Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 5
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento de método por CLUE-EM-EM para detecção de adulterantes em café. Repositório Alice
MARTINS, V. C.; GODOY, R. L. de O.; GOUVÊA, A. C. M. S.; SANTIAGO, M. C. P. de A.; COUTO, C. C.; FREITAS-SILVA, O..
2016
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Fraudes; Identificação; Fragmentação; Alta resolução; Frauds; Identification; Fragmentation; High resolution.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1059092
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Medidor fotométrico de impureza de café em pó. Infoteca-e
MELO, W.L.B..
O café é consumido desde 1550, sendo que as primeiras sementes de café chegaram ao Brasil por volta de 1727, vindas da Guiana Francesa para o Maranhão por Francisco de Meio Palheta. A primeira exportação data de 1795, mas foi a partir de 188O, com o trabalho dos colonos europeus nos cafezais que se iniciou o ciclo econômico no Brasil, tornando o país o maior produtor mundial de café.
Tipo: Circular Técnica (INFOTECA-E) Palavras-chave: Fraudes; Adulteração; Padrões de qualidade.
Ano: 2003 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/28858
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Perfil eletroforético de lombo suíno adicionado de proteínas não cárneas. Repositório Alice
DAGUER, H.; STEPHAN, M. P.; BERSOT, L. dos S..
A legislação brasileira permite a adição intencional de proteínas não cárneas em alguns produtos cárneos; entretanto, há poucas técnicas adaptadas e próprias para controle desses ingredientes. Na presente pesquisa, empregou-se a técnica de eletroforese em gel de poliacrilamida na presença de dodecil-sulfato de sódio (SDS-PAGE) para comparar amostras de carne suína (lombo), adicionadas de 1,5% de proteínas não cárneas (proteína isolada de soja e concentrado protéico de soro de leite). Mediante a padronização de dois protocolos distintos de extração (uréia 6M e Tris-HCl-SDS-mercaptoetanol) e a utilização de controles positivos e negativos, obtiveram-se perfis eletroforéticos típicos do músculo e das proteínas utilizadas. Ambas as extrações utilizadas foram...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Carnes; Fraudes; Eletroforese; Proteínas não cárneas.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/873050
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Perfil eletroforético de lombo suíno adicionado de proteínas não cárneas Ciência Rural
Daguer,Heitor; Stephan,Marilia Penteado; Bersot,Luciano dos Santos.
A legislação brasileira permite a adição intencional de proteínas não cárneas em alguns produtos cárneos; entretanto, há poucas técnicas adaptadas e próprias para controle desses ingredientes. Na presente pesquisa, empregou-se a técnica de eletroforese em gel de poliacrilamida na presença de dodecil-sulfato de sódio (SDS-PAGE) para comparar amostras de carne suína (lombo), adicionadas de 1,5% de proteínas não cárneas (proteína isolada de soja e concentrado protéico de soro de leite). Mediante a padronização de dois protocolos distintos de extração (uréia 6M e Tris-HCl-SDS-mercaptoetanol) e a utilização de controles positivos e negativos, obtiveram-se perfis eletroforéticos típicos do músculo e das proteínas utilizadas. Ambas as extrações utilizadas foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Carnes; Fraudes; Eletroforese; Proteínas não cárneas.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000200028
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Utilização de microscopia eletrônica de varredura para detecção de fraudes em café torrado e moído Ciênc. Tecnol. Aliment.
AMBONI,Renata D. de Mello Castanho; FRANCISCO,Alícia DE; TEIXEIRA,Evanilda.
Atualmente a detecção de fraudes em café em pó, desengordurado e tamizado, é realizada por microscopia ótica. Assim, propõe-se um método alternativo de microscopia, mais rápido e eficiente do que o usado atualmente para a detecção de fraudes amiláceas em café torrado e moído: a microscopia eletrônica de varredura. Comparou-se café puro com café fraudado com 2,5, 5 e 10% de centeio, cevada, milho e trigo. Em todas as análises de microscopia eletrônica de varredura (SEM) de café fraudado, detectou-se, facilmente, a presença de amido, o que não ocorreu na microscopia ótica. Sugere-se o uso de microscopia eletrônica de varredura como um método para a identificação de cereais como adulterantes em café.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Café (torrado e moído); Fraudes; Amido; Microscopia eletrônica de varredura.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20611999000300002
Registros recuperados: 5
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional