Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 29
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Briófitas de mata paludosa, município de Zacarias, noroeste do Estado de São Paulo, Brasil Acta Botanica
Peralta,Denilson Fernandes; Yano,Olga.
Na Mata Paludosa foram encontradas 84 espécies de briófitas, sendo 44 de musgos pertencentes a 36 gêneros em 22 famílias e 40 de hepáticas, pertencentes a 18 gêneros e 13 famílias. Destas espécies, 15 são citadas pela primeira vez para o Estado de São Paulo.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Musgos; Hepáticas; Zacarias; Distribuição geográfica; Levantamento florístico.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000400030
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Briófitas de praias do Estado de São Paulo, Brasil Acta Botanica
Visnadi,Sandra Regina.
O trabalho compõe-se de uma lista de briófitas, um grupo de plantas ausente em ambientes marinhos, porém ocorrente em condições arenosas e salinas e sob ação das ondas e dos ventos nas praias de Ubatuba, Bertioga e Peruíbe, no Estado de São Paulo. O material coletado encontra-se depositado nos herbários SP e HRCB. As 108 exsicatas com 67 amostras de hepáticas e 59 amostras de musgos incluem 25 famílias, 49 gêneros e 77 espécies de briófitas. Os maiores números de gêneros e espécies foram observados em Lejeuneaceae e Lejeunea, respectivamente, entre as hepáticas. O mesmo pode ser dito para Orthotrichaceae e Bryum, quanto aos musgos. São citadas 29 espécies, pela primeira vez, para determinados tipos de substratos como solo, casca de arbustos e rochas. As...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Hepáticas; Lista; Musgos; Praias; Taxonomia.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062004000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Briófitas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, RJ, Brasil Acta Botanica
Imbassahy,Caio Amitrano de Alencar; Costa,Denise Pinheiro da; Araujo,Dorothy Sue Dunn de.
Este trabalho representa uma síntese do conhecimento florístico de briófitas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, com resultados de campo, material de herbário e publicações. Foram registrados 61 táxons de briófitas, pertencentes a 15 famílias e 33 gêneros. Para cada táxon foram analisados a distribuição geográfica, o tipo de substrato e a forma de vida. A família predominante foi Lejeuneaceae (25 espécies), seguida de Jubulaceae (sete), Calymperaceae (quatro) e Sphagnaceae (quatro). Entre as espécies, predominaram as de distribuição Neotropical (35%). Com relação ao substrato preferencial, a maior parte dos táxons é corticícola. A forma de vida predominante foi o tapete, seguido pelo tufo e a trama. O Parque possui brioflora bastante...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Florística; Hepáticas; Musgos; Restinga; Rio de Janeiro.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062009000200028
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
BRIOFITAS SOBRE CARPOFOROS DE HONGOS Gayana Botánica
Ardiles Huerta,Victor; Osorio-Zúñiga,Felipe; Barrera Moscoso,Elizabeth.
Se registra el desarrollo de briófitas sobre carpóforos de hongos de estructura coriácea, leñosa y perenne. Los resultados revelan la presencia de siete especies de hepáticas fo liosas: Bazzania peruviana, Heteroscyphus integrifolius, Leiomitria elegans, Lepidozia chordulifem, Plagiochila bispinosa, Porella chilensis, Telaranea blepharostoma y dos musgos: Dicranoloma robustum e Hypnum chrysogaster. Se propone que los hongos de estas características son un apropiado sustrato para el desarrollo de algunas especies de hepáticas foliosas y musgos. Este artículo es una primera aproximación al estudio de briófitas que crecen sobre la superficie de carpóforos de hongos.
Tipo: Journal article Palavras-chave: Hepáticas; Musgos; Estructura coriácea.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-66432009000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Brioflora epífita e epífila da RPPN Frei Caneca, Jaqueira, PE, Brasil Acta Botanica
Campelo,Maria Jaciane de Almeida; Pôrto,Kátia Cavalcanti.
Foi realizado um inventário da brioflora epífita e epífila da RPPN Frei Caneca (8º42'41"S e 35º50'30"W, 750 m alt., 630 ha), remanescente de Floresta Atlântica, localizado no município de Jaqueira, Pernambuco. Um total de 120 amostras de briófitas epífitas foi coletado desde a base até a primeira ramificação do tronco em forófitas arbóreas representativas na área de estudo. Para o inventário das epífilas foram coletadas 40 amostras compostas de três a cinco folhas de arbustos e árvores, desde a base até cerca de 25 m de altura. A brioflora é composta por 71 espécies, distribuídas em 46 espécies de hepáticas e 25 espécies de musgos. Das 21 famílias registradas, Lejeuneaceae (31 spp.) e Calymperaceae (7 spp.) apresentaram maior riqueza genérica e específica....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Briófitas; Hepáticas; Musgos; Inventário; Floresta Atlântica.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062007000100017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Checklist de briófitas (Antocerotophyta, Bryophyta e Marchantiophyta) do estado de São Paulo Biota Neotropica
Peralta,Denilson Fernandes; Yano,Olga.
Foram revisadas todas as publicações que citam amostras do estado de São Paulo e excluídos 10 nomes de ocorrência incerta. Foram incluídos os táxons que possuíam amostras provenientes do estado de São Paulo que e apresentavam espécimes depositadas em herbários indexados. Foram encontradas 1.324 espécies de briófitas incluindo nove em Antocerotophyta (9), Bryophyta (740) e Marchantiophyta (575). Foram conferidas as identificações de 1.000 dos táxons citados e 324 baseando-se em literatura. Dos táxons reconhecidos nesta listagem 139 apresentam como única citação para o conhecimento científico da espécie a localidade-tipo dentro do estado de São Paulo. As perspectivas de pesquisa para as briófitas nos próximos 10 anos estão principalmente relacionadas a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Briófitas; Biodiversidade de plantas; Musgos; Hepáticas; Antóceros.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032011000500011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Contribuição para o conhecimento da taxonomia, ecologia e fitogeografia de Briófitas da Amazônia Oriental Acta Amazonica
Alvarenga,Lisi Dámaris Pereira; Lisboa,Regina Célia Lobato.
O presente trabalho documenta o inventário da brioflora da Estação Científica Ferreira Penna (ECFPn), localizada na FLONA Caxiuanã (1º42'30"S - 51º31'45"W), Melgaço - Pará, realizado por ocasião da primeira chamada do Programa de Residência em Estudos Amazônicos, iniciativa do Museu Paraense Emílio Goeldi. Musgos e Hepáticas foram amostrados nos ecossistemas de mata de terra firme, várzea, igapó, capoeiras e campina, e analisadas quanto à composição, riqueza e diversidade. Foram registradas 1081 ocorrências de briófitas de 120 espécies, sendo 79 hepáticas e 41 musgos, das quais oito hepáticas são novas referências para o Estado do Pará. As famílias de maior riqueza e assiduidade foram Lejeuneaceae (58 spp.), Calymperaceae (13 spp.), Sematophyllaceae (9...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Caxiuanã; Estação Científica Ferreira Penna; Musgos; Hepáticas; Inventário; Floresta Amazônica.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672009000300003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição da brioflora em diferentes fisionomias de cerrado da Reserva Biológica e Estação Experimental de Mogi-Guaçu, SP, Brasil Acta Botanica
Visnadi,Sandra Regina.
O trabalho refere-se à distribuição da brioflora ocorrente no cerrado Reserva Biológica e Estação Experimental de MogiGuaçu. Este bioma apresenta fisionomias que variam de florestas a campos. As coletas foram realizadas entre 1993 e 1995, na casca de 15 espécies de forófitos arbustivo-arbóreos, ao longo de um transecto, passando por cinco fisionomias diferentes de cerrado. Estudaramse 1.345 exsicatas de 49 gêneros e 92 espécies de briófitas. A brioflora está relacionada às fisionomias de cerrado e não aos forófitos arbustivo-arbóreos. As fisionomias são mais semelhantes quanto à flora de musgos do que em relação à flora de hepáticas. As briófitas distribuem-se em três grupos de fisionomias: cerrado sentido restrito, campo cerrado e transição / cerrado...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Hepáticas; Musgos; Distribuição de briófitas; Fisionomias de cerrado; Mogi-Guaçu.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062004000400026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Flora vascular y musgos en la zona altoandina de la Isla Navarino (55°S), Reserva de la Biosfera Cabo de Hornos, Chile Gayana Botánica
Méndez,Manuela; Rozzi,Ricardo; Cavieres,Lohengrin.
Se realizó un estudio donde se identificaron las especies de plantas vasculares y musgos presentes en el Cerro Bandera. Puerto Williams (55°S) Chile y se observaron los patrones de distribución entre una ladera de exposición ecuatorial y una ladera de exposición polar, y entre microhábitats dentro de cada ladera. Se registró un total de 52 especies, de las cuales 34 corresponden a musgos y 18 a plantas vasculares. Se encontraron diferencias en las preferencias de laderas y de microhábitats entre las distintas especies. Además se evidenció que las preferencias de microhábitats de los musgos fueron muy distintas a las de las plantas vasculares en ambas laderas.
Tipo: Journal article Palavras-chave: Altoandino; Asociaciones positivas; Musgos; Sub-Antártico.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-66432013000200011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Helicophyllaceae (Bryophyta), nova ocorrência para o Estado do Pará, Brasil Acta Amazonica
Lisboa,Regina C. L.; Santos,Rita de Cássia P. dos.
Helicophyllaceae, família monotípica neotropical, é registrada pela primeira vez no Estado do Pará. Sua única espécie, Helicophyllum torquatum (Hook.) Brid., registrada anteriormente no Estado do Amazonas e que recentemente havia sido excluída da lista de musgos amazônicos, é apresentada como nova ocorrência para toda a Amazônia brasileira.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Musgos; Briófitas; Helicophyllum; Amazônia.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672005000300006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
La costra biológica del suelo: Avances recientes en el conocimiento de su estructura y función ecológica RChHN
CASTILLO-MONROY,ANDREA P; MAESTRE,FERNANDO T.
La costra biológica del suelo (CBS) es una comunidad biótica formada por la íntima asociación entre partículas de suelo, cianobacterias, algas, hongos, líquenes, hepáticas y briófitos. La CBS está ampliamente distribuida en muchos tipos de suelo y en casi todas las comunidades vegetales donde la luz alcanza la superficie del suelo, si bien predomina en zonas áridas, semiáridas, alpinas y polares. Este conjunto de organismos proporciona un aporte importante de carbono y nitrógeno al suelo, incrementa su estabilidad y lo protege frente a la acción erosiva de la lluvia y el viento. También modula la infiltración y afecta de manera directa a las plantas vasculares y otros organismos. El conocimiento de la biología, ecología y fisiología de la CBS ha aumentado...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Cianobacterias; Costra biológica del suelo; Ecosistema semiárido; Líquenes; Musgos.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0716-078X2011000100001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Levantamento florístico de Bryopsida de cerrado e mata ripícola do Parque Nacional de Sete Cidades, Piauí, Brasil Acta Botanica
Castro,Nívea Maria Carneiro Farias; Pôrto,Kátia Cavalcanti; Yano,Olga; Castro,Antônio Alberto Jorge Farias.
Foi realizado o levantamento florístico das Bryopsida dos ecossistemas de cerrado e de mata ripícola do Parque Nacional de Sete Cidades localizado nos municípios de Piracuruca e Brasileira (04º0515'S e 41º3045'W), Piauí, Brasil. Foram identificadas 22 espécies de musgos pertencentes às famílias: Bartramiaceae (1 sp.), Bryaceae (2 sp.), Calymperaceae (2 sp.), Dicranaceae (3 sp.), Erpodiaceae (1 sp.), Fissidentaceae (6 sp.), Hypnaceae (1 esp.), Leucobryaceae (1 sp.), Pottiaceae (2 sp.), Sematophyllaceae (2 sp.) e Stereophyllaceae (1 sp.). Constituem-se novas referências para o Brasil, Weisiopsis nigeriana (Egun. & Olar.) Zand.; para o Nordeste, Campylopus heterostachys (Hampe) Jaeg. e para o Estado do Piauí: Bryum capillare Hedw., Bryum cruegeri...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Musgos; Bryopsida; Cerrado; Piauí.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062002000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfologia de esporos de espécies de Polytrichaceae Schwägr. (Bryophyta) do Brasil Rev. Bras. Bot.
Rocha,Lucas Matheus da; Gonçalves-Esteves,Vania; Luizi-Ponzo,Andréa Pereira.
A morfologia dos esporos é descrita para todos os seis gêneros de Polytrichaceae ocorrentes no Brasil baseando-se no estudo, em microscopia de luz e eletrônica de varredura, de 13 das aproximadamente 30 espécies da família nativas para o país. Também é apresentada a discussão sobre sua importância taxonômica. Os esporos foram estudados antes e após o método da acetólise. Os resultados indicam Polytrichaceae como euripalinológica. A superfície dos esporos de Atrichum androgynum (Müll. Hal.) A. Jaeger é formada por grânulos regulares, com gemas isoladas. Os esporos de Itatiella ulei P. Beauv. e das espécies de Oligotrichum Lam. & DC. são de tamanho pequeno a médio, com báculos, processos alongados, clavas e pilos na superfície. Espécies de Pogonatum...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Briófitas; Musgos; Palinologia; Polytrichaceae.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042008000300017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfología y distribución de Dolotortula mniifolia y Trachyphyllum dusenii (Bryophyta) en Panamá Boletín de la Sociedad
Gudiño Ledezma,José; Salazar Allen,Noris.
El género Dolotortula y la especie D. mniifolia, se registran por primera vez para Panamá. Se describen por primera vez para las poblaciones de Centroamérica de D. mniifolia tallos ramificados y borde de la hoja de color amarillo, éste en corte transversal, con 5-6 hileras de células de paredes engrosadas. Se detalla y amplía la morfología y distribución geográfica de Trachyphyllum y la especie T. dusenii, recientemente reportados para Panamá. Se reportan por primera vez hojas periqueciales débilmente serruladas para esta especie. La distribución de esta especie en Panamá es la más septentrional conocida para la América tropical, e incluye las únicas poblaciones del género conocidas para la vertiente del Pacífico. Se incluyen mapas con la distribución...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Centroamérica; Dolotortula; Musgos; Morfología; Neotrópico; Panamá; Trachyphyllum.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1851-23722017000200013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Musgos acrocárpicos das matas de galeria da Reserva Ecológica do IBGE, RECOR, Distrito Federal, Brasil Acta Botanica
Câmara,Paulo Eduardo Aguiar Saraiva.
A Reserva Ecológica do IBGE, localizada a 35 km ao sul do centro da cidade de Brasília é uma das Áreas Núcleo da Reserva da Biosfera do Cerrado, criada pela UNESCO. Neste trabalho são apresentados os musgos acrocárpicos que alí ocorrem e que são representados por 12 famílias e 26 espécies sendo Bryaceae (cinco) a de maior riqueza específica. Foram encontradas quatro novas ocorrências para o Distrito Federal e duas para a região Centro-Oeste. São apresentadas chaves, cometários, distribuição geográfica e diagnoses.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Briófitas; Distrito Federal; IBGE; Matas de galeria; Musgos.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062008000400013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Musgos (Bryophyta) de bosques de Polylepis sericea (Rosaceae) del estado Mérida (Venezuela) Boletín de la Sociedad
Delgado,Jesus; León-Vargas,Yelitza.
Se presenta un listado de 90 especies de musgos asociados a parches de bosques de Polylepis sericea Wedd., en el estado Mérida, Venezuela. La familia Leucobryaceae es la más diversa con 14 especies. Bryaceae, Bartramiaceae y Pottiaceae, le siguen en orden de importancia taxonómica. Los géneros más diversos son Campylopus (14 especies), Leptodontium (5), Breutelia (4), Bryum (4), Zygodon (4) y Racomitrium (3). La condición acrocárpica es la dominante, representada por 68 especies, siendo los tepes altos los más frecuentes (41,11%), seguidos por los tepes cortos (24,44%) y los tapetes extensivos (8,89%). El análisis fitogeográfico muestra una predominancia del elemento neotropical (36%) sobre el elemento ampliamente distribuido en el mundo (27%). En la...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bosques; Bryophyta; Musgos; Páramo; Polylepis sericea; Venezuela.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1851-23722017000200010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Musgos (Bryophyta) de um fragmento de Mata Atlântica na Serra da Jibóia, município de Santa Terezinha, BA, Brasil Acta Botanica
Valente,Emilia de Brito; Pôrto,Kátia Cavalcanti; Vilas Bôas-Bastos,Silvana Brito; Bastos,Cid José Passos.
O levantamento de musgos realizado em uma área de Mata Atlântica no município de Santa Terezinha, Bahia, resultou em flora rica, com 61 espécies pertencentes a 23 famílias e 46 gêneros. Sematophyllaceae (sete spp.), Orthotrichaceae (seis spp.), Pilotrichaceae (cinco spp.), Calymperaceae (cinco spp.), Leucobryaceae (cinco spp.) e Meteoriaceae (quatro spp.) apresentaram maior riqueza específica. Actinodontium integrifolium (Broth.) Churchill e Calymperes venezuelanum (Mitt.) Broth. ex Pittier constituem novos registros para o Brasil. Ectropothecium leptochaeton (Schwaegr.) W.R. Buck, Eulacophyllum cultelliforme (Sull.) W.R. Buck & Ireland, Fissidens santaclarensis Thér., Lepidopilidium portoricense (Müll. Hal.) H.A. Crum & Steere,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Briófitas; Brioflora; Comunidades; Floresta submontana; Musgos.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062009000200008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Musgos da Gruta de Mirassol, São Paulo Acta Botanica
Yano,Olga; Santos,Solange Xavier dos.
Na Gruta de Mirassol foram encontradas 27 espécies de musgos pertencentes a 23 gêneros de 19 famílias. Racopilum tomentosum (Hedw.) Brid., Helicophyllum torquatum (Hook.) Brid. e Hyophila involuta (Hook.) Jaeg. & Sauerb. são as espécies mais abundantes. Brachymenium acuminatum Harv., Cyclodictyon varians (Sull.) O. Kuntze, Entodontopsis leucostega (Brid.) Buck & Ireland, Fissidens mollis Mitt., F. weirii Mitt., Hyophila involuta (Hook.) Jaeg. & Sauerb. e Trichosteleum fluviale (Mitt.) Jaeg. estão sendo referidas pela primeira vez para o estado de São Paulo.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Musgos; Bryopsida; Gruta de Mirassol-SP; Distribuição geográfica.
Ano: 1993 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061993000200005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Musgos da ilha de Marajó - II - Município de Anajás Pará, Brasil Acta Amazonica
LISBOA,Regina C. L.; LIMA,Maria Josiane L. de; MACIEL,Ubirajara N..
No município de Anajás, Ilha de Marajó, situado no estado do Pará, foram realizadas coletas de Bryophyta (musgos), em continuidade ao projeto que tem como objetivo conhecer a brioflora da ilha. Foram identificadas 34 espécies, distribuídas em 25 gêneros e 17 famílias. Destas, Calymperaceae e Sematophyllaceae destacaram-se pela diversidade específica, com seis e cinco espécies, respectivamente. Os musgos Syrrhopodon leprieurii Mont., Fissidens elegans Brid., Isopterygium subbrevisetum (Hampe) Broth, e Meiothecium boryanum (C. Müll.) Mitt., são apresentados como novas ocorrências para o estado do Pará.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bryophyta; Musgos; Ilha de Marajó; Novas ocorrências.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59671999000200201
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Musgos do Pico da Caledônea, município de Nova Friburgo, estado do Rio de Janeiro, Brasil Acta Botanica
Costa,Denise Pinheiro da.
No Pico da Caledônea, município de Nova Friburgo, estado do Rio de Janeiro, foram encontradas 22 famílias de musgos distribuídas em 36 genêros e 53 espécies, das quais 7 espécies são citadas pela primeira vez para o Estado e 2 para o Brasil. Obra original, basiônimo, localidade-tipo, material examinado, comentários e distribuição geográfica são apresentados para cada espécie.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Musgos; Nova Friburgo; Rio de Janeiro.
Ano: 1994 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061994000200003
Registros recuperados: 29
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional