Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 44
Primeira ... 123 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atributos nutricionais, tecnológicos e sensorias de macarrões de centeio. Repositório Alice
KAMINSKI, T. A.; SILVA, L. P. da; NASCIMENTO JUNIOR, A. do; FERRÃO, T. dos S..
2011
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Centeio; Farinha; Macarrão; Fibra alimentar; Pentosanas; Análise sensorial.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/903703
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação do efeito fisiológico da farinha de semente de abóbora (Cucurbita maxima, L.) no trato intestinal de ratos Ciênc. Tecnol. Aliment.
Pumar,Matilde; Freitas,Maria Cristina Jesus; Cerqueira,Priscila Machado de; Santangelo,Sabrina Barreiros.
O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito fisiológico da Farinha de Semente de Abóbora (FSA) no trato intestinal de ratos Wistar machos recém desmamados, submetidos a dietas experimentais contendo Farinhas de Semente de Abóbora (FSAs) integral, peneirada e residual, por 10 dias. As dietas experimentais foram obtidas substituindo-se 30% do valor total de amido e dextrina, da ração controle, pela FSA correspondente. As farinhas e rações controle e experimentais foram caracterizadas quimicamente. Os animais divididos em grupos foram avaliados quanto ao crescimento, consumo, material fecal e pH cecal. As FSAs e rações experimentais apresentaram relevantes teores de fibras alimentares, proteínas e lipídios. Dietas contendo FSAs integral, peneirada...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fibra alimentar; Farinha de semente de abóbora; Ratos.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612008000500002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação dos teores de fibra alimentar e de beta-glicanas em cultivares de aveia (Avena sativa L) Ciênc. Tecnol. Aliment.
GUTKOSKI,Luiz C.; TROMBETTA,Cassiana.
A fibra alimentar é composta por celulose, hemiceluloses, gomas, pectinas e mucilagens sendo classificada em solúvel e insolúvel, quanto a sua solubilidade em água. As beta-glicanas são componentes da fibra alimentar solúvel presentes na aveia e sua importância é devido às propriedades funcionais e aos efeitos hipocolesterolêmicos e hipoglicêmicos apresentados. O presente trabalho tem como objetivo avaliar os teores de fibra alimentar solúvel, insolúvel e total e de beta-glicanas de cultivares de aveia recomendados pela Comissão Brasileira de Pesquisa de Aveia. Grãos de aveia (Avena sativa, L) foram descascados, as cariopses moídas e as amostras acondicionadas e armazenadas à temperatura de -20° C. Para a análise de fibra alimentar foi adotada a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Aveia; Composição; Fibra alimentar; Beta-glicanas.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20611999000300016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Benefícios e perigos do aproveitamento da casca de maracujá (Passiflora edulis) como ingrediente na produção de alimentos. Repositório Alice
NASCIMENTO, E. M. da G. C. do; ASCHERI, J. L. R.; CARVALHO, C. W. P. de; GALDEANO, M. C..
2013
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Fibra alimentar; Extrusão termoplástica; Glicosídeos cianogênicos.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/971111
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bolos simples elaborados com farinha da entrecasca de melancia (Citrullus vulgaris, sobral): avaliação química, fisica e sensorial Ciênc. Tecnol. Aliment.
Guimarães,Renata Rangel; Freitas,Maria Cristina Jesus de; Silva,Vera Lucia Mathias da.
A farinha da entrecasca de melancia (FEM) foi obtida, sua composição determinada e utilizada em formulação de bolos. Elaboraram-se bolos sem a FEM (controle) e contendo 7 e 30% de FEM em substituição à farinha de trigo (experimentais). A composição química, características físicas, físico-químicas foram determinadas. Na avaliação sensorial, cem provadores não treinados receberam amostras em blocos balanceados e realizaram testes sensoriais, utilizando escala hedônica de 9 pontos e comparação múltipla. Os dados obtidos foram avaliados por estatísticas descritivas, ANOVA, testes de Tukey e Dunnet. Os resultados revelaram que 100 g da FEM continham 9,06 g de umidade, 12,72 g de cinzas, 0,7 g de lipídios, 1,20 g de proteínas, 31,01 g de fibras insolúveis,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Entrecasca de melancia; Fibra alimentar; Análise sensorial.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612010000200011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Capacidade antioxidante e composição química de grãos integrais de gergelim creme e preto. Repositório Alice
SILVA, E. R. da; MARTINO, H. S. D.; MOREIRA, A. V. B.; ARRIEL, N. H. C.; SILVA, A. C.; RIBEIRO, S. M. R..
O objetivo deste trabalho foi determinar a composição química, estimar o conteúdo de compostos fenólicos solúveis totais e de fitatos, e avaliar a capacidade antioxidante de grãos integrais de gergelim (Sesamum indicum) creme e preto. Amostras de ambos os tipos de grão foram submetidas a tratamento térmico em estufa de circulação de ar a 150°C por 10 min e trituradas até granulometria de 20 mesh. O gergelim creme apresentou maior teor de lipídios, carboidratos, fibra alimentar solúvel e valor calórico, enquanto o gergelim preto apresentou maior teor de fibras alimentares insolúvel e total. O gergelim preto apresentou teor de compostos fenólicos solúveis totais de 261,9±7,5 mg em equivalente de ácido gálico (EAG) por 100 g de farinha, aproximadamente duas...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Alimento funcional; Composição química; Compostos fenólicos; Fibra alimentar; Fitatos; Sesamum indicum.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/902063
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Capacidade antioxidante e composição química de grãos integrais de gergelim creme e preto. Repositório Alice
SILVA, E. R. da.; MARTINO, H. S. D.; MOREIRA, A. V. B.; ARRIEL, N. H. C.; SILVA, A. C.; RIBEIRO, S. M. R..
2011
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Sesamum indicum; Alimento funcional; Composição química; Composto fenólico; Fibra alimentar; Fitato.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/906159
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Capacidade antioxidante e composição química de grãos integrais de gergelim creme e preto PAB
Silva,Elizangela Rodrigues da; Martino,Hércia Stampini Duarte; Moreira,Ana Vládia Bandeira; Arriel,Nair Helena Castro; Silva,Ayicê Chaves; Ribeiro,Sônia Machado Rocha.
O objetivo deste trabalho foi determinar a composição química, estimar o conteúdo de compostos fenólicos solúveis totais e de fitatos, e avaliar a capacidade antioxidante de grãos integrais de gergelim (Sesamum indicum) creme e preto. Amostras de ambos os tipos de grão foram submetidas a tratamento térmico em estufa de circulação de ar a 150ºC por 10 min e trituradas até granulometria de 20 mesh. O gergelim creme apresentou maior teor de lipídios, carboidratos, fibra alimentar solúvel e valor calórico, enquanto o gergelim preto apresentou maior teor de fibras alimentares insolúvel e total. O gergelim preto apresentou teor de compostos fenólicos solúveis totais de 261,9±7,5 mg em equivalente de ácido gálico (EAG) por 100 g de farinha, aproximadamente duas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sesamum indicum; Alimento funcional; Composição química; Compostos fenólicos; Fibra alimentar; Fitatos.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2011000700009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características microestruturais e higroscópicas do Albedo de maracujá. Repositório Alice
SANTANA, M. de F. S. de; GASPARETTO, C. A.; ARAÚJO, M. C. de..
2008
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Maracujá; Passiflora edulis; Fibra alimentar; Resíduo; Secagem; Desidratação; Propriedade físico-química; Produto de origem vegetal.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/410044
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização da composição nutricional do fruto e da farinha da casca da jabuticaba. Repositório Alice
ZIOLKOSKI, D. C.; MATTOS, C.; HELM, C. V..
2014
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Jaboticaba; Myrciaria sp; Fibra alimentar; Antocianina; Espécie florestal; Espécie nativa.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1010716
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização da semente de uva da variedade Syrah desengordurada utilizando etanol como solvente. Repositório Alice
COSTA, G. N. S.; SILVA, C. M.; TONON, R. V.; GALDEANO, M. C.; ALMEIDA, E. L.; FREITAS, S. P..
Sementes de uva são um coproduto da indústria vitivinícola. Atualmente, o óleo e os compostos fenólicos são os derivados de maior interesse comercial presentes nestas sementes. No entanto, novos estudos sugerem o uso deste coproduto como uma fonte potencial de fibra alimentar para aplicação na indústria alimentícia. Visando melhorar o rendimento de extração de fibras solúveis, aliado à utilização de um solvente renovável, este trabalho teve como objetivos avaliar a eficiência dos processos de extração do óleo e de compostos fenólicos visando à recuperação posterior de fibras alimentares do resíduo desengordurado, utilizando etanol 95% e etanol absoluto. Nas condições experimentais estudadas (72 °C / 1 h) o uso do etanol 95% não apresentou diferença...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Byproduct; Dietary fiber; Degreasing; Ethanol; Coproduto; Syrah; Fibra alimentar; Desengorduramento; Food technology; Etanol; Tecnologia de alimento; Food technology.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1057979
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização e análise sensorial de biscoitos de polvilho elaborados com diferentes níveis de farelo de mandioca Ciência Rural
Rodrigues,Janaína Pereira de Macedo; Caliari,Márcio; Asquieri,Eduardo Ramirez.
Objetivou-se com este trabalho avaliar as características químicas, cor, volume específico e aceitabilidade, de biscoitos elaborados com diferentes níveis de farelo de mandioca desidratado. Realizou-se previamente a desidratação do farelo de mandioca e, em seguida, elaboraram-se formulações de biscoitos com concentrações de farelo de mandioca de 0% (BP), 2% (BF2), 4% (BF4), 6% (BF6) e 8% (BF8), em substituição à fécula de mandioca. Os dados foram analisados por meio da análise de variância, teste de Tukey, em nível de 5% de significância. O teor de fibra alimentar e os atributos de cor (L*, a* e b*) dos biscoitos aumentaram significativamente com a adição do farelo de mandioca desidratado, o teor de fibra alimentar total variou de 5,47g 100g-1 a 11,40g...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Farelo de mandioca; Fibra alimentar; Biscoito de polvilho; Análise sensorial.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782011001200025
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização físico-química da mucilagem de inhame liofilizada Ciência e Agrotecnologia
Tavares,Sandra Aparecida; Pereira,Joelma; Guerreiro,Mário César; Pimenta,Carlos José; Pereira,Lucinéia; Missagia,Simone Velloso.
A mucilagem do inhame desempenha papel de interesse na indústria de alimentos em razão das suas propriedades como espessante, estabilizante e emulsificante. Neste estudo, objetivou-se caracterizar a mucilagem liofilizada do inhame por meio de análises físicas, químicas e reológicas. Foram determinados a composição centesimal, valor calórico, pH, acidez, sais minerais, vitamina C, açúcares totais, polifenóis, pectinametilesterase, poligalacturonase, termogravimétrica, análise térmica diferencial, calorimetria diferencial de varredura, espectroscopia infravermelho e viscosidade aparente. A mucilagem de inhame liofilizada apresentou elevados teores de proteína bruta e fibra alimentar e baixos teores de fração glicídica e de valor calórico. Quanto à análise...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Composição centesimal; Reologia; Termogravimétrica; Fibra alimentar.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542011000500015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização nutricional de grãos integrais e descascados de cultivares de cevada. Repositório Alice
MAYER, E. T.; FUKE, G.; NÖRNBERG, J. L.; MINELLA, E..
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Hordeum vulgare; Fibra alimentar; Fibra insolúvel; Fibra solúvel; Proteína bruta; Dietary fiber; Insoluble fiber; Soluble fiber; Crude protein.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/823367
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização nutricional de grãos integrais e descascados de cultivares de cevada Repositório Alice
MAYER, E.T.; FUKER, G.; NÖRNBERG, J.L.; MINELLA, E..
O objetivo deste trabalho foi determinar a composição de nutrientes de grãos de diferentes cultivares de cevada, na forma integral e descascada, e classificá-los em grupos com características nutricionais distintas. Foram utilizadas amostras de 17 cultivares, da Embrapa Trigo, Passo Fundo, RS, da safra de 2005. As determinações químicas foram realizadas de acordo com os métodos de análise oficial da AOAC Internacional. Foram observadas diferenças significativas entre grãos integrais de cultivares para proteína bruta, cinzas, extrato etéreo, fibra total e carboidratos não-fibrosos, porém, os teores de fibra insolúvel e fibra solúvel não diferiram. Em grãos descascados, foram observadas diferenças em todos os parâmetros analisados. Com exceção da fração de...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Hordeum vulgare; Fibra alimentar; Fibra insolúvel; Fibra solúvel; Proteína bruta; Dietary fiber; Insoluble fiber; Soluble fiber; Crude protein.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/122834
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização nutricional de grãos integrais e descascados de cultivares de cevada PAB
Mayer,Elveni Teresinha; Fuke,Gitane; Nörnberg,José Laerte; Minella,Euclydes.
O objetivo deste trabalho foi determinar a composição de nutrientes de grãos de diferentes cultivares de cevada, na forma integral e descascada, e classificá-los em grupos com características nutricionais distintas. Foram utilizadas amostras de 17 cultivares, da Embrapa Trigo, Passo Fundo, RS, da safra de 2005. As determinações químicas foram realizadas de acordo com os métodos de análise oficial da AOAC Internacional. Foram observadas diferenças significativas entre grãos integrais de cultivares para proteína bruta, cinzas, extrato etéreo, fibra total e carboidratos não-fibrosos, porém, os teores de fibra insolúvel e fibra solúvel não diferiram. Em grãos descascados, foram observadas diferenças em todos os parâmetros analisados. Com exceção da fração de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Hordeum vulgare; Fibra alimentar; Fibra insolúvel; Fibra solúvel; Proteína bruta.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2007001100016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição centesimal do fruto, extrato concentrado e da farinha da uva-do-japão Ciência Rural
Bampi,Marlene; Bicudo,Milene Oliveira Pereira; Fontoura,Paulo Sérgio Growoski; Ribani,Rosemary Hoffman.
A Hovenia dulcis, mais conhecida como uva-do-japão, pertence à família Rhamnaceae, é natural da China, Japão e Coréia, sendo largamente difundida no sul do Brasil. Rica em açúcares e bem aceita para consumo humano, pode ser consumida in natura ou processada. Não há na literatura relatos de seu aproveitamento em produtos alimentícios. O presente trabalho teve por objetivo determinar a composição centesimal do fruto, do extrato concentrado e da farinha. Foram obtidos teores em torno de 54,08, 52,44 e 19,08g 100g-1 para umidade; 2,16, 4,09 e 4,48g 100g-1 para cinzas; 3,74, 2,77 e 5,73g 100g-1 para proteína bruta; 1,42, 0,37 e 1,82g 100g-1 para extrato etéreo; 12,56, 3,33 e 25,62g 100g-1 para fibra alimentar; 19,46, 37,34 e 42,53g 100g-1 para açúcares totais,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Açúcares; Cromatografia líquida; Qualidade; Fibra alimentar.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010001100018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição e propriedades fisiológico - nutritivas de uma farinha rica em fibra insolúvel obtida do resíduo fibroso de fecularia de mandioca Ciênc. Tecnol. Aliment.
RAUPP,D.S.; MOREIRA,S.S.; BANZATTO,D.A.; SGARBIERI,V.C..
As indústrias brasileiras de processamento de fécula produzem, como descarte, grandes quantidades de bagaço ou farelo de mandioca que é jogado fora, poluindo o meio ambiente, ou é utilizado na alimentação de animais. A proposta desta pesquisa consiste na utilização do bagaço, descarte da fecularia, como produto para consumo na alimentação humana. Foi preparado, a partir do bagaço coletado na fecularia um produto farináceo identificado como "farinha de mandioca teste", a qual apresentou, em comparação com as farinhas comerciais, alta quantidade (43,1%) de fibra alimentar e baixa quantidade (47,1%) de amido. Os teores de proteína, lipídeo e cinzas foram semelhantes ao das farinhas comerciais. A "farinha teste" foi usada no preparo de dietas semi-sintéticas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Resíduo fibroso; Fecularia; Mandioca; Nutrição; Fibra alimentar; Composição.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20611999000200009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento e caracterização de farinha de casca de pequi (FCP) e sua aplicação em biscoitos. Repositório Alice
REIS, R. C.; SOARES JUNIOR, M. S.; LACERDA, D. B. C. L.; KOAKUZU, S. N.; BASSINELLO, P. Z..
O objetivo deste trabalho foi desenvolver e caracterizar a FCP e aplica-la em substituição à farinha de trigo em biscoitos tipo cookie.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Pequi; Caryocar brasilense; Resíduo; Fibra alimentar; Farinha; Biscoito; Conpeex.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/215928
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação da fibra alimentar insolúvel, solúvel e total de produtos derivados do milho Ciênc. Tecnol. Aliment.
Callegaro,Maria da Graça Kolinski; Dutra,Camila Braga; Huber,Lísia Senger; Becker,Larissa Vargas; Rosa,Claudia Severo da; Kubota,Ernesto Hashime; Hecktheur,Luisa Helena.
A cultura do milho é de grande importância na agricultura brasileira, com ampla distribuição do norte ao sul do país. O milho pode ser uma fonte significativa de fibra, dependendo da forma como é utilizado na alimentação. O objetivo deste trabalho foi avaliar os teores de fibra alimentar insolúvel (FAI), solúvel (FAS) e total (FAT) de produtos derivados do milho. Determinou-se também os teores de umidade, resíduo mineral fixo, extrato etéreo e proteína bruta das amostras analisadas. Trabalhou-se com amostras de canjica, pipoca, farinha fina, farinha média e farinha pré-cozida. O método utilizado na determinação de fibra foi o de Prosky et al. Entre os produtos analisados observou-se que a pipoca apresentou o maior teor de FAT (média de 12,15% ) e a canjica...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Milho; Fibra alimentar; Farinha de milho; Pipoca.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612005000200015
Registros recuperados: 44
Primeira ... 123 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional