Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 14
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A ocorrência do mutualismo facultativo entre Dyckia maritima Backer (Bromeliaceae) e o cupim Cortaritermes silvestrii (Holmgren), Nasutitermitinae, em afloramentos rochosos no Parque Estadual de Itapuã, Viamão, RS Acta Botanica
Waldemar,Celso Copstein; Irgang,Bruno Edgar.
A presença de colônias de C. silvestrii é comum nos lajeados existentes em Itapuã. Na estação Morro da Grota1, 92,0 % dos termiteiros situados na rocha exposta e em ilhas de vegetação estão associados a D. maritima. Esta convivência ocorre em 31,2 % das ilhas na qual esta bromélia se faz presente. Nas ilhas, a comparação entre os substratos aonde D. maritima vegeta, o solo litólico húmico existente sob o manto do musgo Campylopus spp. e o substrato constituído pelo cupinzeiro indica que este último possui os teores mais elevados dos nutrientes P, K, Ca, Mg, Zn e Mn, maior CTC e maiores teores de partículas finas, principalmente o silte. O estabelecimento de D. maritima sobre os termiteiros de grande porte aumenta o seu valor de cobertura em ilhas de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mutualismo; Dyckia maritima; Bromeliaceae; Cortaritermes silvestrii; Nasutitermitinae.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062003000100004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Associação entre abelhas-sem-ferrão (Hymenoptera: Apidae: Meliponina) e Aetalion reticulatum (L.) (Hemiptera: Aethalionidae) em plantio de açaí-de-touceira. Repositório Alice
SANTOS, R. S.; PERUQUETTI, R. C.; MELO, G. A. R. de; SILVA, W. da; VASCONCELOS, A. da S.; AZEVEDO, T. da S..
Aetalion reticulatum (L.) (Hemiptera: Aethalionidae), conhecida popularmente por cigarrinha-das-frutíferas, cigarrinha-dos-pomares ou cigarrinha-dopedúnculo, é um inseto fitófago, cujas ninfas e adultos atacam diferentes espécies vegetais. Em março de 2014, no Campo Experimental da Embrapa Acre, foi observada a associação entre abelhas-sem-ferrão e colônias de A. reticulatum em cachos de açaí-de-touceira (Euterpe oleracea Martius).
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Açaí de touceira; Abelha sem ferrão; Spittlebugs; Oxytrigona cf mellicolor; Trigona amazonensis; Campo Experimental; Embrapa Acre; Rio Branco (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazônia Ocidental; Açaí; Euterpe oleracea; Plantio; Praga de planta; Cigarrinha das pastagens; Aethalion reticulatum; Hospedeiro animal; Simbiose; Plant pests; Mutualism; Plagas de plantas; Mutualismo.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1089377
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia reprodutiva de Psychotria suterella Muell. Arg. (Rubiaceae) e a abordagem de escalas ecológicas para a fenologia de floração e frutificação Rev. Bras. Bot.
Lopes,Luciano E.; Buzato,Silvana.
O comportamento de forrageio de polinizadores e dispersores de sementes é influenciado pela heterogeneidade de recursos no ambiente, sendo importante conhecer a variação espaço-temporal dos recursos a fim de compreender as relações mutualistas estabelecidas entre plantas e animais. Na paisagem estudada, a floração de Psychotria suterella ocorreu de janeiro a abril, meses de maior pluviosidade no ano, e apresentou alta sincronia entre as populações. O padrão fenológico de floração encontrado na categoria de indivíduo se assemelhou ao registrado para as categorias de população e paisagem. A frutificação ocorreu durante todo o ano, com maior disponibilidade de frutos maduros em maio e dezembro, havendo menor sincronia entre as populações e entre os indivíduos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Atributos florais; Escalas ecológicas; Fenologia; Mutualismo; Polinização.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042005000400013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cochonilhas-farinhentas associadas à formiga Dorymyrmex bicolor em agroecossistema de videira no Submédio São Francisco. Repositório Alice
LOPES, F. S. C.; SOUZA, A. M. de; OLIVEIRA, J. V. de; OLIVEIRA, J. E. de M.; OLIVEIRA, M. D. de; MENEZES, K. O. de.
o objetivo deste trabalho foi identificar e registrar a ocorrência de Dorymyrmex bicolor associada a cochonilhas-farinhentas em cultivos de videira no Submédio São Francisco.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Mutualismo; Cochonilha-farinhenta; Doryrmyrmex; Formiga; Uva; Inseto; Controle biologico; Bological control; Insect; Grapes.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1058481
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Domácias e seu papel na defesa das plantas Ciência Rural
Matos,Cláudia Helena Cysneiros; Pallini,Angelo; Bellini,Luiz Luciano; Freitas,Rita Cristina Pereira de.
Domácias são pequenas estruturas presentes na face inferior das folhas de diversas plantas de importância agrícola e têm sido descritas por serem tipicamente habitadas por ácaros (predadores e fungívoros) que provêm benefícios às plantas. São estruturas extremamente complexas e não apresentam qualquer função fisiológica conhecida. Tem sido postulado que os ácaros se beneficiam das domácias pela obtenção de um local seguro para reprodução e proteção contra predadores e que as plantas também se beneficiam pela redução do ataque de herbívoros ou patógenos. Assim, ecologistas têm hipotetizado que as domácias mediam uma associação mutualística entre as plantas e os ácaros que protegem as folhas. Nesta revisão, é discutido o papel das domácias na defesa das...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Interação tritrófica; Ácaro; Mutualismo; Defesa constitutiva; Estruturas da folha.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000300050
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da idade do Eucalipto sobre a intensidade de formação de micorrizas em sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. Repositório Alice
SANTOS, G. M. dos; RIBEIRO, J. L.; CARVALHO, K. S. de; CURY, J. C.; GONTIJO NETO, M. M.; SOUZA, F. A. de.
2014
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Micorriza; Simbiose; Mutualismo.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/992925
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudo da interação mutualística entre a garça – vaqueira (Bubulcus ibis) e o gado bovino MV&Z
Machado, Adriana Conceição; Vieira, Renan Luiz Albuquerque; Santos, Uilton Góes dos; Machado, William Moraes; Vieira, Vinicius Pereira; Soledade, Adriana Fernandes.
O mutualismo é um tipo de associação permanente mutuamente benéfica e de dependência estrita, podendo ser representada por uma relação obrigatória ou não. Um exemplo disso são os líquens onde temos a união dos fungos fazendo o papel de absorção e das algas fazendo o papel de fotossíntese. Já no mutualismo facultativo as duas espécies são beneficiadas e podem viver independentemente ou trocar de parceiro. A garça-vaqueira é uma ave que possui comprimento médio de 49 cm, apresentando coloração da plumagem predominantemente branca com as regiões do bico, íris e tarsos amareladas.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Forrageamento; Mutualismo; Hábitos alimentares.
Ano: 2014 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/24187
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fauna de Hymenoptera em Ficus spp. (Moraceae) na Amazônia Central, Brasil Iheringia, Sér. Zool.
Nazareno,Alison G.; Silva,Ranyse B. Querino da; Pereira,Rodrigo A. S..
A interação Ficus (Moraceae) - vespas de figo é considerada um dos exemplos mais extremos de mutualismo entre planta e inseto. Neste trabalho, descreve-se a fauna de vespas de figo associada a cinco espécies de Ficus na Amazônia Central, considerando alguns aspectos do modo de polinização nas espécies Ficus (Urostigma) cremersii, Ficus (Urostigma) greiffiana, Ficus (Urostigma) mathewsii, Ficus (Urostigma) pertusa e Ficus (Pharmacosycea) maxima. O estudo foi desenvolvido durante o período de abril a julho de 2004 em Manaus e Presidente Figueiredo, Estado do Amazonas. O número de espécies de vespas de figo por hospedeiro variou de uma a 13. Vespas do gênero Pegoscapus Cameron, 1906, polinizadoras de Ficus (Urostigma) spp., apresentam pentes coxais e bolsos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Co-evolução; Dimorfismo sexual; Diversidade; Interação planta-inseto; Mutualismo.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0073-47212007000400013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Intensidade de micorrização, em solos coletados de fragmentos florestais da transição bioma Cerrado e Mata Atlântica como diagnóstico da qualidade e da recuperação ambiental. Repositório Alice
RIBEIRO, J. L.; SANTOS, G. M. dos; CARVALHO, K. S. de; VIANA, J. H. M.; CURY, J. de C.; COSTA, T. C. e C. da; SOUZA, F. A. de.
2014
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Micorrização; Fragmento florestal; Simbiose; Mutualismo.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/992930
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Interação insetos-sementes: o mutualismo é possível. Infoteca-e
TEIXEIRA, C. A. D.; SOUZA, O. de..
Nesta publicação encontram-se reunidas informações sobre insetos e sementes de Parkia multijuga, Coffea canephora e Gossypium thurberi, para produzir um quadro comparativo da interação entre esses grupos de espécies. Argumentou-se que, no período reprodutivo das plantas, a cooperação entre estes organismos pode ir além da polinização. Foi proposto que os insetos podem ser elementos chave na estratégia reprodutiva das plantas, contribuindo decisivamente para o sucesso da germinação e estabelecimento de novas plântulas.
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Parkia multijuga; Reprodução das plantas; Mutualismo.
Ano: 2005 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/710604
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Jardins de formigas na Amazônia Central: um experimento de campo utilizando cupins vivos como iscas Acta Amazonica
Paula,Joana D'Arc de; Lopes,Aline.
Jardins de formigas são um tipo especial de associação entre formigas e epífitas, em que duas ou mais espécies de formigas podem compartilhar o mesmo ninho por parabiose. Essa associação que ocorre em florestas tropicais ainda foi pouco estudada. O objetivo deste trabalho foi avaliar jardins de formigas na Amazônia Central determinando se as formigas identificam e removem potenciais herbívoros que estejam visitando as árvores hospedeiras de jardins de formigas ocupados pelas espécies Camponotus femoratus e Crematogaster levior. No estudo foram observadas 42 árvores contendo jardins de formigas. Em cada árvore foi colocado um cupim, como isca, a diferentes distâncias do ninho, contabilizado o tempo para sua remoção e observado se havia recrutamento de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Camponotus femoratus; Crematogaster levior; Parabiose; Mutualismo.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672013000400006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O mutualismo como forma de gestão de risco na agricultura. Repositório Alice
OZAKI, V. A..
A agricultura é, notadamente, uma atividade que apresenta grau elevado de risco. Fenômenos climáticos extremos, por exemplo, podem afetar, de forma negativa, a produtividade e a rentabilidade do setor. Para protegerem-se desse risco os produtores utilizam mecanismos que buscam mitigá-lo, dos quais o mutualismo é uma das formas mais antigas. Este artigo enfoca, de maneira analítica, as principais iniciativas dos produtores de criar, por meio de suas cooperativas, sociedades mútuas que os assegurem contra eventos aleatórios adversos.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Fenômeno aleatório adverso; Risco agrícola; Mutualismo; Gestão de risco; Agricultura.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/119329
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Reconsiderando el nicho hutchinsoniano Ecología austral
Vázquez,Diego P.
El nicho es un concepto central en ecología. Sin embargo, ha sido difícil contar con una definición clara y general. Una definición históricamente importante e influyente hasta nuestros días es la propuesta por G. E. Hutchinson. A pesar de su importancia, esta definición también presenta varias limitaciones, particularmente en su conexión con la idea de la competencia interespecífica. Esta conexión entre nicho y competencia ha permanecido hasta nuestros días, dificultando la evolución de un concepto de nicho más general y menos ambiguo. En este artículo propongo algunas modificaciones al concepto original de Hutchinson que creo pueden ayudar a mitigar algunas de sus limitaciones.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Competencia; Dispersión; Interacciones interespecíficas; Mutualismo; Nicho fundamental; Nicho realizado.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1667-782X2005000200005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Relação entre diferentes espécies de formigas e a mirmecófita Cordia nodosa Lamarck (Boraginaceae) em áreas de mata ripária na Amazônia mato-grossense Acta Amazonica
Izzo,Thiago Junqueira; Peneti-Benelli,Adarilda.
Os benefícios obtidos por um organismo em uma associação mutualística podem variar em função de fatores ambientais, bem como entre as diferentes espécies que podem estar associadas. Neste trabalho demonstramos que quatro espécies de formigas, Crematogaster brasiliensis, Allomerus octoarticulatus e duas não identificadas do gênero Azteca podem ser encontradas associadas à mirmecófita Cordia nodosa em florestas ripárias sul-amazônicas. Essa composição de espécies de formigas é mais similar a encontrada na Amazônia Andina do que aquela da Amazônia Central brasileira. A colonização por formigas parece ser determinante, pois diminuiu a herbivoria e, consequentemente, aumentou a probabilidade de C. nodosa produzir frutos. Adicionalmente, mesmo não havendo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mirmecófita; Cordia nodosa; Formigas; Mutualismo.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672011000300004
Registros recuperados: 14
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional