Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Armadilhas fotográficas na amostragem de mamíferos: considerações metodológias e comparação de equipamentos Zoologia
Srbek-Araujo,Ana C.; Chiarello,Adriano G..
A utilização de armadilhas fotográficas em estudos desenvolvidos no Brasil é recente. O alto custo dos equipamentos e os constantes gastos com material de consumo podem, em alguns casos, limitar o número de unidades e o tempo de amostragem. O presente estudo objetivou discutir questões metodológicas visando otimizar a utilização do equipamento no inventário de mamíferos, além de comparar dois modelos de armadilhas fotográficas. O estudo foi desenvolvido na Estação Biológica de Santa Lúcia, no centro-norte do estado do Espírito Santo entre janeiro de 2002 e novembro de 2003, utilizando três Wildlife Pro Camera© (WPC) e quatro DeerCam©. Constatou-se a importância da realização de amostragens em diferentes fitofisionomias, tendo sido observadas variações na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Armadilhamento; Floresta Atlântica; Inventários; Mastozoologia; Métodos.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-81752007000300016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aves em oito áreas de Caatinga no Sul do Ceará e Oeste de Pernambuco, nordeste do Brasil: composição, riqueza e similaridade Pap. Avulsos de Zool. (São Paulo)
Olmos,Fábio; Silva,Weber Andrade de Girão e; Albano,Ciro Ginez.
Inventários rápidos realizados em diferentes pontos no sul do Ceará e oeste de Pernambuco em julho e setembro de 2004 encontraram um total de 209 espécies de aves. A maior riqueza foi de espécies características das várias formações da Caatinga (99 espécies), seguidas por espécies de áreas abertas ou generalistas (65) e aves aquáticas (45). Não foi encontrado um padrão que associasse a similaridade entre áreas a um padrão geográfico. As espécies numericamente dominantes tendem a ser pequenos insetívoros que se alimentam em meio à vegetação baixa e granívoros como Columbidae e Coryphospingus pileatus. Generalistas como Cyanocorax cyanopogon também foram dominantes em alguns pontos. As caatingas muito alteradas ao redor de lagoas temporárias de Petrolina...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Aves; Caatinga; Ceará; Comunidades; Inventários; Pernambuco; Variação geográfica.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0031-10492005001400001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diversidade de anfíbios do Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil Iheringia, Sér. Zool.
Souza,Franco L.; Prado,Cynthia P.A.; Sugai,José L.M.M.; Ferreira,Vanda L.; Aoki,Camila; Landgref-Filho,Paulo; Strüssmann,Christine; Ávila,Robson W.; Rodrigues,Domingos J.; Albuquerque,Nelson R.; Terra,Juliana; Uetanabaro,Masao; Béda,Arlindo F.; Piatti,Liliana; Kawashita-Ribeiro,Ricardo A.; Delatorre,Milena; Faggioni,Gabriel P.; Demczuk,Stephani D.B.; Duleba,Samuel.
RESUMO A fauna de anfíbios do estado de Mato Grosso do Sul foi compilada e elaborada pela primeira vez, totalizando 97 espécies, o que representa pouco mais de 10% das espécies que ocorrem no Brasil. Nove famílias e 25 gêneros de Anura e apenas uma espécie de Gymnophiona foram registradas. As áreas de Cerrado apresentaram a maior riqueza, seguidas pelas florestas estacionais semideciduais, Chaco e veredas. Em relação às macrorregiões consideradas, foram registradas 56 espécies para a planície de inundação (majoritariamente representada pelo Pantanal) e 92 para o planalto. As regiões mais amostradas em Mato Grosso do Sul são o Parque Nacional da Serra da Bodoquena e algumas áreas do Pantanal, o que resulta em lacunas de amostragens por todo o estado,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Amphibia; Inventários; Biodiversidade; Programa Biota-MS.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0073-47212017000200252
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Macrofauna bêntica do Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha, Cabedelo, Paraíba, Brasil Biota Neotropica
Gondim,Anne Isabelley; Dias,Thelma Lúcia Pereira; Campos,Felipe Ferreira; Alonso,Carmen; Christoffersen,Martin Lindsey.
O Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha (Cabedelo, Paraíba) foi criado pelo Governo do Estado da Paraíba com a finalidade de conservar a biodiversidade local e de regulamentar as atividades turísticas na área. Mais de uma década depois de sua criação, este estudo configura-se no primeiro inventário da macrofauna bêntica desta, que, até então, é a única unidade de conservação completamente marinha do litoral paraibano. Os espécimes estudados provêm de coletas realizadas entre fevereiro e abril de 2008. Durante os trabalhos de campo, os animais foram amostrados através de buscas intensivas nos diversos microhabitats do recife. Foram identificadas 102 espécies distribuídas entre os táxons Cnidaria (13 spp.), Mollusca (57 spp.), Crustacea (15 spp.),...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Biodiversidade; Bentos; Inventários; Unidades de conservação.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032011000200009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morcegos de Paraíso do Tobias, Miracema, Rio de Janeiro Biota Neotropica
Esbérard,Carlos Eduardo Lustosa; Baptista,Márcia; Costa,Luciana de Moraes; Luz,Júlia Lins; Lourenço,Elizabete Captivo.
O objetivo deste trabalho é apresentar a primeira listagem de morcegos de um fragmento na região Noroeste do Estado do Rio de Janeiro, no município de Miracema. Foram realizadas nove noites de capturas utilizando redes de neblina e buscas por abrigos para o registro dos morcegos. Um total de 678 capturas e recapturas de 29 espécies foi registrado. A espécie mais frequente foi Platyrrhinus lineatus, seguido por Carollia perspicillata e Desmodus rotundus. Várias espécies deste levantamento são dignas de nota, como Natalus stramineus, Micronycteris hirsuta e Lophostoma brasiliense, espécies raramente relatadas para o estado. Apesar do reduzido esforço de coleta, uma elevada riqueza foi alcançada, com mais de 90% das espécies esperadas para a região. Neste...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Chiroptera; Diversidade; Inventários; Riqueza.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032010000400030
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Novos registros e notas sobre distribuição geográfica de Trichoptera Kirby, 1813 (Insecta) do Estado de Mato Grosso, Brasil Biota Neotropica
Nogueira,Denis Silva; Cabette,Helena Soares Ramos.
A ordem Trichoptera compreende uma das mais diversas e abundantes ordens dentre todos os grupos de insetos aquáticos encontrados em rios ao redor do mundo. Atualmente, cerca de 500 espécies são conhecidas no Brasil, mas apenas 16 espécies foram registradas para o Estado de Mato Grosso. O presente estudo apresenta uma lista das espécies conhecidas e novos registros, a partir de material coletado na região leste do estado nos últimos 10 anos e incorporado à seção entomológica da Coleção Zoobotânica "James A. Ratter" da Universidade do Estado de Mato Grosso, Nova Xavantina (CZNX). Foram registrados espécimes de tributários do Rio Xingu e do médio Rio das Mortes e em lagos e rios da planície de inundação do Bananal. Ao todo são reportadas 30 espécies, sendo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Transição Amazônia-Cerrado; Insetos aquáticos; Inventários; Ecossistemas aquáticos.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032011000200033
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Riqueza e composição de Arctiinae (Lepidoptera, Erebidae) em cinco Unidades de Conservação do Cerrado Iheringia, Sér. Zool.
Moreno,Carolina; Magalhães,Flávio C.; Rezende,Luiz H. G. de; Neves,Karen; Ferro,Viviane G..
RESUMO Cerca de 50% da diversidade de mariposas Arctiinae do Brasil está no Cerrado. Contudo, a fauna desses insetos é extremamente subamostrada na região norte do bioma, onde localizam-se as áreas de vegetação mais preservadas. Diante disso, este trabalho teve como objetivos descrever a riqueza, abundância, composição e diversidade beta de Arctiinae em diferentes fitofisionomias de cinco Unidades de Conservação localizadas no nordeste do Cerrado. Foram amostradas 83 espécies, das quais quase 78% ocorreram em apenas uma Unidade de Conservação. As localidades com menor grau de preservação apresentaram maior riqueza de espécies, o que pode ser explicado como uma resposta a distúrbios intermediários na paisagem destes locais. As fitofisionomias florestais...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Áreas protegidas; Inventários; Mariposas.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0073-47212015000300297
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Vertebrados da Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins: faunística, biodiversidade e conservação no Cerrado brasileiro Biota Neotropica
Nogueira,Cristiano de Campos; Ferreira,Mariana Napolitano e; Recoder,Renato Sousa; Carmignotto,Ana Paula; Valdujo,Paula Hanna; Lima,Flávio César Thadeo de; Gregorin,Renato; Silveira,Luís Fábio; Rodrigues,Miguel Trefaut.
Inventários e estudos faunísticos detalhados sobre vertebrados são uma das fontes mais relevantes de dados para interpretações de padrões detalhados de diversidade biológica. Dados básicos e de boa qualidade sobre faunística são ainda mais urgentes em regiões pouco estudadas e sob intensa ameaça antrópica, tais como a região do Cerrado, um dos 34 hotspots globais para a conservação da biodiversidade. Apresentamos aqui uma síntese dos resultados dos inventários de vertebrados na Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins (~716.000 ha), a segunda maior unidade de conservação em todo o Cerrado. Foram registradas 450 espécies de vertebrados na EESGT e entorno imediato, incluindo 17 espécies ameaçadas, 50 espécies endêmicas do Cerrado e 11 espécies com...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cerrado; Savanas; Conservação; Vertebrados; Áreas críticas; Inventários.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032011000100030
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional