Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 120
Primeira ... 123456 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A new species of Bulbophyllum section Epicrianthes (Orchidaceae) from Papua Province, Indonesia Naturalis
Vermeulen, J.J.; Vogel, E.F. de; Vogel, A.P.T.M..
Bulbophyllum dijkstalianum is described, of section Epicrianthes. Within the section, the species is uniquely identified by the stiffly patent rhizome; all other species have a more or less pendulous rhizome.
Tipo: Article / Letter to the editor Palavras-chave: Bulbophyllum; Indonesia; New Guinea; Orchidaceae.
Ano: 2010 URL: http://www.repository.naturalis.nl/record/524567
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A new species of Bulbophyllum Thouars (Orchidaceae) from Minas Gerais, Brazil Rev. Bras. Bot.
Smidt,Eric de Camargo; Borba,Eduardo Leite.
During the taxonomic revision of the Neotropical Bulbophyllum (Orchidaceae) species, a new species was discovered from Bom Sucesso, Minas Gerais State, described and illustrated here as B. hatschbachianum E. C. Smidt & Borba. This species belongs to the Neotropical section Xiphizusa (Rchb. f.) Cogn. and posses a lip epichile completely different from the related species. It is closely to B. plumosum (Barb. Rodr.) Cogn. due to its vegetative morphology, but has different flower size, color and lip epichile. In B. plumosum the epichile is thin, longer and wider than the hipochile. In B. hatschbachianum the epichile is fleshy, shortest than the hipochile, thin, and sharply narrower than the hipochile. The flowers of this new species is similar to the...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bulbophyllum; Cerrado; Orchidaceae; Taxonomy.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042008000300009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A new species of Cyrtopodium (Orchidaceae) from the Cerrado of Central Brazil. Repositório Alice
BATISTA, J. A. N.; BIANCHETTI, L. de B..
bitstream/item/178035/1/ID-27614-1.pdf
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Cymbidieae; Cyrtopodiinae; Cyrtopodium; Brasil; Cerrado; Orchidaceae.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/187926
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A synopsis of the genus Cyrtopodium (Catasetinae: Orchidaceae). Repositório Alice
ROMERO GONZÁLES; G. A.; BATISTA, J. A. N.; BIANCHETTI, L. de B..
bitstream/item/177907/1/SP-19653-ID-30960.pdf
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Cyrtopodium; Neotrópico; Cerrado; Orchidaceae.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/190688
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A taxonomic revision of Bulbophyllum, sections Adelopetalum, Lepanthanthe, Macrouris, Pelma, Peltopus, and Uncifera (Orchidaceae) Naturalis
Vermeulen, J.J..
A revision is presented of six sections of the genus Bulbophyllum (Orchidaceae): sect. Adelopetalum (mainly occurring in Australia), sect. Lepanthanthe, sect. Macrouris, sect. Pelma, sect. Peltopus, and sect. Uncifera (all mainly occurring in New Guinea). Together these include 110 species and 9 subspecies. Fortyseven species and 4 subspecies are new; they are either described in this revision or in precursors to this revision. The genus Dactylorhynchus is reduced to Bulbophyllum. Keys to the species, as well as synonymy, descriptions and illustrations of each species are provided. Some aspects of the morphology of the plants are discussed. A cladistic analysis of each revised section is given. A method to select the closest outgroup species from a number...
Tipo: Article / Letter to the editor Palavras-chave: Orchidaceae; Bulbophyllum; East Malesia; New Guinea; Australia; Cladistics; Biogeography.
Ano: 1993 URL: http://www.repository.naturalis.nl/record/509470
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aclimatização de Brassavola tuberculata com a utilização de ANA em diferentes substratos Horticultura Brasileira
Sousa,Gisele G; Rosa,Yara BCJ; Macedo,Marichel C; Soares,Jackeline S.
Um dos fatores limitantes da produção de mudas in vitro de orquídeas é a fase de aclimatização. Foi objetivo desse trabalho avaliar a sobrevivência e o crescimento inicial de Brassavola tuberculata (Orchidaceae) utilizando ácido naftaleno acético (ANA) e diferentes substratos durante a fase de aclimatização. Para tanto, foram utilizadas plantas provenientes de cultivo in vitro, cujo sistema radicular foi previamente imerso por 10 segundos nas soluções de 0,0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0; 2,5; 3,0; 3,5; 4,0 e 4,5 mg/L de ANA e posteriormente plantadas em recipientes plásticos contendo como substrato esfagno, fibra de coco ou a mistura de esfagno + fibra de coco 1:1 (v:v). O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, e os tratamentos foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Orchidaceae; Cultivo in vitro; Espécie nativa; Floricultura; Regulador vegetal..
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362015000200012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Adubação mineral e orgânica no desenvolvimento de orquídea Cattlianthe 'Chocolate drop' Horticultura Brasileira
Hoshino,Rodrigo T; Alves,Guilherme AC; Melo,Thadeu R; Barzan,Renan R; Fregonezi,Gustavo AF; Faria,Ricardo T.
RESUMO A falta de estudos que indiquem as necessidades nutricionais de muitas orquídeas resulta na realização de práticas de adubação embasadas em experiências práticas e que não necessariamente atendem às demandas nutricionais de todas as espécies. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da adubação mineral e orgânica e suas respectivas combinações no desenvolvimento da orquídea Cattlianthe 'Chocolate drop'. As mudas desse híbrido foram obtidas por clonagem in vitro, e cultivadas em condição de casa de vegetação, utilizando potes plásticos com capacidade de 1 L contendo como substrato uma mistura de casca de pinus e carvão (4v:3v). Os tratamentos avaliados foram: sem adubação (testemunha), fertirrigação com fertilizante mineral ultra solúvel...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Orchidaceae; Nutrição; Fertilização; Parte aérea; Desenvolvimento vegetativo.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362016000400475
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alongamento de plantas de Dendrobium nobile Lindl. com pulverização de ácido giberélico. Repositório Alice
VICHIATO, M. R. de M.; VICHIATO, M.; CASTRO, D. M. de; DUTRA, L. F.; PASQUAL, M..
Dendrobium nobile Lindl. (olho-de-boneca) é uma das orquídeas mais populares do Brasil, ocupando posição de destaque no mercado de plantas de corte e de vaso. Entretanto, o desenvolvimento muito lento da família Orchidaceae tem contribuído para o elevado valor unitário de suas plantas, sendo necessárias técnicas que promovam a obtenção mais rápida de plantas comercializáveis. Objetivando avaliar o efeito do ácido giberélico no alongamento de plantas de D. nobile, foi realizado experimento em delineamento inteiramente casualizado com cinco concentrações de GA3 (0, 50, 100, 200 e 400 mg.L-1) e treze repetições. Efetuaram-se quatro pulverizações com soluções de ácido giberélico a intervalos quinzenais e noventa dias após início dos tratamentos, avaliaram-se...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Orquídea; Dendrobium nobile; Orchidaceae; Ácido giberélico; Regulador de crescimento.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/313464
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alongamento de plantas de Dendrobium nobile Lindl. com pulverização de ácido giberélico Ciência e Agrotecnologia
Vichiato,Mívia Rosa de Medeiros; Vichiato,Marcelo; Castro,Daniel Melo de; Dutra,Leonardo Ferreira; Pasqual,Moacir.
Dendrobium nobile Lindl. (olho-de-boneca) é uma das orquídeas mais populares do Brasil, ocupando posição de destaque no mercado de plantas de corte e de vaso. Entretanto, o desenvolvimento muito lento da família Orchidaceae tem contribuído para o elevado valor unitário de suas plantas, sendo necessárias técnicas que promovam a obtenção mais rápida de plantas comercializáveis. Objetivando avaliar o efeito do ácido giberélico no alongamento de plantas de D. nobile, foi realizado experimento em delineamento inteiramente casualizado com cinco concentrações de GA3 (0, 50, 100, 200 e 400 mg.L-1) e treze repetições. Efetuaram-se quatro pulverizações com soluções de ácido giberélico a intervalos quinzenais e noventa dias após início dos tratamentos, avaliaram-se...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Orchidaceae; GA3; Regulador de crescimento; Dendrobium nobile.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análises estomática e morfométrica de folhas de plantas diplóides e tetraplóides de Dendrobium nobile Lindl. Repositório Alice
VICHIATO, M. R. de M.; VICHIATO, M.; CASTRO, D. M. de; DUTRA, L. F.; PASQUAL, M.; MARCHIORI JÚNIOR, W.; LIMA, C. D. F.; SALGADO, C. C..
Este trabalho objetivou comparar plantas diplóides (2n=2x=38) e tetraplóides induzidos (2n=4x=76) de Dendrobium nobile Lindl., mediante análises estomática e morfométrica das folhas. Para a análise estomática, foram coletadas folhas completamente expandidas do terceiro nó, que foram submetidas aos procedimentos usuais em microtécnica vegetal para microscopia de luz e eletrônica de varredura. Foram avaliados a freqüência estomática, a freqüência das outras células epidérmicas, o índice estomático, os diâmetros polar e equatorial dos estômatos e a relação entre o diâmetro polar e o diâmetro equatorial. Para a análise morfométrica das folhas utilizadas nas análises estomáticas, foram avaliados a altura e o diâmetro do pseudobulbo e a largura e o comprimento...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Orchidaceae; Poliploidia; Índice estomático; Frequência estomática.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/303929
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anatomía de raíz de la tribu Cranichideae (Orchidaceae), con énfasis en la importancia filogenética del velamen Colegio de Postgraduados
Figueroa Batalla, Coyolxauhqui.
El velamen es una rizodermis especializada formada por células muertas con engrosamientos en la pared secundaria; se encuentra en muchas orquídeas y otras monocotiledóneas. Se considera que esta estructura podría tener valor taxonómico, aunque no se han realizado estudios al respecto en la tribu Cranichideae. En este trabajo se examinó la estructura anatómica de la raíz de 26 especies/19 géneros de cinco linajes (subtribus) de la tribu Cranichideae mediante microscopía de luz y microscopía electrónica de barrido. Se evaluó la importancia taxonómica y filogenética del velamen en el marco de una filogenia generada a partir de secuencias de ADN nuclear y de cloroplasto así como caracteres morfológicos/anatómicos de raíz. Se registró por primera vez...
Tipo: Tesis Palavras-chave: Anatomía de raíz; Cranichideae; Filogenia; NrITS; Orchidaceae; Plastidio trnK-matK; Secuencias de ADN; Tilosomas; Velamen; Maestría; Botánica; DNA sequences; Orchidaceae; Phylogeny; Plastid trnK-matK; Root anatomy; Tilosomes.
Ano: 2007 URL: http://hdl.handle.net/10521/1467
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anatomia foliar de espécies epífitas de Orchidaceae Rev. Bras. Bot.
OLIVEIRA,VIRGINIA DEL CARMEN; SAJO,MARIA DAS GRAÇAS.
O mesofilo é formado por parênquima lacunoso e os feixes vasculares, maiores e menores, se dispõem intercaladamente, nas folhas de Orchidaceae estudadas (Catasetum fimbriatum Lindl., Dichaea bryophila Rchb. f., Encyclia calamaria (Lindl.) Pabst, Epidendrum campestre Lindl., E. secundum Jacq., Miltonia flavescens Lindl., Pleurothallis smithiana Lindl., Stanhopea lietzei (Regel) Schltr. e Vanda tricolor Lindl.). No mesofilo de quase todas as espécies ocorrem células esclerificadas adjacentes à epiderme, nas duas faces foliares. Também são comuns, nas folhas estudadas, caracteres estruturais que podem ser interpretados como adaptações ao hábito epifítico.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leaf anatomy; Orchidaceae; Epiphytism.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84041999000300003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anatomia foliar de quatro espécies do gênero Cattleya Lindl. (Orchidaceae) do Planalto Central Brasileiro Acta Botanica
Zanenga-Godoy,Rosane; Costa,Cecilia Gonçalves.
As espécies analisadas (Cattleya araguaiensis Pabst, C. bicolor Lindl., C. nobilior Rchb. e C. walkeriana Gardn.) apresentam epiderme uniestratificada em ambas as faces da lâmina foliar, ocorrendo estômatos na face abaxial; deposição de cera epicuticular em crostas, escamas, flocos e plaquetas; em C. araguaiensis ocorrem estegmatas incrustados nas células epidérmicas; em todas as espécies ocorre hipoderme com células de paredes espessadas; mesofilo bifacial, compacto; células paliçádicas atípicas, com barras de espessamento; feixes vasculares colaterais dispostos alternadamente, acompanhados por bainha de fibras; cordões fibrosos acompanhados por estegmatas ocorrem longitudinalmente na lâmina foliar; presença de ráfides. Os aspectos descritos revelam...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Orchidaceae; Cattleya; Anatomia foliar; Epifitismo.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062003000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anoectochilus narasimhanii (Orchidaceae), a new ‘jewel orchid’ from the Andaman Islands, India Naturalis
Sumathi, R.; Jayanthi, J.; Karthigeyan, K.; Sreekumar, P.V..
A new species, Anoectochilus narasimhanii, allied to A. nicobaricus N.P. Balakr. & Chakr. from Saddle Peak National Park in North Andamans is described and illustrated. It is the first record of the genus from the Andamans. It grows on humus rich soil, in the shade of stunted evergreen vegetation at an elevation of ± 650 m.
Tipo: Article / Letter to the editor Palavras-chave: Anoectochilus narasimhanii; Orchidaceae; North Andamans; India.
Ano: 2003 URL: http://www.repository.naturalis.nl/record/525745
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Artificial light and growth regulators on the in vitro etiolation of Cattleya labiata. Repositório Alice
RODRIGUES, A. A. de J.; SANTOS, E. de O.; TAKANE, R.J.; CARVALHO, A. C. P. P. de.
bitstream/item/171365/1/ART17088.pdf
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Orchidaceae; Cultura de tecidos; Fotoperíodo; 6-benzylaminupurine; Ácido naftaleno acético; Orchidaceae; Cultura de tecidos; Fotoperíodo; 6-benzylaminupurine; Ácido naftaleno acético; Orchidaceae; Tissue culture; Photoperiod; 6-benzylaminupurine; Naphthaleneacetic acid.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085412
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Artificial light and growth regulators on the in vitro etiolation of Cattleya labiata Rev. Ciênc. Agron.
Rodrigues,Antonio Anderson de Jesus; Santos,Eder de Oliveira; Takane,Roberto Jun; Carvalho,Ana Cristina Portugal Pinto de.
ABSTRACT The technique of etiolation is widely used in the micropropagation of various plant species. The aim of this study was to evaluate growth and development in shoots of Cattleya labiata grown in vitro, as a function of growth regulators and the presence and absence of light. Stem segments, approximately ± 1.0 cm in height, were inoculated in test tubes containing 15.0 mL of MS culture medium supplemented with different concentrations of BAP (0.0, 2.0 and 4.0 mg L-1) and NAA (0.0, 1.0 and 2.0 mg L-1), and in different growth environments (growth room, darkness and a photoperiod of 16 hours) in a completely randomised design. At 150 days, the following were evaluated: a) number of etiolated shoots; b) number of nodes per etiolated shoot; c) length of...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Orchidaceae; Tissue culture; Photoperiod; 6-benzylaminupurine; Naphthaleneacetic acid.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-66902017000200296
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atlantic epiphyres: a data set of vascular and non-vascular epiphyte plants and lichens from the Atlantic Forest. Repositório Alice
RAMOS, F. N.; MORTARA, S. R.; MONALISA-FRANCISCO, N.; ELIAS, J. P. C.; MENINI NETO, L.; FREITAS, L.; KERSTEN, R. de A.; AMORIM, A. M.; MATOS, F. B. de; NUNES-FREITAS, A. F.; ALCANTARA, S.; ALEXANDRE, M. H. N.; ALMEIDA-SCABBIA, R. J. de; ALMEIDA, O. J. G. de; ALVES, F. E.; ALVES, R. M. de O.; ALVIM, F. S.; ANDRADE, A. C. S. de; ANDRADE, S. de; AONA, L. Y. S.; ARAUJO. A. C.; ARAÚJO, K. C. T. de; ARIATI, V.; ASSIS, J. C.; AZEVEDO, C. O. de; BARBOSA, B. F.; BARBOSA, D. E. F.; BARBOSA, F. dos R.; BARROS, F. de; BASILIO, G. A.; BATAGHIN, F. A.; BERED, F.; BIANCHI, J. S.; BLUM, C. T.; BOETLER, C. R.; BONNET, A.; BRANCALION, P. H. S.; BREIER, T. B.; BRION, C. de T.; BUZATTO, C. R.; CABRAL, A.; CADORIN, T. J.; CAGLIONI, E.; CANÊZ, L.; CARDOSO, P. H.; CARVALHO, F. S. de; CARVALHO, R. G.; CATHARINO, E. L. M.; CEBALLOS, S. J.; CEREZINI, M. T.; CÉSAR, R. G.; CESTARI, C.; CHAVES, C. J. N.; CITADINE-ZANETTE, V.; COELHO, L. F. M.; COFFANI-NUNES, J. V.; COLARES, R.; COLLETTA, G. D.; CORRÊA, N. de M.; COSTA, A. F. da; COSTA, G. M. da; COSTA, L. M. S.; COSTA, N. G. S.; COUTO, D. R.; CRISTOFOLINI, C.; CRUZ, A. C. R. da; DEL NERI, L. A.; DI PASQUO, M.; DIAS, A. dos S.; DIAS, L. do C. D.; DISLICH, R.; DUARTE, M. C.; FABRICANTE, J. R.; FARACHE, F. H. A.; FARIA, A. P. G. de; FAXINA, C.; FERREIRA, M. T. M.; FISCHER, E.; FONSECA, C. R.; FONTOURA, T.; FRANCISCO, T. M.; FURTADO, S. G.; GALETTI, M.; GALETTI, M.; GARBIN, M. L.; GASPER, A. L. de; GOETZE, M.; GOMES-DA-SILVA, J.; GONÇALVES, M. F. A.; GONZAGA, D. R.; SILVA, A. C. G. e; GUARALDO, A. de C.; GUARINO, E. de S. G.; GUISLON, A. V.; HUDSON, L. B.; JARDIM, J. G.; JUNGBLUTH, P.; KAESER, S. dos S.; KESSOUS, I. M.; KOCH, N. M.; KUNIYOSHI, Y. S.; LABIAK, P. H.; LAPATE, M. E.; SANTOS, A. C. L.; LEAL, R. L. B.; LEITE, F. S.; LEITMAN, P.; LIBONI, A. P.; LIEBSCH, D.; LINGNER, D. V.; LOMBARDI, J. A.; LUCAS, E.; LUZZI, J. dos R.; MAI, P.; MANIA, L. F.; MANTOVANI, W.; MARAGNI, A. G.; MARQUES, M. C. M.; MARQUEZ, G.; MARTINS, C.; MARTINS, L. do N.; MARTINS, P. L. S. S.; MAZZIERO, F. F. F.; MELO, C. de A.; MELO, M. M. F. de; MENDES, A. F.; MESACASA, L.; MORELLATO, L. P. C.; MORENO, V. de S.; MULLER, A.; MURAKAMI, M. M. da S.; CECCONELLO, E.; NARDY, C.; NERVO, M. H.; NEVES, B.; NOGUEIRA, M. G. C.; NONATO, F. R.; OLIVEIRA-FILHO, A. T. de; OLIVEIRA, C. P. L. de; OVERBECK, G. E.; MARCUSSO, G. M.; PACIENCIA, M. L. B.; PADILHA, P.; PADILHA, P. T.; PEREIRA, A. C. A.; PEREIRA, L. C.; PEREIRA, R. A. S.; PINCHEIRA-ULBRICH, J.; PIRES, J. S. R.; PIZO, M. A.; PÔRTO, K. C.; RATTIS, L.; REIS, J. R. de M.; REIS, S. G. dos; ROCHA-PESSÔA, T. C.; ROCHA, C. F. D.; ROCHA, F. S.; RODRIGUES, A. R. P.; RODRIGUES, R. R.; ROGALSKI, J. M.; ROSANELLI, R. L.; ROSSADO, A.; ROSSATTO, D. R.; ROTHER, D. C.; RUIZ-MIRANDA, C. R.; SAITER, F. Z.; SAMPAIO, M. B.; SANTANA, L. D.; SANTOS, J. S. dos; SARTORELLO, R.; SAZIMA, M.; SCHMITT, J. L.; SCHNEIDER, G.; SCHROEDER, B. G.; SEVEGNANI, L.; SILVA JÚNIOR, V. O.; SILVA, F. R. da; SILVA, M. J. da; SILVA, M. P. P.; SILVA, R. G.; SILVA, S. M.; SINGER, R. B.; SIQUEIRA, G.; SOARES, L. E.; SOUSA, H. C. de; SPIELMANN, A.; TONETTI, V. R.; TONIATO, M. T. Z.; ULGUIM, P. S. B.; VAN DEN BERG, C.; VAN DEN BERG, E.; VARASSIN, I. G.; SILVA, I. B. V. da; VIBRANS, A. C.; WAECHTER, J. L.; WEISSENBERG, E. W.; WINDISCH, P. G.; WOLOWSKI, M.; YAÑEZ, A.; YOSHIKAWA, V. N.; ZANDONÁ, L. R.; ZANELLA, C. M.; ZANIN, E. M.; ZAPPI, D. C.; ZIPPARRO, V. B.; ZORZANELLI, J. P. F.; RIBEIRO, M. C..
Epiphytes are hyper?diverse and one of the frequently undervalued life forms in plant surveys and biodiversity inventories. Epiphytes of the Atlantic Forest, one of the most endangered ecosystems in the world, have high endemism and radiated recently in the Pliocene. We aimed to (1) compile an extensive Atlantic Forest data set on vascular, non?vascular plants (including hemiepiphytes), and lichen epiphyte species occurrence and abundance; (2) describe the epiphyte distribution in the Atlantic Forest, in order to indicate future sampling efforts. Our work presents the first epiphyte data set with information on abundance and occurrence of epiphyte phorophyte species. All data compiled here come from three main sources provided by the authors: published...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Filicophyta; Lejeuneaceae; Lycopodiophyta; Magnoliophyta; Floresta Atlântica; Epífita; Atlantic Forest; Biodiversity data set; Biodiversity hotspot; Epiphyte; Phorophyte; Tropical forest; Bromeliaceae; Orchidaceae; Floresta Tropical; Marchantiophyta; Polypodiaceae; Tracheophyta.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1105839
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bactérias produtoras de auxinas isoladas de raízes de Cattleya walkeriana, orquídea Brasileira ameaçada de extinção, e sua função na aclimatização Rev. Bras. Ciênc. Solo
Galdiano Júnior,Renato Fernandes; Pedrinho,Eliamar Aparecida Nascimbém; Castellane,Tereza Cristina Luque; Lemos,Eliana Gertrudes de Macedo.
Bactérias produtoras de auxinas habitam raízes de orquídeas e podem trazer benefícios para a planta hospedeira. Plantas dessa família são multiplicadas em condições assimbióticas in vitro e pouco se conhece sobre a função desses microrganismos para a aclimatização ex vitro. Quatro rizobactérias isoladas da espécie Cattleya walkeriana foram avaliadas por sua capacidade de promoção do crescimento e sobrevivência de plântulas germinadas in vitro durante a aclimatização. Essas rizobactérias foram identificadas como Bacillus, Burkholderia, Enterobacter e Curtobacterium, com base no sequenciamento do gene 16S rRNA. A presença de compostos indólicos no sobrenadante filtrado de culturas líquidas foi quantificada por ensaios colorimétricos e cromatografia líquida...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Rizobactérias promotoras do crescimento de plantas; Compostos indólicos; Orchidaceae.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832011000300008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia floral de Cleistes macrantha (Barb. Rodr.) Schltr. (Orchidaceae: Vanilloideae: Pogoniinae) Rev. Bras. Bot.
Pansarin,Emerson R..
Cleistes macrantha (Barb. Rodr.) Schltr. distribui-se amplamente em regiões de Mata Atlântica do sul e sudeste brasileiros, onde ocorre em áreas perturbadas e em restinga. Aspectos da biologia floral de C. macrantha foram investigados na região de Intervales, no interior do Estado de São Paulo. Esta espécie oferece néctar como recompensa e é polinizada principalmente por espécies de abelhas do gênero Bombus. O néctar é secretado antes da antese, não havendo secreção após a abertura das flores. Beija-flores do gênero Phaethornis também podem atuar como polinizadores. No entanto, é necessária uma prévia visita de Bombus spp. para que possa ocorrer a deposição de pólen no bico dos beija-flores. Abelhas Bombus são responsáveis pela realização da maioria das...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Biologia floral; Cleistes; Orchidaceae; Pogoniinae; Polinização.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042003000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia floral, melitofilia e influência de besouros Curculionidae no sucesso reprodutivo de Grobya amherstiae Lindl. (Orchidaceae: Cyrtopodiinae) Rev. Bras. Bot.
Mickeliunas,Ludmila; Pansarin,Emerson R.; Sazima,Marlies.
A fenologia, morfologia floral, mecanismos de polinização, biologia reprodutiva e sucesso reprodutivo de Grobya amherstiae Lindl. foram estudados em duas populações localizadas em regiões de mata mesofítica semidecídua de altitude da Serra do Japi (Jundiaí-SP). Grobya amherstiae floresce no verão, entre os meses de fevereiro e março. Todas as flores da inflorescência abrem mais ou menos simultaneamente pela manhã, e cada flor dura cerca de sete a oito dias. As flores emitem suave fragrância adocicada semelhante a do mel. Em ambas as populações G. amherstiae foi polinizada por abelhas Paratetrapedia fervida Smith (Anthophoridae), que coletam óleo produzido em elaióforos tricomáticos do ápice do labelo e da base da coluna. Além de P. fervida, em uma das...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Biologia floral; Biologia reprodutiva; Grobya; Orchidaceae; Polinização.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042006000200006
Registros recuperados: 120
Primeira ... 123456 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional