Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 18
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anatomia de escapos, folhas e brácteas de Syngonanthus sect. Eulepis (Bong. ex Koern.) Ruhland (Eriocaulaceae) Acta Botanica
Scatena,Vera Lucia; Vich,Daniele Vital; Parra,Lara Regina.
Estudou-se a anatomia de escapos, folhas e brácteas de 24 espécimes de Syngonanthus sect. Eulepis, que ocorrem nos campos rupestres do Brasil. Os escapos apresentam número variado de costelas, epiderme unisseriada, com células de paredes totalmente espessadas; córtex com esclerênquima e parênquima clorofiliano alternados; endoderme contínua ou descontínua; periciclo estrelado; feixes vasculares colaterais; medula com células de paredes finas ou espessadas. As folhas e as brácteas apresentam epiderme com células de paredes total ou parcialmente espessadas, estômatos na face abaxial, margem com parênquima clorofiliano ou esclerênquima; mesofilo com hipoderme constituída de esclerênquima ou parênquima aqüífero, feixes vasculares colaterais envolvidos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eriocaulaceae; Estrutura anatômica; Syngonanthus.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062004000400013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anatomia dos órgãos vegetativos e do escapo floral de Leiothrix crassifolia (Bong.) Ruhl., Eriocaulaceae, da Serra do Cipó-MG Acta Botanica
Scatena,Vera Lúcia; Rocha,Clélio Lázaro de Melo.
L. crassifolia (Eriocaulaceae) é uma planta perene, que cresce nos solos pedregosos e arenosos dos campos rupestres da Serra do Cipó - MG - Cadeia do Espinhaço. Essa planta está exposta a períodos secos e chuvosos, ventos constantes, alta luminosidade e mudanças bruscas de temperatura, características climáticas peculiares dos campos rupestres. Sua caracterização anatômica tem aplicação taxonômica para o grupo e suas estruturas são adaptadas aos fatores ambientais. A raiz apresenta parênquima cortical formado por dois tipos de células, que formam o aerênquima lisígeno, facilitando sua sobrevivência nos solos alagados durante a estação chuvosa. A endoderme é formada for uma única camada de células de paredes espessas. As estrias de Caspary são detectadas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anatomia; Leiothrix crassifolia; Campo rupestre; Eriocaulaceae.
Ano: 1995 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061995000200002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Arbuscular mycorrhiza in species of Commelinidae (Liliopsida) in the state of Pernambuco (Brazil) Acta Botanica
Silva,Gladstone Alves da; Santos,Bartolomeu Acioli dos; Alves,Marccus Vinícius; Maia,Leonor Costa.
Mycorrhiza are a mutualistic symbiosis between fungi and plant roots, the main benefit to the plant being increased nutrient uptake. The arbuscular is the most important kind of mycorrhiza for agriculture and it is widespread in occurrence and distribution in most ecosystems. The aim of this work was to study the mycorrhizal status of the species of Commelinidae that occur in the State of Pernambuco. Plant roots, collected in ten municipalities, were washed, cleared in KOH, stained with Trypan blue in lactoglycerol and observed under a light microscope in order to assess presence and identification of the mycorrhizal type. Percentage of root colonization was evaluated by the gridline intersect method. Forty specimens representing 30 species were observed....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cyperaceae; Eriocaulaceae; Poaceae; Mycorrhizal fungi; Symbiosis.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062001000200002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aspectos da anatomia foliar de algumas espécies de Paepalanthus Kunth, Eriocaulaceae da Serra do Cipó - Minas Gerais Acta Botanica
Castro,Neuza Maria de; Menezes,Nanuza Luiza de.
O estudo da anatomia foliar das espécies de Paepalanthus Kunth.: P. bromelioides Silv.; P. macropodus Ruhl.; P. miçrophyllus (Giull.) Kunth; P. paulinus Ruhl.; P. robustus Silv.; P. scleranthus Ruhl. e P. speciosus (Bong.) Koer. mostrou uma semelhança no número e distribuição dos feixes vasculares, Em P. robustus e, menos marcadamente, em P. speciosus, estes feixes de tamanhos diferentes, encontram-se distribuídos em séries, com os feixes menores mais próximos da epiderme adaxial. As folhas revelam características xerofíticas em diferentes graus. Chama-se a atenção para a formação de feixes vasculares anfivasais no ápice das folhas.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eriocaulaceae; Paepalanthus'; Anatomia foliar; Feixes anfivasais; Bainha mestomática.
Ano: 1995 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061995000200003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Contribuição ao conhecimento da distribuição espacial de Paepalanthus polyanthus (Bong.) Kunth (Eriocaulaceae) em áreas de baixada úmida de dunas Acta Botanica
Castellani,Tânia Tarabini; Vieira,Silvana; Scherer,Karla Zanenga.
A distribuição espacial de Paepalanthus polyanthus foi avaliada em função da variação topográfica e da cobertura vegetal associada, em um trecho de baixada úmida de dunas na Praia da Joaquina, Florianópolis, SC. Foram delimitadas 4 transecções, ao longo das quais, quadrados de 0.5 m² foram dispostos de maneira contínua. A densidade de P. polyanthus e a porcentagem de cobertura vegetal foram determinadas para cada quadrado amostrai, registrando-se também, as espécies de maior cobertura. Em todas as transecções, P. polyanthus apresentou um padrão de distribuição agregado (índice de dispersão de Morisita Id&gt;1, P<0.001), estando seus indivíduos mais concentrados em áreas intermediárias da microrrelevo. P. polyanthus não ocorreu nos trechos mais...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Paepalanthus polyanthus; Eriocaulaceae; Distribuição espacial; Baixada úmida de dunas.
Ano: 1996 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061996000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos da luz e da temperatura na germinação de sementes de Syngonanthus elegantulus Ruhland, S. elegans (Bong.) Ruhland e S. venustus Silveira (Eriocaulaceae) Acta Botanica
Oliveira,Patrícia Gonçalves; Garcia,Queila Souza.
O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da luz e da temperatura na germinação de sementes de Syngonanthus elegantulus Ruhland, S. elegans (Bong) Ruhland e S. venustus Silveira. Os experimentos foram realizados em câmaras de germinação sob luz e escuro contínuos nas temperaturas constantes de 15, 20, 25, 30, 35 e 40 ºC e alternadas de 25-15, 30-15, 35-15 e 3525 ºC. A germinabilidade foi baixa (36,5%), sob luz, em S. elegantulus na faixa de 15 a 30 ºC e elevada em S. elegans (75%) e S. venustus (67,5%), na faixa de 20 a 30 ºC. A temperatura de 40 ºC inibiu a germinação de todas as espécies. No escuro, não ocorreu germinação de sementes de S. elegantulus, enquanto S. elegans apresentou valores de percentagem de germinação muito baixos (11,5%), a 25 e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eriocaulaceae; Syngonanthus; Germinação; Luz; Temperatura.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000300026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos de choques térmicos na germinação de Paepalanthus speciosus Koern. (Eriocaulaceae) Acta Botanica
Sá e Carvalho,C. G.; Ribeiro,M. C..
Sementes de Paepalanthus speciosus Koern. - Eriocaulaceae, contidas em frutos nus e no diásporo, apresentaram tolerância a choques térmicos de até 70ºC por 30 minutos e essa capacidade não foi modificada quando as temperaturas foram fornecidas após 24 horas de einbebição. Observou-se também que o fotoblastismo das sementes não foi alterado por tratamento com temperaturas de 35 a 80ºC durante 30 minutos. Os resultados obtidos mostram que sementes de P. speciosus possuem elevada capacidade de sobrevivência à temperatura atingida durante as queimadas que ocorrem anualmente nos campos cerrados.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Paepalanthus speciosus; Eriocaulaceae; Germinação; Fotoblastismo; Campo rupestre.
Ano: 1994 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061994000200005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
ERIOCAULON L. from Brazil: An annotated checklist and taxonomic novelties Acta Botanica
Oliveira,Adriana Luiza Ribeiro de; Bove,Claudia Petean.
Eriocaulonis an aquatic and cosmopolitan genus with 478 species. It is characterized by diplostemonous flowers and free petals with a black gland at the apex. There are few taxonomists studying Eriocaulon from Brazil. The species of this genus remain barely delimited, with inconsistent descriptions, and nomenclatural types not assigned or located. The analysis of nomenclatural types, specimens in scientific collections, and protologues enabled the recognition of 53 species of Eriocaulonfrom Brazil. Thirteen new synonyms and the elevation of five varietes to species level are proposed. Comments on taxonomy, geographic distribution, habitat, life form, and conservation category are provided.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Conservation category; Ecological traits; Eriocaulaceae; Flora from Brazil; Taxonomy.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062015000200175
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudos em sempre-vivas: importância econômica do extrativismo em Minas Gerais, Brasil Acta Botanica
Giulietti,Nelson; Giulietti,Ana Maria; Pirani,José Rubens; Menezes,Nanuza Luiza de.
Neste trabalho foram estudadas as sempre-vivas como sendo um produto natural de importância para decoração de interiores. Como sempre-vivas são considerados escapos e inflorescencias que conservam a aparência de estruturas vivas, mesmo depois de destacados das plantas. O presente trabalho objetivou estudar as atividades econômicas relacionadas com esse grupo de plantas, mostrando sua importância como geradora de renda e de emprego, nos arredores de Diamantina (Minas Gerais) e de divisas para o País, pois a maior parte da produção é exportada para os Estados Unidos e Europa. Através do levantamento de quantidades comercializadas, preços pagos aos coletores e preços de atacado das principais espécies comercializadas na região (18 de Eriocaulaceae, 10 de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Everlasting flowers; Eriocaulaceae; Xyridaceae; Gramineae; Cyperaceae; Economic botany.
Ano: 1987 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061987000300018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudos em "sempre-vivas": taxonomia com ênfase nas espécies de Minas Gerais, Brasil Acta Botanica
Giulietti,Ana Maria; Wanderley,Maria das Graças Lapa; Longhi-Wagner,Hilda Maria; Pirani,José Rubens; Parra,Lara Regina.
"Sempre-vivas" é o nome dado no Brasil a partes de plantas, geralmente escapos e inflorescências, que conservam a aparência de estruturas vivas mesmo depois de destacadas e secas e que são comercializadas e exportadas para decoração de interiores. Folhas, frutos e sementes também são utilizados, mas em menor escala. As espécies de "sempre-vivas" são oriundas dos cerrados do Centro-Oeste e Sudeste do Brasil e, as de maior valor comercial, dos campos rupestres de Minas Gerais, Bahia e Goiás. Entre estas, predominam espécies de Eriocaulaceae, Poaceae (Gramineae), Xyridaceae, Cyperaceae e Rapateaceae, em ordem decrescente de importância. O maior centro de comercialização é a cidade de Diamantina, em Minas Gerais, com 25 espécies de Eriocaulaceae, 12 de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sempre-vivas; Eriocaulaceae; Poaceae (Gramineae); Xyridaceae; Cyperaceae; Rapateaceae; Brasil.
Ano: 1996 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061996000200007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fenologia de Paepalanthus hilairei Koern., P. polyanthus (Bong.) Kunth e P. robustus Silveira: Paepalanthus sect. Actinocephalus Koern. - Eriocaulaceae Acta Botanica
Sano,Paulo Takeo.
Foi realizado o acompanhamento fenológico de três espécies de Paepalanthus sect. Actinocephalus: P. hilairei, P. polyanthus e P. robustus. Realizaram-se viagens mensais à Serra do Cipó, Minas Gerais, Brasil, durante um período de 21 meses. Detectou-se que P. hilairei e P. robustus são perenes e P. polyanthus é bienal. Nestas espécies verificou-se um período de floração concentrado nos meses do verão. A ocorrência de odor é registrada pela primeira vez em representantes do gênero.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eriocaulaceae; Paepalanthus; Actinocephalus; Fenologia; Serra do Cipó.
Ano: 1996 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061996000200006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fenologia de Syngonanthus mucugensis Giul. subsp. mucugensis e S. curralensis Moldenke (Eriocaulaceae), nos municípios de Mucugê e Morro do Chapéu, Chapada Diamantina, BA, Brasil Acta Botanica
Cerqueira,Carlianne Oliveira; Funch,Ligia Silveira; Borba,Eduardo Leite.
Syngonanthus mucugensis subsp. mucugensis e S. curralensis são conhecidas como sempre-vivas por possuírem capítulos que permanecem com a aparência de vivos durante anos. São plantas herbáceas com distribuição agrupada, folhas reunidas em roseta e inflorescências monóicas tipo capítulo, flores alvas e reduzidas. Este estudo apresenta os padrões fenológicos dessas espécies, relacionando-os com fatores abióticos e modo provável de dispersão. As observações foram realizadas mensalmente entre agosto/2002 e setembro/2004, em campo rupestre, nos municípios de Mucugê e Morro do Chapéu, registrando-se presença/ausência das fenofases. A fase vegetativa constitui grande parte do ciclo fenológico, aproximadamente cinco meses, na estação chuvosa (novembro-março). Os...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eriocaulaceae; Fenologia; Sempre-viva; Syngonanthus.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062008000400007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Flavonóides de quatro espécies de Paepalanthus Ruhl. (Eriocaulaceae) Acta Botanica
Mayworm,Marco A. S; Salatino,Antonio.
Flavonóides de quatro espécies de Paepalanthus (P. bifrons, P. hilairei, P. planifolius e P. robustus) foram isolados e identificados. Três espécies apresentaram flavonóis 6-oxigenados, uma características que ocorre também em Eriocaulon. No entanto, P. hilairei contém flavonas, um caráter observado em espécies de Leiothrix e Syngonanthus. Esses resultados (ainda que preliminares) revelam uma heterogeneidade química em Paepalanthus, em comparação a outros gêneros de Eriocaulaceae.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eriocaulaceae; Paepalanthus; Flavonóides; Quimiotaxonomia.
Ano: 1993 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061993000200008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
In vitro establishment of Comanthera curralensis , "sempre viva" native of Chapada Diamantina - Bahia Ciência Rural
Albuquerque,Mara Márcia Sampaio; Brito,Alone Lima; Lima,Andressa Priscila Piancó Santos; Alvim,Bruno Freitas Matos; Santana,José Raniere Ferreira de.
ABSTRACT: The goal of the present study was to evaluate the germination, initial growth, and in vitro co-cultivation of Comanthera curralensis Moldenke, a "sempre viva" native of the Chapada Diamantina state of Bahia. Full strength (MS) and half-strength MS (MS1/2) growth media supplemented with two different sucrose concentrations (15 and 30g L-1) were tested for germination and initial plant growth. Three different plant densities were tested by in vitro culture (8, 10 and 12 plants per container). MS1/2 medium with 15g L-1 sucrose resulted in a higher percentage of germination and plant growth for the in vitro establishment of C. curralensis. The use of 12 plants per container is indicated for cost reduction in C. curralensis in vitro production.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eriocaulaceae; Tissue culture; Germination; In vitro growth; Co-cultivation..
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782016000600991
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Indução de calos em sempre-viva (Syngonanthus mucugensis Giulietti), utilizando diferentes tipos de explantes e concentrações de BAP - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v30i2.3624 Biological Sciences
Santos, Janilza da Paixão; UEFS; Dornelles, Ana Lúcia Cunha de; UEFS; Pereira, Flávia Dionísio; UEFS; Oliveira, Lenaldo Muniz; UEFS.
A sempre-viva-de-mucugê [Syngonanthus mucugensis – Eriocaulaceae] é uma planta com grande valor ornamental e caracteriza-se pela durabilidade de suas inflorescências que se mantém mesmo depois de coletadas e secas. A propagação sexuada dessa espécie resulta em plantas desuniformes por ser geneticamente segregante e, aliada a este fato, existe a ameaça de extinção da espécie, sendo por isso restrita a coleta na sua região de origem. Desta forma, a cultura de tecidos torna-se uma alternativa viável para a formação de novas mudas e, por isso, objetivou-se, neste trabalho, avaliar a indução de calos in vitro de Syngonanthus mucugensis, utilizando diferentes concentrações de BAP. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado (DIC), sendo que cada...
Palavras-chave: 2.00.00.00-6 Ciências Biológicas Syngonanthus mucugensis; Eriocaulaceae; Cultura de tecidos; Regulador de crescimento; Planta ornamental 2.03.00.00-0 Botânica.
Ano: 2008 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciBiolSci/article/view/3624
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Padrões de distribuição geográfica dos gêneros de Eriocaulaceae Acta Botanica
Giulietti,Ana Maria; Hensold,Nancy.
São apresentados neste trabalho, os padrões de distribuição geográfica dos gêneros de Eriocaulaceae, com ênfase nos gêneros americanos. A divisão genérica da família especialmente na região neotropical ainda não é definitiva, porém existem alguns padrões de distribuição que podem ser detectados. Os nove gêneros americanos, incluem-se em quatro padrões gerais de distribuição: amplamente distribuídos nos trópicos; amplamente distribuído na Africa e América do Sul; limitado a América do Norte; limitado a América do Sul.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eriocaulaceae; Distribuição geográfica; Taxonomía.
Ano: 1990 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061990000100010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ultrastructure of the intercellular protuberances in leaves of Paepalanthus superbus Ruhl. (Eriocaulaceae) Rev. Bras. Bot.
MACHADO,SILVIA RODRIGUES; ESTELITA,MARIA EMÍLIA M.; GREGÓRIO,ELISA APARECIDA.
Mature leaves of Paepalanthus superbus exhibit intercellular protuberances between the inner periclinal walls of the epidermal and the parenchyma cells surface, as well as on the surface of the parenchyma mesophyll cells. These structures are mostly prominent around the parenchyma cells, forming a gel capsule-like structure. Histochemical tests with ruthenium red indicate the pectic nature of the intercellular deposits, with scattered lipidic inclusions as revealed by sudan IV and sudan black B. Ultrastructural analyses show a fibrillar matrix with scattered fimbriate and tubular structures, and a distinct margin delimited by a dense membrane-like structure. Our results suggest that the protuberances are derived from secretory activity, and are formed...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Paepalanthus superbus; Ultrastructure; Intercellular; Protuberance; Leaf; Eriocaulaceae.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042000000400011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Vegetative propagation strategies of four rupestrian species of Leiothrix (Eriocaulaceae) Rev. Bras. Bot.
Coelho,Flávia de Freitas; Capelo,Christina Dorvalina Lopes; Neves,Ana Carolina Oliveira; Figueira,José Eugênio Côrtes.
Leiothrix is endemic of South America and includes 37 species, 25 of which occur in the state of Minas Gerais. Nineteen of those occur in the "Serra do Cipó", a mountain chain, located in the southern portion of the Espinhaço mountain range. This study examines vegetative propagation strategies of four species of Leiothrix, endemic to the Minas Gerais portion of the Espinhaço mountain range. For each species we established permanent plots, where we marked 30 to 51 rosettes or clones, and then took morphological and phenological measurements. Leiothrix crassifolia (Bong.) Ruhland and L. curvifolia var. lanuginosa (Bong.) Ruhland are rhizomatous, forming compact clones. Leiothrix vivipara (Bong.) Ruhland does not produce rhizomes, but is pseudoviviparous,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Clonal growth; Eriocaulaceae; Leiothrix; Pseudovivipary; Rupestrian grasslands.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042007000400013
Registros recuperados: 18
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional