Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 2
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diaspidídeos e parasitoides associados ao cultivo da videira no Rio Grande do Sul, Brasil. Repositório Alice
WOLFF, V. R. dos S.; BOTTON, M.; SILVA, D. C. da.
As cochonilhas-com-escudo (Hemiptera, Diaspididae) têm causado prejuízos significativos à cultura da videira no Rio Grande do Sul, principalmente em Vitis labrusca L. da cv. Niágara. No período de setembro de 2009 a outubro de 2011, foi realizado um inventário das espécies de Diaspididae ocorrentes no tronco das videiras e dos parasitoides associados. Foram avaliadas 32 propriedades localizadas nos municípios de Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Flores da Cunha e Sarandi-RS. A espécie mais frequente e abundante foi Hemiberlesia lataniae (Signoret, 1869). Melanaspis arnaldoi (Costa Lima, 1924) e Pseudaonidia marquesi Costa Lima, 1924 foram registradas pela primeira vez em V. labrusca. Todas as espécies de cochonilhas apresentaram perfurações nos escudos...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Videira; Niágara; Hemiberlesia lataniae; Melanaspis arnaldoi; Pseudaonidia marquesi; Cochonilhas-com-escudo; Viticultura; Uva; Vitis labrusca; Praga de planta; Controle integrado; Tronco; Viticulture; Grapes.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1001171
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diaspidídeos e parasitoides associados ao cultivo da videira no Rio Grande do Sul, Brasil Rev. Bras. Frutic.
Wolff,Vera Regina dos Santos; Botton,Marcos; Silva,Daniele Campos da.
As cochonilhas-com-escudo (Hemiptera, Diaspididae) têm causado prejuízos significativos à cultura da videira no Rio Grande do Sul, principalmente em Vitis labrusca L. da cv. Niágara. No período de setembro de 2009 a outubro de 2011, foi realizado um inventário das espécies de Diaspididae ocorrentes no tronco das videiras e dos parasitoides associados. Foram avaliadas 32 propriedades localizadas nos municípios de Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Flores da Cunha e Sarandi-RS. A espécie mais frequente e abundante foi Hemiberlesia lataniae (Signoret, 1869). Melanaspis arnaldoi (Costa Lima, 1924) e Pseudaonidia marquesi Costa Lima, 1924 foram registradas pela primeira vez em V. labrusca. Todas as espécies de cochonilhas apresentaram perfurações nos escudos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Hemiberlesia lataniae; Melanaspis arnaldoi; Pseudaonidia marquesi; Diaspididae; Vitis labrusca.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452014000400010
Registros recuperados: 2
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional