Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de constituintes séricos em eqüinos e muares submetidos à prova de resistência de 76km, no Pantanal do Mato Grosso, Brasil Ciência Rural
Ribeiro,Cássio Ricardo; Martins,Edivaldo Aparecido Nunes; Ribas,José Antônio Silva; Germinaro,Ademir.
Estudaram-se as alterações nas concentrações séricas do sódio, potássio, cálcio ionizado, uréia, creatinina, glicose, creatino quinase (CK), aspartato aminotransferase (AST) e lactatodesidrogenase (LDH) em quinze eqüinos e cinco muares, durante prova de resistência de 76km de extensão, com dois dias de duração, no Pantanal de Mato Grosso. As amostras de sangue foram coletadas no primeiro dia, antes do início da prova (T1); ao fim do primeiro dia, após percorrer 38km (T2); no segundo dia, antes do início da prova (T3) e ao final da prova (T4). Nos eqüinos, foi observada queda na concentração sérica de sódio e LDH em T3 com retorno aos valores basais em T4. O potássio e o cálcio apresentaram queda da concentração em T2. Houve aumento da concentração sérica...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eqüino; Muar; Prova de resistência; Bioquímica sérica.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000400018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Deformidade angular adquirida no carpo de muares: diagnóstico, incidência e tratamento Ciência Rural
Loiacono,Bruno Zambelli; Aranzales,José Ramón Martinez; Faleiros,Rafael de Resende; Alves,Geraldo Eleno Silveira.
O objetivo deste trabalho foi diagnosticar, tratar e monitorar a ocorrência de DA adquirida no carpo de muares. O tratamento instituído nos animais portadores de DA foi determinado pelo desvio angular mensurado em imagens radiológicas. Membros com desvio ≤3° foram submetidos ao casqueamento (TC); desvios >3° e ≤7° foram tratados com transecção e elevação de periósteo e casqueamento (TEP); desvio >7° foram submetidos às mesmas medidas adotadas no grupo TEP, associadas ao uso de grampo trans-fisário (GTF). Os desvios foram monitorados através de radiografias obtidas 45 dias antes (T0), no início do tratamento (T1) e com 30 (T2) e 60 (T3) dias após a sua instituição. A incidência de animais acometidos no plantel estudado foi de 37,1%, sendo a demanda...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Carpo; Muar; Valgo; Varo.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782012001000022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito sedativo da romifidina em muares (Equus asinus caballus) não domados Ciência Rural
Alves,Geraldo Eleno Silveira; Faleiros,Rafael Resende; Gheller,Valentim Arabicano; Vieira,Mauro Machado.
Com o objetivo de verificar a viabilidade do uso da romifidina em muares e avaliar seus efeitos sedativos na espécie, utilizou-se essa droga para contenção farmacológica de burros não domados, submetidos à orquiectomia bilateral. Em uma primeira etapa, visando a verificar sua viabilidade, a romifidina foi aplicada por via intravenosa em oito animais nas doses de 0,04 e 0,08mg/kg. Já na Segunda etapa, compararam-se seus efeitos sedativos após a aplicação, por via intramuscular, das doses de 0,04, 0,08 e 0,12mg/kg, em três grupos de sete animais. Os sinais da sedação induzida pela romifidina foram semelhantes aos já descritos para eqüinos, porém, verificou-se menor intensidade, dentro das doses utilizadas. Apesar da via intravenosa ter produzido efeitos mais...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Romifidina; Pré-anestesia; Eqüídeo; Muar.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781999000100010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
ELISA rgp90 - metodologia alternativa para o diagnóstico da anemia infecciosa equina no Pantanal. Infoteca-e
NOGUEIRA, M. F.; NETO, A.A. da C.; JULIANO, R. S.; SANTOS, C. J. S.; MONTEZUMA, E. de S.; REIS, J.K.P. dos..
Como teste oficial para diagnóstico da anemia infecciosa equina (AIE), a política governamental brasileira para prevenção e controle da AIE determina que seja usado o teste de imunodifusão em gel de ágar (IDGA) com a proteína p26 do capsídeo viral como antígeno. A Organização Mundial para a Saúde Animal (OIE) afirma que a IDGA e os testes de imunoadsorção enzimática (ELISAs) são ambos testes acurados e confiáveis, classificando os últimos como testes alternativos. Internacionalmente, há quatro ELISAs disponíveis, três usando a p26, e um a p26 e a gp45, um antígeno da transmembrana viral. Pesquisadores brasileiros desenvolveram um ELISA indireto com uma glicoproteína recombinante da superfície viral, a rgp90. Anticorpos contra a gp90 são usualmente...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Equídeo; Muar; AIE; Retrovírus; IDGA; Sorologia.
Ano: 2009 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/812820
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Hérnia inguinal não encarcerada de ceco em mula - relato de caso Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Lera,K.R.J.L.; Schuh,B.R.F.; Paula,L.A.O.; Pagliosa,G.M..
RESUMO Uma mula hígida, de cinco anos de idade, foi atendida portando um aumento de volume na região abdominal lateral direita, estendendo-se da região inguinal até 25cm cranial à prega pré-crural, de 60 dias de evolução, após trauma com um touro. O volume era redutível e sem dor à palpação, com presença de intestino grosso envolvido por área circular hiperecogênica na imagem ultrasonográfica. O diagnóstico foi hérnia inguinal, e a paciente foi submetida à anestesia geral inalatória para abordagem cirúrgica pela região inguinal, onde se visualizou o ceco emergindo pelo anel inguinal externo, cujo diâmetro era de aproximadamente 10cm. O ceco apresentava coloração e conteúdo normais e parte do corpo e o ápice projetavam-se cranialmente para uma bolsa de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Muar; Anel inguinal externo; Trauma abdominal.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352019000501483
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Índice de vacinação antirrábica em equídeos de tração e índice de conscientização de sua importância na feira livre do município de Casa Nova-BA MV&Z
Mel, Carina de Castro Santos; Nunes, Amanda Karoline Rodrigues; de Oliveira, Juliana Siqueira Magalhães; de Faria, Marcelo Domingues; Gradela, Adriana.
Em Casa Nova-BA, os carroceiros têm papel importante na economia, transportando entulhos, lixo, alimentos e fretes, etc. Além dos problemas relacionados ao bem-estar animal, há o risco de transmissão de zoonoses, como a raiva, e de outras doenças a equídeos de populações controladas. Avaliou-se a espécie e idade dos equídeos e o índice de aceitação da vacinação antirrábica (IAV) e o índice de conscientização de sua importância (ICI) pelos proprietários. Cinco visitas, uma a cada mês, foram realizadas no período de fevereiro a junho de 2013 na feira livre desse município pelo Projeto Carroceiro da UNIVASF. Carroceiros eram convidados a responder a um questionário sobre a espécie e idade do equídeo de tração utilizado, se este recebeu vacinações prévias e a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Equino; Asinino; Muar; Raiva.
Ano: 2015 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/24783
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Obstrução recorrente das vias aéreas em muares: relato de três casos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Melo,U.P.; Ferreira,C.; Palhares,M.S..
Relatam-se três casos de obstrução recorrente das vias aéreas em muares com idade média de 10 anos. Os animais eram utilizados para concurso de marcha e criados em campo. Após serem mantidos em cocheiras com cama de serragem e alimentados com feno (tifton e alfafa) e ração comercial, começaram a manifestar intolerância ao exercício e episódios de tosse durante o exercício. Após exames clínico e laboratorial, instituiu-se terapia à base de clenbuterol, dexametazona e bromexina, além de controle ambiental. Após 21 dias de tratamento, ocorreu remissão dos sintomas clínicos. Para comprovação diagnóstica, os animais foram submetidos ao desafio ambiental, por um período de dois dias. Após o tratamento, os três animais voltaram a desempenhar suas atividades...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Muar; Obstrução recorrente; Vias aéreas; Intolerância ao exercício.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000300012
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional