Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 16
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Áreas potenciais para a criação de rã-touro gigante Lithobates catesbeianus (Shaw, 1802) na região Sudeste do Brasil. Infoteca-e
RODRIGUES, C. A. G.; QUARTAROLI, C. F.; CRIBB, A. Y.; BELUZZO, A. P..
2010
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Condição ambiental; Ranicultura; Zoneamento climático.
Ano: 2010 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/884549
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Áreas potenciais para a criação de rã-touro-gigante (lithobates catesbeianus SHAW, 1802) na região Sul do Brasil. Repositório Alice
MORETTO, G. A.; RODRIGUES, C. A. G.; CRIBB, A. Y.; FURTADO, A. L. dos S..
A ranicultura demonstra ser promissora no Brasil, principalmente como atividade rural voltada à agricultura familiar e aos pequenos agricultores. A presente pesquisa objetivou levantar preliminarmente os ranários ativos existentes atualmente na região Sul e a sua distribuição espacial, além de delimitar áreas potenciais naturais e áreas com restrições de temperatura mínima do ar, umidade relativa do ar e altitude para a criação da rã-touro-gigante (Lithobates catesbeianus Shaw, 1802). No levantamento preliminar, foram contabilizados 16 ranários distribuídos em dois municípios do Paraná (PR), 5 em Santa Catarina (SC) e 2 no Rio Grande do Sul (RS). Entre os estados da região Sul, somente uma pequena área do PR, localizada entre as mesorregiões do noroeste...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Ranicultura; Sul do Brasil; Zoneamento climático.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1020594
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Áreas potenciais para a criação de rã-touro-gigante (lithobates catesbeianus SHAW, 1802) na região Sul do Brasil. Repositório Alice
MORETTO, G. A.; RODRIGUES, C. A. G.; CRIBB, A. Y.; FURTADO, A. L. dos S..
A ranicultura demonstra ser promissora no Brasil, principalmente como atividade rural voltada à agricultura familiar e aos pequenos agricultores. A presente pesquisa objetivou levantar preliminarmente os ranários ativos existentes atualmente na região Sul e a sua distribuição espacial, além de delimitar áreas potenciais naturais e áreas com restrições de temperatura mínima do ar, umidade relativa do ar e altitude para a criação da rã-touro-gigante (Lithobates catesbeianus Shaw, 1802). No levantamento preliminar, foram contabilizados 16 ranários distribuídos em dois municípios do Paraná (PR), 5 em Santa Catarina (SC) e 2 no Rio Grande do Sul (RS). Entre os estados da região Sul, somente uma pequena área do PR, localizada entre as mesorregiões do noroeste...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Ranicultura; Zoneamento climático; Sul do Brasil.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/970935
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade da amilase em rã-touro durante a fase pós-metamórfica PAB
Braga,Luís Gustavo Tavares; Oliveira,Maria Goreti de Almeida; Lima,William Cardoso; Euclydes,Ricardo Frederico.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade da amilase no quimo da rã-touro, Rana catesbeiana Shaw 1802 (3,6 a 200 g). Oitenta e sete animais foram distribuídos em baias-testes com temperatura e fotoperíodo controlados. As rãs selecionadas na fase pós-metamórfica receberam ração comercial extrusada ad libitum. Durante 87 dias de experimento, foram efetuadas 29 coletas em intervalos de 1 a 8 dias. As coletas do conteúdo intestinal foram feitas mediante a insensibilização das rãs em gelo e água e isolamento posterior do intestino delgado das mesmas. Para os testes da atividade da amilase, foram utilizados kits enzimáticos comerciais. A atividade da amilase foi observada a partir do terceiro dia e apresentou aumento até alcançar estabilidade, quando os...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Rana catesbeiana; Atividade enzimática; Enzimas digestivas; Ranicultura.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2005001000001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação histológica do intestino médio, do fígado e do pâncreas de girinos de rã-touro alimentados com rações comerciais formuladas com três níveis de proteína bruta R. Bras. Zootec.
Seixas Filho,José Teixeira de; Gomes,Leonardo Henrique; Aguiar,Delfim Vera Cruz; Hipolito,Marcio; Martins,Ana Maria Cristina Rabello Pinto da Fonseca; Chaves,Antônio Carlos Palermo.
Avaliou-se o desenvolvimento do intestino médio, do fígado e do pâncreas de girinos de rã-touro (Rana catesbeiana) alimentados com ração comercial com 22, 24 ou 28% de proteína bruta (PB). Utilizaram-se 360 girinos com 15 dias de vida, provenientes de mesma desova, distribuídos em caixas com 30 L de água, em densidade de 1 girino/L, mantidas a 25°C (±1ºC), constituindo um delineamento experimental completamente casualizado, com quatro repetições. A partir do 9º dia e até o 48º dia de alimentação, os órgãos (intestino médio, fígado e pâncreas) de três girinos de cada grupo foram fixados em solução histológica de Bouin para coloração por hematoxilina e eosina. A presença de tecido conjuntivo extremamente frouxo nas alças intestinais dos girinos sugeriu...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Histologia; Nutrição animal; Ranicultura.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982008001200003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Construção participativa de uma rede sociotécnica na cadeia ranícola brasileira: avanços e desafios. Repositório Alice
CRIBB, A. Y..
2016
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Ranicultura.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1058961
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desempenho e atividades enzimáticas em girinos de rã-touro. Repositório Alice
SEIXAS FILHO, J.T. de; OLIVEIRA, M.G.A.; MOURA, G. de S.; GARCIA, S.L.R.; LANNA, E.T.A.; SILVA, L.N. da..
O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho e as atividades das enzimas digestivas de girinos de rã-touro, alimentados com ração comercial durante 60 dias, com um girino por litro, em caixas com 30 L de água. Os parâmetros medidos quinzenalmente foram: sobrevivência, comprimento, peso final, consumo de ração, e a atividade de amilase, lipase e tripsina. O maior crescimento dos girinos foi do 15o ao 45o dia 20,61 mm. Durante os primeiros 15 dias, os girinos apresentaram a maior taxa de crescimento específico, 16,73% por dia. Do 45o ao 60o dia, os girinos apresentaram o maior ganho de peso, 3,98±0,73 g, o maior consumo de ração, 14,40±1,14 g, e a melhor conversão alimentar, 3,67:1,0±0,18. Houve aumento significativo da atividade enzimática depois do...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Lithobathes catesbeianus; Enzimologia; Girinagem; Morfofisiologia; Nutrição animal; Ranicultura; Enzymology; Bullfrog farming; Morphophysiology; Animal nutrition; Tadpole production.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/125682
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desempenho e atividades enzimáticas em girinos de rã-touro PAB
Seixas Filho,José Teixeira de; Oliveira,Maria Goreti Almeida; Moura,Guilherme de Souza; Garcia,Silvana Lages Ribeiro; Lanna,Eduardo Teixeira Arruda; Silva,Lilia Nogueira da.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho e as atividades das enzimas digestivas de girinos de rã-touro, alimentados com ração comercial durante 60 dias, com um girino por litro, em caixas com 30 L de água. Os parâmetros medidos quinzenalmente foram: sobrevivência, comprimento, peso final, consumo de ração, e a atividade de amilase, lipase e tripsina. O maior crescimento dos girinos foi do 15º ao 45º dia - 20,61 mm. Durante os primeiros 15 dias, os girinos apresentaram a maior taxa de crescimento específico, 16,73% por dia. Do 45º ao 60º dia, os girinos apresentaram o maior ganho de peso, 3,98±0,73 g, o maior consumo de ração, 14,40±1,14 g, e a melhor conversão alimentar, 3,67:1,0±0,18. Houve aumento significativo da atividade enzimática depois do...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Lithobathes catesbeianus; Enzimologia; Girinagem; Morfofisiologia; Nutrição animal; Ranicultura.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2008001100022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desempenho zootécnico e tabela de alimentação de girinos de rã-touro (Rana catesbeiana) criados no sistema anfigranja R. Bras. Zootec.
Lima,Samuel Lopes; Casali,Alex Poeta; Agostinho,Cláudio Angelo.
Objetivou-se com a execução deste trabalho avaliar, em nível de campo, o desempenho zootécnico de girinos de rã-touro (Rana catesbeiana) criados em ranários comerciais que utilizam o sistema anfigranja, e simultaneamente estimar os valores de consumo diário de ração para compor uma tabela de referência para a alimentação dos animais. Os resultados encontrados nas unidades de observações monitoradas (aproximadamente 249 mil animais) atingiram os seguintes índices médios: a mortalidade (em %) variou de: 0,7 a 35,2 (média 5,9%); o ganho de peso (g. p/dia): de 0,03 a 0,22 (média 0,11 g/dia); e a conversão alimentar: de 0,92 a 2,75 : 1; (média 1,50 : 1). Comparados com dados preliminares, tais resultados indicam uma significativa otimização dos índices...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Criação de girinos; Índices zootécnicos; Rã-touro; Ranicultura; Sistema Anfigranja; Tabela de alimentação.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982003000300002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento de girinos de rã-touro (Rana catesbeiana, Shaw, 1802) cultivados em diferentes densidades de estocagem em tanques-rede R. Bras. Zootec.
Hayashi,Carmino; Soares,Claudemir Martins; Galdioli,Eliana Maria; Furuya,Valéria Rossetto Barriviera; Boscolo,Wilson Rogério.
Objetivou-se, nesta pesquisa, avaliar o efeito da densidade de estocagem sobre o desenvolvimento de girinos de rã-touro em tanques-rede. Foram utilizados 360 girinos com peso médio inicial 0,01g e comprimento inicial médio de 0,92±0,06 cm, distribuídos em um delineamento em blocos ao acaso com cinco tratamentos (0,50; 1,00; 1,50; 2,00 e 2,50 indivíduos/L) e quatro repetições, em 20 tanques-rede experimentais (12 L). Foi fornecida dieta com 40,00% de proteína bruta, na proporção de 8,00% do peso vivo, duas vezes ao dia. Observou-se aumento linear da biomassa por tanque, em função da densidade de estocagem. O peso final médio e a taxa de sobrevivência apresentaram redução linear, com o aumento da densidade. Observaram-se lotes mais uniformes dos girinos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Densidade de estocagem; Girinos; Rana catesbeiana; Ranicultura; Rã-touro; Tanques-rede.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982004000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição espacial e áreas potenciais para a criação de rã-touro gigante (Rana catesbeiana SHAW, 1802) na região sudeste do Brasil. Repositório Alice
BELLUZZO, A. P.; RODRIGUES, C. A. G.; CRIBB, A. Y.; QUARTAROLI, C. F..
A ranicultura apresenta infraestrutura (logística), condições ambientais e mercado potencial promissores em algumas localizações do Brasil. O presente trabalho objetivou fazer o levantamento dos ranários ativos atuais existentes na Região Sudeste e da sua distribuição espacial, e determinar áreas com potencial alto, intermediário e baixo para a criação da rã-touro gigante (Rana catesbeiana Shaw, 1802) considerando-se restrições como altitude, temperatura mínima e umidade relativa do ar (UR). No levantamento, foram contabilizados 144 ranários distribuídos em 60 municípios em São Paulo (SP), 16 no Rio de Janeiro (RJ), dez em Minas Gerais (MG) e três no Espírito Santo (ES). Regiões de ES e RJ apresentaram alto potencial criatório; a faixa oriental sentido...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Ranicultura.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/872542
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da densidade de estocagem no desempenho de rã-touro (Rana catesbeiana) em recria R. Bras. Zootec.
Casali,Alex Poeta; Moura,Onofre Maurício de; Mendes,Richélita do Rosário Brito; Campos,Valnir de Meneses.
Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar quatro densidades de estocagem na recria de rã-touro em mini-baias. As densidades estudadas foram: D1: 75 rãs/m² (inicial) e 35 rãs/m² (final); D2: 105 rãs/m² (inicial) e 50 rãs/m² (final); D3: 125 rãs/m² (inicial) e 60 rãs/m² (final); e D4: 160 rãs/m² (inicial) e 75 rãs/m² (final). No ensaio de desempenho, foram utilizadas 558 rãs com peso médio de 26,80 g durante 56 dias, distribuídas em um delineamento em blocos casualizados, com seis repetições. Houve efeito das densidades sobre o ganho de peso, que foram inversamente proporcionais. Menores densidades resultaram em maior consumo de alimento, de modo que, com o uso das densidades iniciais de 75 e 105 rãs/m², obteve-se maior consumo de alimento que o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Avaliação econômica; Pós-metamorfose; Ranicultura.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982005000600005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Histologia do rim, fígado e intestino de girinos de rã-touro (Rana catesbeiana) alimentados com dietas contendo própolis Ciência Rural
Arauco,Luis Ricardo Romero; De Stéfani,Marta Verardino; Nakaghi,Laura Satiko Okada; Oliveira-Bahia,Verônica Regina Lobato de.
Este trabalho teve como objetivo verificar a ocorrência de possíveis alterações no fígado, rim e intestino de girinos de rã-touro no estágio 42, alimentados com dietas contendo diferentes concentrações (0,0; 0,2; 0,5; 1,0; e 1,5%) de extrato hidroalcoólico de própolis. O experimento foi conduzido no laboratório de Nutrição de Organismos Aquáticos do Centro de Aqüicultura da UNESP, onde foram utilizados 1.400 girinos no estágio 26, distribuídos em vinte tanques experimentais. No final do experimento (60 dias), foram sacrificados três girinos de cada repetição e retiradas amostras de rim, fígado e intestino para processamento de lâminas histológicas no Laboratório de Histologia do Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal da FCAV - UNESP. As amostras...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ranicultura; Histologia; Própolis; Órgãos.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782007000500034
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da temperatura e do tipo de substrato na produção de larvas de Musca domestica linnaeus, 1758 (Diptera, Muscidae) R. Bras. Zootec.
Weigert,Stefan Cruz; Figueiredo,Mario Roberto Chim; Loebmann,Daniel; Nunes,José Augusto Reis; Santos,Antonio Luís Garcia dos.
Em sala climatizada no Ranário Experimental da Fundação Universidade Federal do Rio Grande (REURG), quatro moscários foram preparados, colocando-se em cada um cerca de 5000 pupas de Musca domestica. Após o nascimento das moscas, cada moscário recebeu, além das bandejas com alimento (açúcar e leite), uma bandeja com substrato para postura, constituído de farelo de trigo umedecido. Diariamente os substratos para postura foram homogeneizados e distribuídos entre 15 bandejas pequenas, acondicionadas em estufas climatizadas e submetidos a uma combinação de cinco temperaturas (20, 23, 26, 29 e 32ºC) e três substratos para a produção de larvas (farelos de arroz, de trigo e de soja). As temperaturas de 20, 23 e 26ºC proporcionaram os melhores resultados de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Larvas de mosca; Ranicultura; Substrato; Temperatura.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982002000800003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Manual técnico de ranicultura. Infoteca-e
CRIBB, A. Y.; AFONSO, A. M.; MOSTÉRIO, C. M. F..
2013
Tipo: Livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: ; Ranicultura.
Ano: 2013 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/990841
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Rações comerciais e o rendimento de carcaça e subprodutos de rã-touro Ciência Rural
Casali,Alex Poeta; Moura,Onofre Maurício de; Lima,Samuel Lopes.
Objetivou-se avaliar o efeito do sexo e do uso de quatro rações comerciais extrusadas (R1, R2, R3 e R4) e uma ração peletizada (R5) sobre o rendimento de carcaça e aproveitamento de subprodutos da ranicultura, após 56 dias de experimentação. As rações comerciais eram recomendadas para diferentes espécies e fases de desenvolvimento animal, a saber: R1 = para rãs (na fase inicial, imagos); R2 = para peixes onívoros (em fase inicial); R3 = para trutas (peixe carnívoro na fase de crescimento); e R4 = para trutas (na fase inicial). Foram analisados os teores (%) de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE), fibra bruta (FB) e matéria mineral (MM) das rações. Foram utilizadas 80 rãs-touro com peso médio inicial de 51,57g distribuídas em um...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Características alométricas; Ração; Rana catesbeiana; Ranicultura.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782005000500029
Registros recuperados: 16
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional