Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácido fumárico e sua combinação com ácido lático ou propionato de cálcio em dietas de leitões recém-desmamados Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Gomes,F.E.; Fontes,D.O.; Vasconcellos,C.H.F.; Silva,F.C.O..
Avaliou-se o efeito da adição dos ácidos fumárico, lático e propionato de cálcio ou suas combinações sobre o desempenho, pH estomacal, pH duodenal, morfologia e morfometria do intestino delgado de leitões desmamados aos 15 dias de idade. Foram utilizados 180 leitões, 90 machos castrados e 90 fêmeas, com média de peso inicial de 4,78±1,19kg, distribuídos em delineamento de blocos ao acaso. Utilizaram-se cinco tratamentos: T1 - ração controle (RC); T2 - RC + 0,5% de ácido fumárico; T3 - RC + 0,5% de ácido fumárico + 1,0% de propionato de cálcio; T4 - RC + 0,5% de ácido fumárico + 1,0% de ácido lático; T5 - RC + 0,5% de ácido fumárico + 0,5% de propionato de cálcio + 0,5% de ácido lático, com seis repetições e seis animais por unidade experimental. Não houve...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leitão; Ácidos orgânicos; Desempenho; Intestino delgado.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352011000300020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácido fumárico e sua combinação com os ácidos butírico ou fórmico em dietas de leitões recém desmamados Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Gomes,F.E.; Fontes,D.O.; Saliba,E.O.S.; Ferreira,W.M.; Fialho,E.T.; Silva,F.C.O.; Silva,M.A.; Corrêa,G.S.S.; Salum,G.M..
Avaliaram-se o desempenho e as características morfológicas e morfométricas do intestino delgado de 210 leitões, desmamados aos 15 dias de idade, com peso médio inicial 4,04±0,66kg, em dois períodos experimentais (15-30 e 15-36 dias de idade). O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com sete tratamentos (T1: ração-controle sem adição de acidificante; T2: ração-controle + 0,5% de ácido fumárico; T3: ração-controle + 1,0% de ácido fumárico; T4: ração-controle + 0,5% de ácido fumárico +0,1% de ácido butírico; T5: ração-controle + 0,5% de ácido fumárico + 0,5% de ácido fórmico; T6: ração-controle + 1,0% de ácido fumárico + 0,1% de ácido butírico e T7: ração-controle + 1,0% de ácido fumárico +0,5% de ácido fórmico), cinco repetições e seis animais...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leitão; Ácido orgânico; Desempenho; Intestino delgado.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000500026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise morfométrica da parede intestinal e dinâmica de mucinas secretadas no íleo de frangos infectados por Toxoplasma gondii Ciência Rural
Shiraishi,Celina Sayuri; Azevedo,Jorge Fernandes de; Silva,Aristeu Vieira da; Sant'Ana,Débora de Mello Gonçales; Araújo,Eduardo José de Almeida.
Objetivou-se analisar os efeitos da toxoplasmose sobre a morfometria da parede intestinal e a dinâmica de mucinas secretadas no íleo de frangos. Foram utilizados 16 frangos de corte machos (Gallus gallus) da linhagem Cobb, com 26 dias de idade. As aves foram divididas aleatoriamente em três grupos (G1, G2 e G3). O G1 não recebeu nenhum inóculo caracterizando o grupo controle, o G2 foi inoculado com cistos teciduais da cepa ME49 de Toxoplasma gondii, e o G3 foi inoculado com oocistos da cepa M7741 de T. gondii. Após 60 dias da inoculação, os animais foram mortos, e coletou-se o íleo, o qual foi submetido à rotina de processamento histológico. Cortes transversais de 4mm foram corados com Hematoxilina-Eosina (HE), Periodic Acid Schiff (PAS), Alcian Blue pH...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Toxoplasmose; Gallus gallus; Intestino delgado; Histologia; Células caliciformes; Morfometria.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782009000700030
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise ultra-estrutural da túnica muscular do intestino delgado de cães preservado em diferentes meios Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
Mota,Francisco Cláudio Dantas; Eurides,Duvaldo; Beletti,Marcelo Emílio; Freitas,Patrícia Maria Coletto; Mastrantonio,Eneida César; Shimizu,Bianca Jacob; Cardoso,Julio Roquete; Martins,Alan Kardek.
Foram avaliados 25 amostras da camada muscular do intestino delgado de cães, conservados em solução supersaturada de açúcar a 300%, glicerina a 98%, polivinil-pirrolidona a 5% e tintura de tiomersal 1:1000. As amostras foram mantidas conservadas por 45 dias e submetidas a análise ultra-estrutural por microscopia eletrônica de transmissão. Os meios não preservaram totalmente a integridade celular, sendo as soluções de açúcar a 300% e glicerina 98% as que melhor mantiveram as ultra-estruturas celulares.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Intestino delgado; Cães; Preservação de tecido.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962002000100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da viabilidade de intestino delgado com isquemia experimental pelo uso de fluoresceína sódica em eqüinos Ciência Rural
Sampaio,Augusto; Pippi,Ney Luis.
Com o objetivo de testar o sal sódico de fluoresceína na indicação da viabilidade intestinal em casos de processos isquêmicos do intestino delgado de eqüinos, desenvolveu-se um modelo isquêmico através de ligadura artério-venosa durante 120 minutos. Foram utilizados 10 animais, SRD, sendo seis machos, com peso e idade médios de 293kg e 11 anos. Cada animal foi submetido a duas cirurgias, uma para a realização das ligaduras e observação do desempenho da fluoresceína e outra, 24 horas após, para confirmação macroscópica das informações obtidas na primeira cirurgia. O acesso adotado foi pela linha média, sendo exteriorizado um segmento de aproximadamente 20 cm de intestino delgado. Após o período estabelecido para a isquemia, as ligaduras foram desfeitas e o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eqüino; Intestino delgado; Cirurgia; Fluoresceína.
Ano: 1997 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781997000200016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de dietas contendo plasma sanguíneo desidratado sobre características microbiológicas, imunológicas e histológicas de leitões leves ao desmame Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Dalto,D.B.; Gavioli,D.F.; Oliveira,E.R.; Silva,R.A.M.; Tarsitano,M.A.; Altmann,Á.H.S.; Braz,D.B.; Kobayashi,R.K.T.; Venâncio,E.J.; Bridi,A.M.; Bracarense,A.P.F.R.L.; Silva,C.A..
Foram avaliados os efeitos do plasma sanguíneo desidratado (PSD) sobre desempenho, perfil imunológico, histológico, microbiológico e peso de órgãos de leitões leves, desmamados aos 21 dias de idade. Foram utilizados 24 leitões, com idade média inicial de 21 dias, em delineamento experimental completamente ao acaso. Os tratamentos foram: T1 - animais pesados ao desmame, sem suplementação com PSD; T2 - animais leves ao desmame, suplementados com 10g/animal/dia de PSD; T3 - animais leves ao desmame, suplementados com 20g/animal/dia de PSD; T4 - animais leves ao desmame, sem suplementação com PSD. A adição de 20g de PSD na dieta melhorou o ganho diário de peso, aumentou o peso (g/kg) do baço e o título de IgA no soro entre 21 e 31 dias de idade. A inclusão de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Suíno; Plasma sanguíneo desidratado; Intestino delgado; Imunoglobulinas; E.coli.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352013000100028
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do uso da proteina de soja na alimentação de bezerros sobre a mucosa do intestino delgado. Repositório Alice
SILVA, A.G.; HUBER, J.T.; HERDT, T.H.; HOLLAND, R.; DEGREGORIO, R.M.; MULLANEY, T.P..
Determinar possíveis reações alergicasa causadas pelo uso de proteinas de soja em sucedaneos do leite para bezerros.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Proteina; Soja; Alimentação; Bezerros; Intestino delgado; Protein; Alimentation; Calves.
Ano: 1987 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/43149
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da suplementação de glutamina sobre o desempenho e o desenvolvimento de vilos e criptas do intestino delgado de frangos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Maiorka,A.; Silva,A.V.F.; Santin,E.; Borges,S.A.; Boleli,I.C.; Macari,M..
Investigou-se o efeito da suplementação de glutamina na dieta sobre o consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar e sobre a estrutura da mucosa intestinal de frangos. Foram utilizados 320 pintos de corte machos distribuídos em um delineamento inteiramente ao acaso com dois tratamentos e quatro repetições, sendo T1 suplementado com 1% de L-glutamina na dieta e T2 controle. Os índices de desempenho foram analisados aos 7, 21 e 49 dias de idade das aves. Aos 7 e 14 dias de idade oito aves foram sacrificadas para colheita de fragmentos de cada porção do intestino delgado para avaliação da morfometria intestinal em microscopia de luz em sistema analisador de imagens "Video Plan". As variáveis estudadas foram altura dos vilos, profundidade de cripta e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Frango de corte; Glutamina; Ganho de peso; Intestino delgado; Mucosa.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352000000500014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Linfangiectasia intestinal e linfangite lipogranulomatosa em dois caninos Ciência Rural
Ilha,Marcia Regina da Silva; Loretti,Alexandre Paulino; Barros,Claudio Severo Lombardo de.
Relatam-se dois casos adicionais de linfangiectasia intestinal e linfangite lipogranulomatosa (LI/LL) em caninos. Sinais clínicos manifestados pelos animais afetados incluíam diarréia crônica, perda de peso, dificuldade respiratória e anorexia. À necropsia, a mucosa do intestino delgado apresentava-se pálida, macia e com aspecto aveludado mais evidente conferido por vilosidades esbranquiçadas, alongadas, mais visíveis e densamente aglomeradas formando tufos. Na borda mesentérica da serosa intestinal, havia lesões arredondadas, lisas, elevadas, firmes, brancacentas, de 1-3mm de diâmetro, que também acompanhavam os vasos linfáticos mesentéricos que estavam salientes e distendidos por material espesso e esbranquiçado. Carcaças em mau estado corporal, edema...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Doença intestinal crônica; Enteropatia com perda protéica; Vasos linfáticos; Intestino delgado; Diarréia.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000400029
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Obstrução intestinal congênita em cão por aderência de alça em osso púbico Ciência Rural
Pereira,Evandro Zacché; Fam,Ana Laura Pinto D'Amico; Farias,Marconi Rodrigues de; Sarraff-Lopes,Ana Paula.
Atendeu-se uma cadela, sem raça definida, com aproximadamente cinco meses de idade, apresentando anamnese com queixa de apatia e hiporexia associadas a vômitos e emagrecimento progressivo com início incerto. Ao exame físico era evidente distensão abdominal com dilatação intestinal e aumento de peristaltismo. O animal apresentava-se emaciado e subdesenvolvido, com acentuado grau de desidratação, pulso filiforme e nível de consciência reduzido. Minutos após o início do atendimento a cadela foi a óbito. À necropsia, pôde-se observar um segmento do intestino delgado atravessando o púbis e com lúmen reduzido. Tal apresentação se faz relevante por se tratar de um caso nunca antes descrito na literatura veterinária.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Intestino delgado; Doença intestinal congênita; Púbis; Cão.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782011001000020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Resposta tecidual no abomaso e intestino delgado de caprinos resistentes e susceptíveis à endoparasitoses gastrintestinais. Repositório Alice
NEVES, M. R. M. das; ZAROS, L. G.; VIEIRA, L. da S.; MONTEIRO, J. P.; SILVA, R. L.; SILVA, N. B. da; LOBO, R. N. B..
2014
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Eosinófilo; Nematódeo gastrintestinal; Trichostrongylus colubriformis; Resposta imunológica; Caprino; Abomaso; Resistência; Nematóide; Intestino delgado; Parasito; Helminto gastrintestinal; Goats; Abomasum; Namatoda; Immune response.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1006405
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ressecção do intestino grosso e anastomose íleo-retal em suínos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Oliveira,H.P.; Bernis,W.O.; Alves,G.E.S.; Rezende,C.M.F..
A anastomose íleo-retal término-terminal, após ressecção do intestino grosso, foi realizada em 13 suínos Large White x Landrace, com média de 15kg de peso e em torno de 67 dias de idade, sob anestesia pelo halotano, em circuito semifechado. A laparotomia constou de incisão na região paramediana esquerda, no sentido da bainha prepucial, seguida de incisão na linha branca. O intestino grosso foi liberado das suas relações com o intestino delgado e do mesentério até a sua posição relativa aos ligamentos laterais da bexiga. O íleo e o reto foram seccionados tão próximo quanto possível da válvula íleocecal e a 10 e 12cm do esfíncter anal, respectivamente, e as ligaduras dos vasos mesentéricos foram feitas em massa, a intervalos de 2-3cm. O intestino grosso foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Suíno; Intestino grosso; Intestino delgado; Anastomose íleo-retal; Sistema digestivo.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352002000200005
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional