Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 23
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ação do ozônio e da mistura de fluxapiroxade e piraclostrobina contra Botryosphaeria dothidea e Colletotrichum dianesei. Repositório Alice
BATISTA, D. da C.; ANDRADE, J. N. de; BARBOSA, M. A. G..
O objetivo deste trabalho foi avaliar doses da mistura dos fungicidas fluxapiroxade+piraclostrobina e de uma concentração de ozônio, utilizada em packinghouse para desinfestação da manga, contra os fungos B. dothidea e C. dianesei.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: DMSO; BDA fundente; Manejo de fungos; Manga; Fungo; Fungicida; Ozônio; Desinfestação; Mangoes; Packing houses; Disinfection; Fungus physiology.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1115291
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anatomia foliar comparativa das cultivares de Nicotiana tabacum L. (Solanaceae) sensível e tolerante ao ozônio Acta Botanica
Pedroso,Andrea Nunes Vaz; Alves,Edenise Segala.
O ozônio troposférico causa necroses foliares em Nicotiana tabacum. Cultivares de tabaco são muito utilizadas como bioindicadoras de ozônio, em programas de biomonitoramento da qualidade do ar. Dentre elas destacam-se as cultivares Bel-W3 (sensível) e Bel-B (tolerante). Este estudo teve como objetivo verificar se as duas cultivares apresentam variações na estrutura foliar que possam ajudar a explicar a diferença na sensibilidade ao ozônio que ambas apresentam. Em plantas que cresceram em ambiente isento de poluentes aéreos foram coletadas folhas do terceiro nó e que foram processadas segundo técnicas usuais empregadas em anatomia vegetal. Realizaram-se análises quantitativas e qualitativas dos tecidos foliares. A cultivar Bel-W3, quando comparada à Bel-B,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anatomia foliar; Ozônio; Tabaco Bel-W3; Tabaco Bel-B.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062008000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aqueous ozone, a friendly method for aflatoxins degradation. Repositório Alice
FREITAS-SILVA, O.; ROCHA, M. W.; SOARES, C.; NOGUEIRA, R.; VENÂNCIO, A..
2010
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Aflatoxina; Ozônio.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/890432
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade da enzima peroxidase em frutos de mamão (Carica papaya) submetidos a tratamentos físicos pós-colheita. Repositório Alice
ADABO, G.; TERAO, D.; HALFELD-VIEIRA, B. de A.; NECHET, K. de L..
Resumo: Este trabalho teve como objetivo determinar a atividade de peroxidases em frutos de mamão submetidos aos tratamentos físicos em pós-colheita, hidrotérmico e ozônio, aplicados individualmente e combinados, durante 8 dias de armazenamento. Um lote de 102 frutos de mamão do grupo Solo, proveniente de uma lavoura comercial, sem tratamento na pós-colheita, foi submetido aos tratamentos hidrotérmico (70ºC/15s), ozônio (1,5 ppm), aplicados tanto individualmente quanto combinados. Frutos não submetidos aos tratamentos físicos configuraram como controle. Após os tratamentos, os frutos foram mantidos durante 7 dias em câmara fria (10 ± 2ºC e 80 ± 2% de umidade relativa) e 1 dia em condição ambiente (23 ± 2ºC). Para a determinação da atividade de peroxidases,...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Enzimas de defesa; Controle alternativo; Defense-related enzymes; Stem-end-rot; Alternative control; Doença de planta; Mamão; Pós-colheita; Tratamento hidrotérmico; Controle físico; Controle térmico; Ozônio; Peroxidase; Podridão Peduncular; Postharvest diseases; Papayas; Hot water treatment; Ozonation.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1104945
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da influência do gás ozônio e do óleo ozonizado na sobrevivência de larvas de moscas dermatobia hominis (bernes) MV&Z
Garcia, César Augusto; Machado, Júlio Cezar Basso; Silva, Danilo Mundim; Caetano, Diego Petrocino; Borges, Leandro Willian; de Campos, Vanderli Anacleto.
A larva de Dermatobia hominis (no Brasil, comumente conhecida por “berne”) é biontófaga e um parasito obrigatório, responsável por miíase cutânea nodular. Pode infectar várias espécies, como cães, ovinos, gatos, coelhos, bovinos e, com menos frequência, equinos e humanos. Os ectoparasitas de forma geral representam um sério problema para a produção animal. Os danos causados por Dermatobia hominis geram custos com o tratamento, diminuem a produção animal de carne e leite, danificam o couro, e também favorecem o surgimento de outras enfermidades concomitantes. O ozônio é uma molécula natural, instável, composta por três átomos de oxigênio; formado durante uma reação endotérmica reversível que consome 68,4 calorias, e possui inúmeras propriedades, podendo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Dermatobia hominis; Berne; Ozônio; Óleo ozonizado.
Ano: 2014 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/23818
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação microbiológica de um processo de sanificação de galões de água com a utilização do ozônio Ciênc. Tecnol. Aliment.
Cardoso,Claudia Catelani; Veiga,Sandra Maria Oliveira Morais; Nascimento,Luiz Carlos do; Fiorini,João Evangelista; Amaral,Luiz Augusto do.
O Brasil é o sétimo maior consumidor mundial de águas engarrafadas. Os recipientes mais utilizados, galões plásticos de 20 litros, devem ser submetidos à inspeção individual e posteriormente a sanificação. Recentemente, enfermidades associadas a microrganismos emergentes têm despertado o interesse por novos sanitizantes. Entre estes, o gás ozônio é um dos mais atraentes em virtude da sua segurança e eficácia superiores aos desinfetantes convencionais, não gerando resíduos tóxicos. Neste trabalho, o ozônio foi avaliado como método alternativo na sanificação de galões de água de 20 litros, na cidade de Alfenas, MG. Trinta galões foram avaliados sem tratamento e trinta após a sanificação com água ozonizada (4mg/L/2minutos) quanto à contagem total de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ozônio; Águas minerais/embalagens; Desinfecção e desinfetantes.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612003000100013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comportamento de componentes bioquímicos do sangue em equinos submetidos à ozonioterapia Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Haddad,M.A.; Souza,M.V.; Hincapie,J.J.; Ribeiro Junior,J.I.; Ribeiro Filho,J.D.; Benjamin,L.A..
O comportamento de constituintes bioquímicos sanguíneos (glicose, fibrinogênio, creatina fosfoquinase e gama-glutamiltransferase) foi monitorado, in vivo, em 12 equinos mestiços (seis machos e seis fêmeas), com idade entre 4 e 20 anos, submetidos à ozonioterapia. O tratamento foi realizado mediante administração de 500 ou 1000mL da mistura de oxigênio-ozônio (O2-O3) por via intravenosa, a cada três dias, durante 24 dias. Os equinos foram distribuídos em quatro grupos: MT500 constituído por três machos tratados com 500mL; MT1000 por três machos tratados com 1000mL; FT500, por três fêmeas tratadas com 500mL e FT1000, por três fêmeas tratadas com 1000mL. A ozonioterapia por via intravenosa não ocasionou alterações clínicas nos equinos. Os valores médios...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cavalo; Ozônio; Glicose; Gama-glutamiltransferase; Creatina fosfoquinase; Fibrinogênio.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000300003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos do ozônio nas lesões de reperfusão do jejuno em eqüinos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Alves,G.E.S.; Abreu,J.M.G.; Ribeiro Filho,J.D.; Muzzi,L.A.L.; Oliveira,H.P.; Tannus,R.J.; Buchanan,T..
Investigaram-se os efeitos do ozônio nas lesões de reperfusão intestinais de eqüinos. Induziu-se obstrução vascular (2h) seguida de reperfusão (12h) e os animais receberam os seguintes protocolos: não tratado (n=7, 500ml solução salina 0,9%) e tratado com ozônio (n=6, 50µgkg-1). Amostras intestinais foram examinadas em 0, 1, 2h (obstrução) e 1, 2, 12h (reperfusão). Os seguintes escores histomorfológicos apresentaram-se significativamente atenuados: na região da mucosa - desprendimento epitelial, infiltrado de neutrófilos e hemorragia; na submucosa - infiltrado de neutrófilos e edema. Essas diferenças ocorreram na fase inicial da reperfusão, coincidindo com a geração de radicais livres derivados do oxigênio. Os efeitos conservadores observados podem estar...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eqüino; Ozônio; Reperfusão; Jejuno.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352004000400002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Evaluation of the effectiveness of ozone as a sanitizer for fish experimentally contaminated with Salmonella sp. Repositório Alice
LUIZ, D. de B.; SILVA, C. D. F. e; CAMPELO, S. R.; SANTOS, V. R. V. dos; LIMA, L. K. F. de; CHICRALA, P. C. M. S.; IWASHITA, M. K. P..
Salmonellosis is a major public health problem related to food contamination and ensuing food poisoning. Brazilian resolution RDC nº 12/2001 of the Brazilian National Health Surveillance Agency (ANVISA) established the absence of Salmonella in 25 g of fish for consumption. However, the significant increase in the occurrence of fish contamination by Salmonella and other pathogenic bacteria shows that the currently applied strategies are not sufficient and that, in addition to the implementation of good health practices, the application of new sanitizer technologies in the fish industry is also necessary. In this context, the present study evaluated the effectiveness of ozone in an aqueous medium as a sanitizer for Salmonella contaminated fish. The...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Tambaqui; Peixe de água doce; Microbiologia; Colossoma macropomum; Ozônio; Salmonella.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1072729
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Evaluation of the thermo-assisted drying and decontamination system and ozone gas for sanitation of livestock transport vehicles. In: INTERNATIONAL PIG VETERINARY SOCIETY CONGRESS, 25., 2018, Chongqing. Repositório Alice
SATO, J. P. H.; PIGOZZO, R.; BRANDALISE, L.; LIMA, G. F. R.; CERIZOLLI, R.; KUCHIISHI, S. S.; KICH, J. D.; SIMÃO, G. M. R..
bitstream/item/179893/1/final8899.pdf
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Total coliforms; Sanidade Animal; Transporte; Biossegurança; Coliforme; Desinfecção; Ozônio; Animal health; Animal transport; Biosecurity; Disinfection; Ozone.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1093351
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Evidência observacional das brisas do lago de Balbina (Amazonas) e seus efeitos sobre a concentração do ozônio Acta Amazonica
Moura,Marcos Antonio Lima; Meixner,Franz X.; Trebs,Ivonne; Lyra,Roberto Fernando da Fonseca; Andreae,Meinrat O.; Nascimento Filho,Manoel Ferreira do.
Mecanismos de vento local, tal como as brisas, influenciam o transporte e dispersão dos gases. Medidas da direção do vento e concentração de ozônio (O3) à 10 metros de altura foram realizadas durante a execução do projeto LBA/CLAIRE-2001 (Large Scale Biosphere-Atmosphere Experiment in Amazônia / Cooperative LBA Airbone Regional Experiment - 2001), no período de 02 a 28.07.2001, nas dependências do Laboratório de Limnologia (01º 55' S, 59º28' W, 174 m) pertencente à Usina Hidrelétrica de Balbina, Amazonas. O lago artificial tem uma área de 2.360 km², sendo suficientemente grande para estabelecer um regime de brisas. As brisas de lago e floresta apresentam-se de forma bem definidas, sendo que a brisa de lago fica melhor caracterizada no período mais quente...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta Amazônica; Lago; Brisa; Ozônio.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672004000400012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fungos e micotoxinas em castanha do Brasil: manejo e alternativas de controle. Infoteca-e
SILVA, O. F.; DIAS, J..
2012
Tipo: Artigo de divulgação na mídia (INFOTECA-E) Palavras-chave: Castanha do Brasil; Fungo; Micotoxina; Aflatoxina; Ozônio.
Ano: 2012 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/958448
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Mudanças climáticas globais e doenças de plantas. Repositório Alice
GHINI, R..
Mudanças climáticas globais e a agricultura: dióxido de carbono - ozônio - radiação ultravioleta-B. Efeitos das mudanças climáticas sobre o ciclo das relações patógeno-hospedeiro. Impactos das mudanças climáticas sobre doenças de plantas: danos causados pelas doenças - mudanças na distribuição geográfica das doenças - eficácia dos métodos de controle. Efeitos de CO² sobre doenças de plantas e microrganismos relacionados: fungos fitopatogênicos - fitopatógenos veiculados pelo solo - vírus - endofíticos - microrganismos simbiontes - outros microrganismos. Métodos de experimentação. Modelagem matemática. Necessidade de novas pesquisas.
Tipo: Livro científico (ALICE) Palavras-chave: Mudança climática; Doença de planta; Dióxido de carbono; Raio ultravioleta; Ozônio.
Ano: 2005 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/13769
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ozônio e ultra-som: processos alternativos para o tratamento do café despolpado Ciênc. Tecnol. Aliment.
Nascimento,Luiz Carlos do; Lima,Luiz Carlos de Oliveira; Picolli,Roberta Hilsdorf; Fiorini,João Evangelista; Duarte,Stella Maris da Silveira; Silva,José Maurício Schneedorf Ferreira da; Oliveira,Nelma de Mello Silva; Veiga,Sandra Maria de Oliveira Morais.
Há um crescente interesse em tecnologias que melhorem a qualidade dos alimentos, bem como o aspecto segurança alimentar. Após a água, o café é a bebida mais consumida no planeta, existindo uma demanda crescente por tipos especiais em alguns países importadores, como o café despolpado. Este tipo é obtido pela remoção da mucilagem, ao se submeter o café à fermentação, cujo processo varia com o clima e a microbiota associada, entre outros fatores, podendo levar ao detrimento da qualidade do produto e da saúde do consumidor. Assim, faz-se necessário investigar novas tecnologias que possam auxiliar na obtenção de produtos com melhor padronização, qualidade e que ofereçam maior segurança alimentar. O ozônio e o ultra-som são tecnologias usadas em diversas áreas,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Café despolpado; Ozônio; Ultra-som; Qualidade; Sensorial.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612008000200004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ozonização como tecnologia pós-colheita na conservação de frutas e hortaliças: uma revisão. Repositório Alice
COELHO, C. C. de S.; FREITAS-SILVA, O.; CAMPOS, R. da S.; BEZERRA, V. S.; CABRAL, L. M. C..
2015
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Ozônio; Sanitização; Inativação microbiana; Ozone; Sanitization; Microbial inactivation.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1016808
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ozonização como tecnologia pós-colheita na conservação de frutas e hortaliças: Uma revisão AGRIAMBI
Coelho,Caroline C. de S.; Freitas-Silva,Otniel; Campos,Rodrigo da S.; Bezerra,Valeria S.; Cabral,Lourdes M. C..
As podridões em frutas e hortaliças, resultantes da atividade de agentes fitopatogênicos e da senescência natural, acarretam perdas qualitativas e quantitativas e, em consequência, perdas econômicas. Este artigo tem, como objetivo, discutir a eficácia, os benefícios e os limites do emprego do ozônio (O3) enquanto agente sanitizante, na minimização da ocorrência de doenças fúngicas em produtos hortícolas. Neste contexto, a presente revisão bibliográfica realizada no banco de dados do SciELO e ScienceDirect, discute estudos encontrados sobre o emprego do ozônio e sua eficácia como agente sanitizante em alimentos. Desta forma, a revisão apresenta uma avaliação crítica das vantagens e desvantagens da ozonização, a contribuição e o impacto desta tecnologia para...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ozônio; Sanitização; Inativação microbiana.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662015000400369
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Processo de ozonização gasosa em milho e seu efeito na redução da micobiota e na degradação de aflatoxinas. Infoteca-e
FREITAS-SILVA, O.; CASTRO, I. M. de; TROBETE, F. M.; ASCHERI, J. L. R.; DIREITO, G. M.; PORTO, Y. D..
O presente trabalho estudou o efeito da aplicação de ozônio gasoso sobre a degradação das aflatoxinas AFB1, AFB2, AFG1 e AFG2 em milho, em três diferentes condições experimentais, de modo a se avaliar a viabilidade de um sistema-protótipo proposto para ozonização. A ozonização gasosa mostrou-se uma tecnologia não térmica eficaz para reduzir a contaminação por aflatoxinas em milho triturado. Os tratamentos com ozonização mais drásticos, ou seja, aqueles com maior concentração de ozônio, maior tempo de exposição e menor massa de grãos, apresentaram melhores resultados na redução da contaminação por aflatoxinas totais, alcançando valores próximos a 45%. Portanto, o sistema de ozonização proposto mostrou-se eficaz nas condições estudadas, podendo servir de...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Descontaminação de micotoxinas; Aflatoxin decontamination; Ozônio; Zea Mays; Tecnologia de Alimento; Grão; Produto de Origem Vegetal; Ozone; Food technology; Vegetable products; Grains.
Ano: 2019 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1110442
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Química atmosférica na Amazônia: a floresta e as emissões de queimadas controlando a composição da atmosfera amazônica Acta Amazonica
Artaxo,Paulo; Gatti,Luciana V.; Leal,Ana M. Córdova; Longo,Karla M.; Freitas,Saulo R. de; Lara,Luciene L.; Pauliquevis,Theotonio M.; Procópio,Aline S.; Rizzo,Luciana V..
Entender os processos naturais que regulam a composição da atmosfera é crítico para que se possa desenvolver uma estratégia de desenvolvimento sustentável na região. As grandes emissões de gases e partículas durante a estação seca provenientes das queimadas alteram profundamente a composição da atmosfera amazônica na maior parte de sua área. As concentrações de partículas de aerossóis e gases traço aumentam por fatores de 2 a 8 em grandes áreas, afetando os mecanismos naturais de uma série de processos atmosféricos na região amazônica. Os mecanismos de formação de nuvens, por exemplo, são profundamente alterados quando a concentração de núcleos de condensação de nuvens (NCN) passa de 200 a 300 NCN/cm³ na estação chuvosa para 5.000-10.000 NCN/centímetro...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Partículas de aerossóis; Nuvens; Precipitação; Química atmosférica; Gases traço; Ozônio.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672005000200008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Research approaches, adaptation strategies, and knowledge gaps concerning the impacts of climate change on plant diseases. Repositório Alice
GHINI, R.; HAMADA, E.; ANGELOTTI, F.; COSTA, L. B.; BETTIOL, W..
This review discusses the present trends in studies on the impacts of climate change on plant diseases. Firstly, the approaches used for studying the potential effects of altered temperature, water availability, CO2 and O3 air concentrations, and UV-B radiation on components of the disease cycle are explained and discussed. Next, the impact of changes in climate patterns on the geographic and temporal distribution of diseases by integrating biological and epidemiological models into geographic and climate databases are assessed. Finally, adaptation strategies are discussed and areas where there is a recognized lack of knowledge are highlighted. The literature shows that different pathosystems respond in different ways to climate change. Thus, case-by-case...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Mudanças climáticas; Clima; Doença de planta; Dióxido de carbono; Ozônio; Temperatura; Global warming; Carbon dioxide; Climate change; Ozone; Ambient temperature; Plant disease and disorders.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/931219
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Síntese de trans-resveratrol e controle de podridão em maçãs com uso de elicitores em pós-colheita. Repositório Alice
SAUTTER, C.K.; STORCK, L.; RIZZATTI, M.R.; MALLMANN, C.A.; BRACKMANN, A..
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de elicitores abióticos na biossíntese de resveratrol e na indução de resistência à podridão pós-colheita de maçãs 'Gala' e 'Fuji'. Foram realizados os tratamentos: radiação ultravioleta, fosfito e acibenzolar-S-metil ? aplicados antes do armazenamento ? e ozônio ? aplicado intermitente durante o armazenamento. As condições de armazenamento foram: 'Gala', 1,5 kPa de O2 e 2,5 kPa de CO2, a 0,5±0,1ºC, por oito meses, e 'Fuji', 1,0 kPa de O2 e <0,5 kPa de CO2, a -0,5±0,1ºC, por sete meses. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, com oito repetições de 25 frutos. Na casca dos frutos, determinou-se: trans-resveratrol, polifenóis totais, antocianinas totais e diâmetro de lesão, após...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Malus domestica; Penicillium; Acibenzolar-S-methyl; Phosphite; Ozone; UV-C; Fosfito; Ozônio; UV-C.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/122158
Registros recuperados: 23
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional