Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Amostragem, caracterização de sintomas e escala diagramática da mancha graxa dos citros (Mycosphaerella citri) no Recôncavo Baiano Ciência Rural
Silva,Suely Xavier de Brito; Laranjeira,Francisco Ferraz; Soares,Ana Cristina Fermino; Michereff,Sami Jorge.
O Recôncavo da Bahia é uma região de clima propício à mancha graxa dos citros (Mycosphaerella citri), doença nunca antes estudada no Brasil. Os objetivos deste trabalho foram definir o tamanho mínimo de amostra para quantificar a incidência, caracterizar os sintomas da doença e elaborar uma escala diagramática para a avaliação de sua severidade. A partir de uma amostragem piloto realizada por avaliação de cinco folhas por quadrante, quatro quadrantes por planta e 30 plantas em cada um dos 10 pomares visitados no município de Cruz das Almas, foi determinado que o tamanho mínimo da amostra em quadrantes e folhas seria de quatro e 16 plantas, respectivamente. De 320 folhas coletadas de diferentes plantas em 11 pomares, foi constatada uma grande quantidade de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mycosphaerella citri epidemiologia; Severidade; Bahia.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782009000300040
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise da pulverização de um fungicida na cultura do feijão, em função do tipo de ponta e do volume aplicado Bragantia
Garcia,Luiz Claudio; Justino,Altair; Ramos,Hamilton Humberto.
A cultura do feijão (Phaseolus vulgaris L.) é uma das mais importantes na agricultura brasileira. A ocorrência de doenças é um sério fator de influência no seu desenvolvimento e produtividade. Objetivou-se com o experimento instalado no município de Ponta Grossa (PR) analisar diferentes condições de pulverização para aplicação de um fungicida. Semeou-se a cultivar carioca FT-Bonito em janeiro de 2001. Realizou-se a pulverização do ingrediente ativo azoxystrobin com pulverizador costal pressurizado com CO2. Os tratamentos foram compostos por dois tipos de pontas (jato plano e cônico vazio) e por dois métodos de determinação do volume de calda aplicado, fornecido pelo fabricante e pelo índice de área foliar - IAF. O volume definido pelo IAF foi acurado pela...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Área foliar; Severidade; Produtividade.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052002000300011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aplicação do silício para aumentar a resistência do arroz à mancha-parda PAB
Zanão Júnior,Luiz Antônio; Fontes,Renildes Lúcio Ferreira; Ávila,Vinícius Tavares de.
O objetivo deste trabalho foi avaliar fontes e métodos de aplicação de silício para aumentar sua absorção e a resistência de plantas de arroz (Oryza sativa), cultivar Metica-1, à mancha-parda (Bipolaris oryzae). Foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação, com solo Latossolo Vermelho. O delineamento experimental foi o completamente casualizado, com oito repetições. As fontes foram wollastonita (silicato de cálcio), aplicada via solo, e silicato de potássio e ácido monossilícico, aplicados via foliar. A aplicação de silício via solo resultou em aumento do teor foliar deste elemento e foi eficiente na indução de resistência à mancha-parda, diferentemente do observado com sua aplicação via foliar.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bipolaris oryzae; Oryza sativa; Aplicação foliar; Controle alternativo de doenças; Parcelamento; Severidade.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2009000200013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de fungicidas no controle de Asperisporium caricae na cultura do mamoeiro Rev. Bras. Frutic.
Barreto,Lívia Felício; Savan,Paulo Alberto Legori; Lima,Lonjoré Leocadio de; Lodo,Bruno Nascimento.
Dentre as doenças fúngicas do mamoeiro, a varíola (Asperisporium caricae) é umas das doenças mais importantes. Os objetivos deste trabalho foram avaliar a eficácia de fungicidas no controle da varíola em folhas e frutos do mamoeiro. O experimento foi conduzido em área comercial, no município de Taquarintiga - SP, em delineamento de blocos casualizados, com cinco tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram tebuconazol + trifloxistrobina (0,06 L.100L-1 de água), piraclostrobina (0,04 L.100L-1 de água), difenoconazol (0,03 L.100L-1 de água), azoxistrobina (128 g.ha-1) e a testemunha. Foram realizadas três avaliações, nas quais foram avaliadas a severidade da varíola através de escala diagramática, nas folhas e nos frutos de três plantas previamente...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Varíola; Severidade; Doença.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452011000500051
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracteres epidemiológicos e uso da análise de agrupamento para resistência parcial à ferrugem da soja PAB
Santos,Juliana Araújo; Juliatti,Fernando Cézar; Santos,Verônica Araújo; Polizel,Analy Castilho; Juliatti,Fernanda Cristina; Hamawaki,Osvaldo Toshiuki.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência parcial de genótipos de soja ao fungo Phakopsora pachyrhizi. Calcularam-se o número médio de pústulas, a severidade e a área abaixo da curva de progresso da doença. Foram encontradas diferenças significativas entre os genótipos quanto ao número médio de pústulas e severidade, aos 12 dias após a inoculação. A análise de agrupamento permitiu a discriminação de genótipos parcialmente resistentes. Os genótipos G4, G41 e G42, referentes aos parentais Cristalina e IAC 100, foram detectados como os de maior resistência parcial à ferrugem da soja.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Glycine max; Phakopsora pachyrhizi; Análise multivariada; Dendrograma; Severidade.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2007000300019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comportamento de clones de cajueiro-anão ao oídio e o dano em flores e maturis. Infoteca-e
VIANA, I. E. T.; MARTINS, M. V. V.; FONSECA, W. L.; LIMA, C. S.; ARAUJO, F. S. A..
O oídio, causado pelo fungo Erysiphe quercicola (Anamorf. Pseudoidium anacardii) é o principal problema fitopatológico do cajueiro, prejudicando a produção de castanha e pedúnculo. O objetivo desse trabalho foi avaliar o comportamento dos clones de cajueiro-anão ?BRS 226?, ?BRS 265? e ?EMBRAPA 51? em condições epidêmicas e o dano do oídio sobre flores e maturis.
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Erysiphe quercicola; Pseudoidium anacardii; Severidade; Incidência; Anacardium Occidentale.
Ano: 2020 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1120817
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Danos da morte súbita dos citros sobre a produção de laranja Trop. Plant Pathol.
Bassanezi,Renato B; Busato,Luiz A; Sanches,André L; Barbosa,José C.
A Morte Súbita dos Citros (MSC) afeta laranjeiras doces (Citrus sinensis) e algumas tangerineiras (Citrus reticulata) enxertadas em limoeiro 'Cravo' (Citrus limonia) no norte do Estado de São Paulo e sul do Triângulo Mineiro. O progresso da doença nos pomares têm causado grande preocupação para o agronegócio citrícola. Para caracterizar e quantificar os danos causados pela MSC, a produção de frutos (peso total e número de frutos por planta e tamanho dos frutos) foi avaliada em quatro talhões para cada combinação variedade ('Hamlin', 'Pêra', 'Natal' e 'Valência') / classe de idade (três a cinco anos, seis a dez anos e 11 a 15 anos). Em cada talhão, as plantas foram classificadas de acordo com a severidade de MSC (0 = sadia, 1 = sintomas iniciais e 2 =...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Epidemiologia; Avaliação de danos; Severidade; Etiologia; Citrus sinensis; Laranja doce.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-41582005000500006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Doenças foliares da alfafa (Medicago sativa L.), em Lavras, Minas Gerais R. Bras. Zootec.
Pereira,Rosana Cristina; Evangelista,Antônio Ricardo; Souza,Paulo Estevão de; Silva,Alexandre Christófaro; Muniz,Joel Augusto.
Objetivou-se verificar as doenças foliares que ocorrem na alfafa em Lavras-MG, no período de setembro de 1997 a outubro de 1998. Um ensaio foi conduzido em blocos ao acaso em esquema de parcelas subdivididas. Nas parcelas foram alocadas foram 35 cultivares e nas subparcelas 11 épocas de avaliação. Avaliações foram realizadas aos 28 dias após corte, quando foram coletadas dez hastes de alfafa por parcela para avaliação da desfolha e determinação da severidade das doenças. Os dados foram submetidos à análise de variância e os contrastes entre médias comparados pelo teste de Scott-Knott a 5%. A mancha-de-Leptosphaerulina ocorreu durante o ano todo, porém com maior severidade nos períodos mais frios do ano. A mancha-negra-das-folhas-e-caule apresentou maior...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Condições climáticas; Cultivares; Ocorrência; Resistência; Severidade.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982003000600002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da poda do tipo decote no controle da xylella fastidiosa em cultivares de cafeeiro Bragantia
Queiroz-Voltan,Rachel Benetti; Cabral,Luciane Perosin; Paradela Filho,Osvaldo; Fazuoli,Luiz Carlos.
A bactéria Xylella fastidiosa causa prejuízos à cafeicultura e o emprego de produtos químicos, até o presente, não tem possibilitado o controle econômico dessa bactéria. O manejo adequado do cafezal, desde o plantio, com o uso de mudas isentas da bactéria e o controle das cigarrinhas vetoras, são medidas que atenuam a incidência da doença. A utilização de podas, que tem sido recomendada como medida de controle em citros e videiras, não tem ainda eficiência comprovada para o cafeeiro. Neste trabalho, objetivou-se estudar a eficácia do emprego da poda do tipo decote em cafeeiros arábica como controle de X. fastidiosa. Para tanto, após o emprego desse tipo de poda em cafeeiros infectados pela bactéria, quantificou-se a proporção de elementos de vaso do xilema...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cultivares de Coffea arabica; Porta-enxerto; Obstrução do xilema; Severidade.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052007000100009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do número de aplicações de fungicidas no controle da ferrugem asiática da soja - DOI: 10.4025/actasciagron.v30i2.1741 Agronomy
Barros, Hélio Bandeira; Universidade Federal do Tocantis; Sediyama, Tuneo; UFV; Reis, Múcio Silva; UFV; Cecon, Paulo Roberto; UFV.
Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do número de aplicações foliares de fungicidas no controle da ferrugem asiática, em cultivares de soja. O experimento foi conduzido na safra de 2003/04, em Viçosa, Estado de Minas Gerais. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram: testemunha sem aplicação, uma aplicação realizada no estádio R5, duas aplicações (R4 e R6) e três aplicações (R4, R5 e R6), utilizando-se a mistura de fungicidas (pyraclostrobin + epoxiconazole) e carbendazin. Após a analise de variância e teste de médias, verificaram-se reduções significativas de 91,6 e 97,5% na severidade de ferrugem asiática e de 100 e 86,8% na porcentagem de desfolha, no tratamento de três aplicações...
Palavras-chave: 5.01.03.05-9 Melhoramento Vegetal Phakopsora pachyrhizi; Severidade; Rendimento; Glycine max 5.01.03.05-9 Melhoramento Vegetal.
Ano: 2008 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAgron/article/view/1741
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Escala de notas para quantificação da ferrugem em Eucalyptus Trop. Plant Pathol.
Junghans,Davi T.; Alfenas,Acelino C.; Maffia,Luiz A..
Utilizando tamanho de pústulas e número de soros como critérios para avaliar a severidade, estabeleceu-se a seguinte escala de notas para quantificação da ferrugem causada por Puccinia psidii em mudas inoculadas de Eucalyptus sp.: S0 = imunidade ou reação de hipersensibilidade, com necrose ou "fleck"; S1 = pústulas puntiformes, < 0,8 mm de diâmetro; S2 = pústulas medianas, de 0,8 a 1,6 mm de diâmetro; e S3 = pústulas grandes, > 1,6 mm de diâmetro. Aferiu-se essa escala mediante o uso do marcador RAPD AT9/917, geneticamente ligado a um gene de resistência à ferrugem, em uma progênie de E. grandis. Apenas as plantas das classes S0 e S1 apresentaram o referido marcador e foram consideradas resistentes. A inconsistência na classificação de plantas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other Palavras-chave: Severidade; Avaliação da resistência; Puccinia psidii.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-41582003000200012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Escala diagramática para a quantificação do complexo de doenças foliares de final de ciclo em soja Trop. Plant Pathol.
Martins,Mônica C.; Guerzoni,Rodrigo A.; Câmara,Gil M. de S.; Mattiazzi,Patrícia; Lourenço,Sílvia A.; Amorim,Lilian.
A ocorrência das doenças foliares de final de ciclo em soja (Glycine max) causadas pelos fungos Septoria glycines e Cercospora kikuchii é facilmente observada no campo. Entretanto, são necessárias informações precisas sobre a quantificação de danos e perdas na produtividade. A falta de um método padrão de quantificação visual para essas doenças pode levar a estimativas imprecisas da severidade das mesmas, induzindo a conclusões erradas. Com o objetivo de elaborar uma escala diagramática para quantificar a severidade dessas doenças, foram coletadas em campo, folhas apresentando diferentes níveis de severidade. A área de cada folha e sua correspondente severidade foram determinadas e, obedecendo-se a "Lei do estímulo de Weber-Fechner", foi elaborada uma...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Glycine max; Mancha parda; Crestamento foliar de cercospora; Patometria; Severidade.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-41582004000200009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Escala diagramática para avaliação da severidade da mancha foliar do eucalipto causada por Quambalaria eucalypti Trop. Plant Pathol.
A mancha foliar, causada por Quambalaria eucalypti, é atualmente uma das principais doenças do eucalipto (Eucalyptus spp.) na fase de viveiro. Devido à sua recente constatação no Brasil, pouco se conhece sobre a epidemiologia e o controle dessa doença. Em função da necessidade de métodos padronizados e confiáveis para sua quantificação foi elaborada uma escala diagramática contendo oito níveis (0,4; 1; 2; 4; 8; 16; 32 e 49%) de severidade. Na sua validação, quatro avaliadores inexperientes e quatro experientes avaliaram folhas com diferentes níveis de severidade, inicialmente sem o uso da escala e posteriormente com o seu uso, sendo as estimativas comparadas quanto à acurácia e precisão. Com a utilização da escala, os avaliadores apresentaram melhores...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Patometria; Escala diagramática; Severidade; Eucalipto; Quambalaria eucalypti.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-41582005000500007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Escala diagramática para avaliação da severidade de bacteriose em pessegueiro Rev. Bras. Frutic.
Citadin,Idemir; Assmann,André Paulo; Mazaro,Sergio Miguel; Gouvêa,Alfredo de; Danner,Moeses Andrigo; Malagi,Gustavo.
Uma escala diagramática para quantificar a severidade da bacteriose em folhas de pessegueiro (Prunus persica), causada por Xanthomonas arboricola pv. pruni, foi desenvolvida e validada. A escala considerou os limites de severidade mínima e máxima da doença observados no campo, e os níveis intermediários seguiram incrementos logarítmicos, obedecendo-se à"Lei do estímulo de Weber-Fechner". A escala consta de seis níveis: 0,5; 1,5; 4,3; 12,0; 29,1 e 55,3%, sendo avaliada por sete indivíduos sem experiência na avaliação da bacteriose em pessegueiro. Inicialmente, a estimativa da severidade foi feita sem auxílio da escala em 50 folhas com diferentes níveis de severidade. Em seguida, os mesmos avaliadores utilizaram a escala diagramática proposta. Por meio de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Patometria; Severidade.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452008000200010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estratégias para eficiência da seleção de feijoeiro quanto à resistência à murcha-de-fusário PAB
Pereira,Mônica Juliani Zavaglia; Ramalho,Magno Antonio Patto; Abreu,Ângela de Fátima Barbosa.
O objetivo deste trabalho foi melhorar a eficiência de seleção de linhagens de feijoeiro, para a resistência ao Fusarium oxysporum f.sp. phaseoli. Foram comparados sete métodos de inoculação do patógeno, em quatro linhagens de feijoeiro, em delineamento inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 4x7, com cinco repetições. A reação das linhagens foi avaliada aos 21 dias após a inoculação. Para identificar a melhor época de avaliação da severidade do patógeno, 18 linhagens de feijoeiro foram submetidas à inoculação do patógeno, pela imersão de raízes na suspensão de esporos, com corte do sistema radicular, em delineamento inteiramente ao acaso, com 15 repetições. O progresso da doença foi acompanhado aos 7, 14, 21 e 28 dias após a inoculação. Com dados de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fusarium oxysporum; Épocas de avaliação; Inoculação; Melhoramento genético; Severidade.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2008000600008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
FERRUGEM DO PESSEGUEIRO:REAÇÃO DE CULTIVARES EM SISTEMA DE PRODUÇÃO INTEGRADA Rev. Bras. Frutic.
ALVES,GISELDA; NESI,CRISTIANO NUNES; FRANCO,FERNANDO RAMOS; DEL PONTE,EMERSON MEDEIROS; MAY-DE-MIO,LOUISE LARISSA.
RESUMOA ferrugem do pessegueiro, causada pelo fungo Tranzschelia discolor, é a principal doença foliar da cultura. O objetivo deste trabalho foi avaliar e comparar a intensidade da ferrugem em onze cultivares de pessegueiro (Aurora 1, Chimarrita, Chiripá, Coral, Eldorado, Granada, Leonense, Maciel, Marli, Premier e Vanguarda) em pomar manejado de acordo com as normas da produção integrada, no município da Lapa-PR, no período de novembro e abril. O experimento foi composto de três blocos contendo três plantas por cultivar em cada bloco. Na planta central de cada cultivar, avaliaram-se a incidência e a severidade da ferrugem do pessegueiro em folhas de oito ramos mistos previamente marcados, a cada 15 dias. A incidência da ferrugem nas folhas de todas as...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Tranzschelia discolor; Incidência; Severidade.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452015000100083
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fungicidas no controle da ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi) e produtividade da soja Ciência Rural
Soares,Rafael Moreira; Rubin,Sérgio De Assis Librelotto; Wielewicki,Angélica Polenz; Ozelame,José Geraldo.
Neste trabalho, avaliou-se o efeito de fungicidas no desenvolvimento da ferrugem asiática, causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi, e na produtividade da soja. Os fungicidas foram pulverizados quando as plantas estavam no estádio de desenvolvimento R4. Utilizou-se a cultivar Fepagro-RS 10 e delineamento blocos ao acaso com quatro repetições e dez tratamentos. A avaliação da severidade da doença foi feita 30 dias após a pulverização, utilizando-se uma escala de notas de 0 a 5, considerando-se a porcentagem da área foliar infectada. Os tratamentos com os fungicidas azoxystrobin, difenoconazole + propiconazole, fluquinconazole, myclobutanil, pyraclostrobin + epoxiconazole, tebuconazole e trifloxistrobina + propiconazole, controlaram o patógeno em relação à...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Glycine max; Controle químico; Severidade.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000400045
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Identificação de progênies de tomateiro resistentes à murcha-bacteriana Horticultura Brasileira
Silveira,Elineide B.; Gomes,Andréa M. A.; Ferraz,Edinardo; Maranhão,Elizabeth A. A.; Mariano,Rosa L. R..
Uma amostra de 660 plantas de uma população F6 de tomateiro, obtida pelo cruzamento das cultivares CL5915-93 (moderadamente resistente) e IPA-6 (suscetível) foi avaliada para resistência a Ralstonia solanacearum em condições de campo (28 ± 4ºC e UR 70 ± 5,5%), em março de 1996 na UFRPE. Plantas com 20 dias foram inoculadas com a biovar III do patógeno pela deposição de 5 ml de uma suspensão (5x10(8) UFC/ml) na base de cada planta, duas horas antes do transplantio para canteiros no campo. As avaliações foram realizadas em intervalos semanais até os 70 dias após inoculação. No final do ciclo da cultura foram selecionadas 151 plantas que não apresentaram sintomas e desse material, uma progênie foi retrocruzada com a cultivar IPA-6. Em casa-de-vegetação, 40...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Lycopersicon esculentum; Ralstonia solanacearum; Pseudomonas solanacearum; Resistência genética; Inoculação; Condições controladas; Incidência; Severidade; Curva de progresso da doença; Melhoramento.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05361999000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Incidência, severidade e danos causados pela mancha-amarela da gravioleira. Infoteca-e
SANTOS, A. A. dos; CARDOSO, J. E.; VIDAL, J. C.; VIANA, F. M. P.; OLIVEIRA, J. N..
bitstream/CNPAT/7828/1/pd_5.pdf
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Incidência; Severidade; Manha-amarela; Gravioleira.
Ano: 2002 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/425121
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Intensidade do oídio Microsphaera diffusa Cke. &amp; Pk. em cultivares de soja [Glycine max (L.) Merr.] sob diferentes temperaturas e períodos de molhamento foliar Ciência e Agrotecnologia
Alves,Marcelo de Carvalho; Pozza,Edson Ampélio; Costa,João de Cássia do Bomfim; Ferreira,Josimar Batista; Araújo,Dejânia Vieira de.
Objetivou-se, neste trabalho, verificar o efeito da temperatura e do período de molhamento foliar no progresso da severidade do oídio Microsphaera diffusa Cke. &amp; Pk., nas cultivares de soja Conquista e Suprema [Glycine max (L.) Merr.]. As plantas foram inoculadas em casa-de-vegetação por agitação de plantas doentes sobre plantas sadias no estádio vegetativo V3. Em seguida foram colocadas, ao acaso, em câmaras de crescimento vegetal, nas temperaturas de 15, 20, 25 e 30°C e períodos de molhamento foliar de 0, 6, 12, 18 e 24 h. Dados da severidade foram utilizados para avaliar o progresso da doença e integrados ao longo do tempo por meio da área abaixo da curva de progresso da severidade (AACPS). Modelos de regressão não-linear foram ajustados para...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Severidade; Epidemiologia; Doença.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000700039
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional