Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 123
Primeira ... 1234567 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Abelhas sociais (Bombini, Apini, Meliponini). Infoteca-e
KLEINERT, A. M. P.; RAMALHO, M.; CORTOPASSI-LAURINO, M.; RIBEIRO, M. de F.; IMPERATRIZ-FONSECA, V. L..
Neste capítulo foi abordado o papel do alimento na organização das colônias de abelhas sociais, desde a atividade de forrageio até a sua utilização na alimentação da prole, ressaltando, também, características dos dois principais recursos coletados e processados por elas - o pólen e o mel.
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Meliponini; Recursos florais; Abelha; Alimentação; Mel; Pólen; Melipona.
Ano: 2009 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/577595
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise de parentesco e estimativa de fluxo gênico em mamoeiro por meio de marcadores SSR. Repositório Alice
AMORIM, V. B. de O.; OLIVEIRA, E. J. de; DANTAS, J. L. L..
O mamoeiro é uma espécie que apresenta plantas femininas, masculinas e hermafroditas, sendo que nos plantios comerciais a preferência é por variedades ou híbridos hermafroditas. A quantidade de pólen produzida por plantas hermafroditas é bem menor que a produzida e dispersada por plantas masculinas e por esta razão a polinização cruzada natural em plantas hermafroditas ocorre em pequena escala, alcançando até 99% de autopolinização (Kee, 1970). De acordo com Badillo, (1971), a fecundação das flores de mamoeiro é feita pelo pólen disperso tanto por insetos quanto pelo vento, chegando a distâncias inferiores a 1 km. Nos estudos de fluxo gênico são consideradas duas abordagens: a ecológica e a genética, podendo esta última ser direta e indireta. Dentre a...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Pólen; Mamão; Carica papaya; Marcador molecular; Reprodução vegetal.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/873175
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise do pólen em dezoito cultivares de macieira Bragantia
Dall'Orto,Fernando Antonio Campo; Barbosa,Wilson; Ojima,Mario; Campos,Sonia Aparecida Ferraz de.
Como subsídio essencial ao projeto de melhoramento genético da macieira (Malus spp.) por hibridação e ao conhecimento da polinização natural nas condições do Estado de São Paulo, efetuaram-se estudos sobre a quantidade e a viabilidade do pólen existente em dezoito cultivares de maior interesse no momento. Constatou-se que, entre os cultivares mais utilizados nos cruzamentos, Anna, Brasil, Dulcina, Ein Shemer, Gala, Rainha e Valinhense, juntamente com as novas seleções - IAC 170-1 e IAC 570-38 - foram os que se apresentaram mais ricos de pólen, com número superior a 50.000 grãos por flor. Quanto à viabilidade polínica desse material estudado, a germinação situou-se em níveis bastante satisfatórios - quase sempre maior que 50% - mesmo quando se armazenou o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pólen; Macieira; Viabilidade; Polinização; Melhoramento.
Ano: 1985 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051985000100038
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise do pólen encontrado em amostras de mel de Apis mellifera L. (Hymenoptera, Apidae) em uma área de savana de Roraima, Brasil Acta Amazonica
SILVA,Sílvio José Reis da; ABSY,Maria Lúcia.
Foram analisadas amostras de mel de um apiário localizado na Aldeia do Contão, Roraima, Brasil. As amostras foram obtidas das colheitas nos meses de outubro e dezembro de 1996 e janeiro, fevereiro e março de 1997. Foram identificados um total de 20 tipos polínicos distribuídos em 18 gêneros e 13 famílias. As famílias: Mimosaceae (4 espécies), Anacardiaceae (3 espécies), Sterculiaceae (2 espécies), Caesalpiniaceae (2 espécies) e Amaranthaceae (2 espécies) foram as mais representadas, as demais por uma única espécie. Os tipos polínicos mais frequentes foram: Mimosa polydactyla H.B.K (outubro e dezembro de 1996), Curatella americana L. (janeiro, fevereiro e março de 1997). Encontrou-se três correlações significativas entre as frequências dos tipos polínicos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Apis mellifera; Pólen; Mel; Palinologia.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672000000400579
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise polínica de algumas amostras de própolis do Brasil meridional Ciência Rural
Barth,Ortrud Monika; Dutra,Vânia Maria Limeira; Justo,Ronaldo Lauria.
Foi analisado o espectro polínico de treze amostras de própolis, oito provenientes do estado do Rio de Janeiro, duas de Minas Gerais, uma do Rio Grande do Sul e uma de São Paulo. A metodologia empregada para a extração de pólen de própolis, bem como a concentração em pólen visando a estudos morfológicos para a identificação de grupos taxonômicos, é proposta como padrão para análise polínica de própolis. Foram identificados, através da morfologia polínica, famílias e gêneros botânicos que caracterizam as regiões geográficas de coleta da própolis, e também o habitat de mata, capoeira, campo e culturas. Os táxons vegetais encontrados com maior freqüência foram: Eucalyptus, Compositae (principalmente o tipo polínico Eupatorium) e Cecropia. Este último gênero,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Própolis; Pólen; Melissopalinologia.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781999000400016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise polínica do resíduo pós-emergência de ninhos de Centris tarsata Smith (Hymenoptera: Apidae, Centridini) Neotropical Entomology
Dórea,Marcos da C; Santos,Francisco de A R dos; Lima,Luciene C de L E; Figueroa,Luís E R.
Foi estabelecido um protocolo de tratamento para análise do resíduo polínico de ninhos de Centris tarsata Smith, obtidos através do uso de ninhos-armadilha. A área estudada localiza-se na Estação Biológica de Canudos, município de Canudos (09º56'34"S; 38º59'17"W), microrregião Nordeste da Bahia. A vegetação local é de caatinga hiperxerófila arbustiva, o clima é semi-árido, com temperatura média anual de 24,1ºC e precipitação anual de 454 mm. Foram utilizados dez ninhos de C. tarsata coletados dos ninhos-armadilha no primeiro semestre de 2004. Para a análise palinológica do conteúdo dos ninhos, foi necessário o estabelecimento de um método adequado, elaborado a partir da análise de sedimentos em paleopalinologia e de procedimentos de acetólise usuais em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Entomopalinologia; Pólen; Ninho-armadilha; Abelha solitária.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-566X2009000200005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
APICULTURA como fonte de renda no Semiárido: programa 30: Nordeste/Vale do Jequitinhonha. Infoteca-e
A apicultura como fonte de renda no Semiárido, tem se mostrado uma alternativa econômica promissora para centenas de produtores familiares em Sergipe. A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, a Codevasf, tem apostado nesta atividade e estruturado comunidades rurais no interior do Estado. Com o apoio da Codevasf a apicultura tem agregado valor à produção local, facilitando a comercialização da safra de mel e pólen.
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Produtor familiar; Apicultura; Renda; Comunidade rural; Mel; Pólen.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1074635
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aplicação de uma língua electrónica na classificação de méis monoflorais IPB - Escola Superior Agrária
Morais, L.; Dias, L.G.; Peres, António M.; Rocha, A.C.; Estevinho, Leticia M.; Machado, A.A.S.C..
Analisou-se o perfil polínico de 51 amostras de mel nacional. Os pólens mais frequentes no mel são originários das plantas dos géneros Lavandula, Cistus, Echium, Erica, Castanea, Thymus, Prunus, Cytisus, Carduus, Trifolium e Citrus. Considerando a classificação de mel monofloral de Lavandula (pólen predominante superior a 15%), de Erica e de Echium (pólen predominante superior a 45%) seleccionaram-se 38 méis monoflorais: 18, 9 e 11 destes méis foram classificados como méis monoflorais de Lavandula, Erica e Echium, respectivamente. Contudo há méis que podem ser classificados como mel monofloral de dois géneros de pólen (Lavandula-Echium, Erica-Lavandula, Echium-Lavandula). Os méis monoflorais foram analisados com um sistema de multi-sensores...
Tipo: Article Palavras-chave: Mel; Pólen; Língua electrónica; Análise multivariada.
Ano: 2007 URL: http://hdl.handle.net/10198/3031
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aspectos da ultraestrutura do pólen de Copaifera L. (Leg. caes). Repositório Alice
BARATA, F. C. A.; CARREIRA, L. M. M.; MARTINS-DA-SILVA, R. C. V..
2003
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Pólen.
Ano: 2003 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/575229
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade de vôo de abelhas da tribo Trigonini em Teresina, PI. Infoteca-e
PEREIRA, F. de M.; ARAÚJO, R. S. de; CAMARGO, R. C. R. de; LOPES, M. T. do R.; RIBEIRO, V. Q.; ROCHA, R. S.; ROCHA, A. M. P. L. da; SILVA, R. V. da..
Este trabalho objetivou estudar a atividade de vôo das abelhas sem ferrão Frieseomelitta francoi; Frieseomelitta deoderleini e Scaptotrigona sp nas condições ambientais deTeresina, Piauí. O experimento foi conduzido na Embrapa Meio-Norte no período de 4 de abril a 4 de agosto de 2005. O fluxo de abelhas entrando e saindo das colônias foi observado duas vezes por semana, 5 minutos a cada hora entre 8 h e 17 h 15, identificando-se o tipo de material transportado pelas operárias. A umidade relativa do ar e a temperatura foram medidas no momento das observações com o auxílio do Termo-higrômetro. Os resultados mostraram haver diferença no comportamento das espécies estudadas. A colônia de Scaptotrigona sp. mais ativa e concentrou sua atividade entre 11 h e 13...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Néctar; Pólen; Resina; Comportamento animal.
Ano: 2007 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/68100
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade de vôo de espécies de melipona (Hymenoptera, Apidae) nas condições de Teresina, PI. Infoteca-e
PEREIRA, F. de M.; ARAÚJO, R. S. de; RIBEIRO, V. Q.; CAMARGO, R. C. R. de; LOPES, M. T. do R.; ROCHA, A. M. P. L. da; ROCHA, R. S.; SILVA, R. V. da..
Avaliaram-se a atividade de coleta e limpeza, a influência da temperatura ambiental e a umidade relativa do ar na capacidade forrageira das espécies de abelhas Melipona compressipes, Melipona rufiventris, Melipona subnitida e Melipona asilvai. O experimento foi conduzido entre abril e agosto de 2005 em Teresina, Piauí. O fluxo de abelhas entrando e saindo das colônias foi observado duas vezes por semana, cinco minutos a cada hora entre 8h e 17h35, identificando-se o tipo de material transportado pelas operárias. A umidade relativa do ar e temperatura foram medidas no momento das observações com o auxílio do Termohigrômetro. Os resultados revelaram diferença no comportamento das espécies estudadas. A M. asilvai foi a mais eficiente na coleta de néctar e...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Meliponíneo; Pólen; Resina; Néctar.
Ano: 2006 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/69390
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade de vôo de Melipona asilvai (Hymenoptera:Apidae) nas condições de Teresina, Piauí. Repositório Alice
PEREIRA, F. de M.; ARAÚJO, R. S. de; RIBEIRO, V. Q.; CAMARGO, R. C. R. de; LOPES, M. T. do R.; ROCHA, R. S..
Este trabalho objetivou estudar a atividade de coleta e limpeza, a influência da temperatura ambiental e da umidade relativa do ar na capacidade forrageira da espécie Melipona asilvai...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Abelha sem ferrão; Comportamento; Néctar; Pólen; Temperatura; Umidade.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/69635
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de fertilidade de anteras em acessos de cebola com carmim acético. Repositório Alice
SÁ, J. F. de; SANTOS, C. A. F.; OLIVEIRA, A. E. de; SOUZA, R. R. C. de; COELHO, W. C. P..
O objetivo deste t rabalho foi avaliar a fertilidade de anteras utilizando o carmim acét ico para orientar o desenvolvimento de híbridos de cebola.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Allium cepa; Pólen; Cebola; Melhoramento genético; Onion.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1031815
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de materiais para o desenvolvimento de ração proteica para Melipona mandacaia Smith (Hymenoptera: Apidae). Repositório Alice
GALVÃO, M. N.; ALMEIDA, M. de S.; RIBEIRO, M. de F..
Este trabalho teve por objetivo avaliar alguns materiais como base para o desenvolvimento de uma ração proteica para a abelha-sem-ferrão conhecida popularmente como mandaçaia.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Abelha-sem-ferrão; Alimentação suplementar proteica; Meliponíneos; Abelha; Inseto; Pólen; Bee pollen.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1098703
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação do percentual de germinação in vitro do pólen da aceroleira. Repositório Alice
CARNEIRO NETO, T. F. de S.; SOARESM T. F.; REBOUÇAS, P. L. O.; SIQUEIRA, K. M. M. de; KIILL, L. H. P..
O objetivo deste trabalho foi avaliar o percentual de germinação in vitro do pólen de duas variedades de aceroleira.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Variedade Sertaneja BRS; Variedade Junko; Malpighia emarginata; Germinação in vitro; Pólen; Acerola; Cereja das Antilhas; Fruta tropical.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1073131
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bee flora and pollen grains study for the Online Pollen Catalogue Network: basis for plantpollinator interactions research. Repositório Alice
SILVA, C.; FREITAS, B.; BAUERMANN, S.; KLEINERT, A.; IMPERATRIZ-FONSECA, V.; MAUES, M. M.; ALBUQUERQUE, P.; NOVAIS, J.; TOLEDO, V.; BLOCHTEIN, B.; SARMENTO, E.; KRUG, C.; CURE, J.; ESTEVES, V.; MENDONÇA, C.; VIANA, B.; SANTOS, F.; SANTOS, I.; SARAIVA, A..
2016
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Abelha; Pólen; Polinização.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1064502
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia floral de espécies arbóreas importantes para o manejo florestal. Repositório Alice
ALMEIDA, G. B. de; MAUES, M. M..
bitstream/item/172840/1/doc003.pdf
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Manejo florestal; Essência florestal; Recurso florestal; Pólen; Morfologia.
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/408271
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia floral e heterostilia em Vismia guianensis (Aubl.) Choisy (Clusiaceae) Acta Botanica
Santos,Mary Janice Lima dos; Machado,Isabel Cristina.
Os estudos da biologia floral e reprodutiva e a caracterização da heterostilia em Vismia guianensis realizaram-se na Reserva Ecológica de Dois Irmãos, Recife, PE, entre novembro/1997 e fevereiro/ 1998. V. guianensis é arbustiva, apresenta flores heterostílicas, distílicas, dispostas em panículas terminais. A antese é diurna e as flores têm duração de um dia. O volume de néctar das flores foi ca. 2,0ul e a concentração de açúcares variou entre 46% e 68% nas duas formas florais. A viabilidade polínica foi aproximadamente de 93% nos dois tipos de flores. Com relação ao sistema reprodutivo, os testes de polinização controlada demonstraram que V. guianensis é autoincompatível, só produzindo frutos (55-65%) a partir da polinização interformas. Foram observadas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vistnia; Clusiaceae; Heterostilia; Melitofília; Pólen; Biologia floral.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061998000400014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia floral e morfologia polínica de Q. amara L. (Simaroubaceae). Repositório Alice
BARATA, F. C. A.; CARREIRA, L. M. M.; MAUÉS, M. M..
O estudo descritivo do pólen e da biologia floral de Quassia amara L. (Simaroubaceae) foi desenvolvido em área de terra firme no Campo Experimental da Embrapa Amazônia Oriental, em Belém-Pará, durante o período de julho de 1997 a setembro 1998. Esta espécie desempenha importante papel econômico devido ao aproveitamento de seus princípios ativos, que atuam no combate a diversas moléstias e também como inseticida natural. Apresenta-se como planta arbustiva, que a pleno sol floresce durante todo o ano. As flores são bissexuadas, reunidas em inflorescências paniculadas eretas. A antese ocorre por volta das 22 horas e a senescência manifesta-se com 3-4 dias após a antese. As anteras são amarelas, deiscência rimosa, com exposição do pólen entre 11 e 12:30 horas,...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Biologia foral; Pólen; Planta medicinal.
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/958971
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia floral em moranga (Cucurbita maxima Duch. var. “Exposição”) - DOI: 10.4025/actasciagron.v29i5.735 Agronomy
Nicodemo, Daniel; UNESP-Dracema; Couto, Regina Helena Nogueira; UNESP; Malheiros, Euclides Braga; UNESP; Jong, David De; USP.
Com o objetivo de se estudar a biologia floral em moranga (Cucurbita maxima), variedade Exposição, realizaram-se dois ensaios, utilizando-se 128 plantas, numa área de 2.000 m2. A abertura e o murchamento das flores ocorreu, em média, às 6h35 e 13h52, respectivamente. Havia, em média, 2,26 flores masculinas para cada flor feminina. As flores femininas produziram, em média, 138,9% mais néctar que as masculinas. A produção de néctar foi menor no segundo ensaio devido à menor precipitação e menor umidade relativa do ar. A concentração total de açúcares do néctar foi 0,3 e 3,8% maior nas flores femininas em relação às masculinas, respectivamente, para o primeiro e segundo ensaios. As flores masculinas produziram, em média, 129.021 grãos de pólen por flor, com...
Palavras-chave: 5.01.03.00-8 Fitotecnia biologia floral; Moranga; Néctar; Pólen; Atratividade floral 5.01.03.00-8 Fitotecnia.
Ano: 2007 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAgron/article/view/735
Registros recuperados: 123
Primeira ... 1234567 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional