis labrusca.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1073660
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional