Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 16
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia comparada e exigências térmicas de Cryptoblabes gnidiella em dieta artificial. Repositório Alice
RINGENBERG, R.; BOTTON, M.; GARCIA, M.S.; NONDILLO, A..
O objetivo deste trabalho foi avaliar o desenvolvimento de Cryptoblabes gnidiella em dietas artificiais e conhecer as exigências térmicas da espécie. A biologia do inseto foi estudada em laboratório (26±1ºC, umidade relativa de 70±10% e fotófase de 14 horas), em três dietas artificiais à base de feijão carioca (D1), feijão branco e "pellet" de alfafa (D2) e feijão branco (D3). As exigências térmicas das fases de desenvolvimento foram determinadas em laboratório, tendo-se criado o inseto na D2, nas temperaturas de 18ºC, 22ºC, 26ºC e 30ºC, umidade relativa de 70±10% e fotófase de 14 horas. Com base na tabela de vida de fertilidade, a D2 foi a mais adequada para criação de C. gnidiella em laboratório e proporcionou uma viabilidade total de 53,30%. A...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Traça-dos-cachos; Videira; Temperatura base; Honeydew moth; Grape; Threshold temperature.
Ano: 2005 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/116891
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia comparada e exigências térmicas de Cryptoblabes gnidiella em dieta artificial PAB
Ringenberg,Rudiney; Botton,Marcos; Garcia,Mauro Silveira; Nondillo,Aline.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o desenvolvimento de Cryptoblabes gnidiella em dietas artificiais e conhecer as exigências térmicas da espécie. A biologia do inseto foi estudada em laboratório (26±1ºC, umidade relativa de 70±10% e fotófase de 14 horas), em três dietas artificiais à base de feijão carioca (D1), feijão branco e "pellet" de alfafa (D2) e feijão branco (D3). As exigências térmicas das fases de desenvolvimento foram determinadas em laboratório, tendo-se criado o inseto na D2, nas temperaturas de 18ºC, 22ºC, 26ºC e 30ºC, umidade relativa de 70±10% e fotófase de 14 horas. Com base na tabela de vida de fertilidade, a D2 foi a mais adequada para criação de C. gnidiella em laboratório e proporcionou uma viabilidade total de 53,30%. A...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Traça-dos-cachos; Videira; Temperatura base.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2005001100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia comparada e exigências térmicas de Cryptoblabes gnidiella en dieta artificial. Repositório Alice
RINGENBERG, R.; BOTTON, M.; GARCIA, M. S.; NONDILLO, A..
bitstream/item/195810/1/a02v4011.pdf
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Traçdos-cachos; Temperatura base; Inseto; Praga; Uva; Viticultura.
Ano: 2005 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/540891
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia e exigências térmicas de Spodoptera cosmioides (Walk.) (Lepidoptera: Noctuidae) Neotropical Entomology
BAVARESCO,ALVIMAR; GARCIA,MAURO S.; GRÜTZMACHER,ANDERSON D.; FORESTI,JOSEMAR; RINGENBERG,RUDINEY.
O objetivo do trabalho foi estudar a biologia de Spodoptera cosmioides (Walk.) em diferentes temperaturas e determinar suas exigências térmicas, visando fornecer subsídios para a criação do inseto em laboratório. Para isso, os períodos embrionário e pós-embrionário foram avaliados em sete temperaturas (14, 18, 22, 25, 28, 30 e 32ºC), em câmaras climatizadas, com fotofase de 14h. As lagartas foram criadas em dieta artificial, tendo como fontes protéicas feijão branco, farelo de soja, levedura de cerveja, germe de trigo e leite em pó. A duração do período embrionário decresceu com o aumento da temperatura na faixa de 14°C a 25°C, mantendo-se constante entre 28°C e 32°C. Para os demais estágios (lagarta, pré-pupa e pupa), foi observada uma relação inversa...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Insecta; Bioecologia; Temperatura base; Constante térmica.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-566X2002000100007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento de Aphidius colemani Viereck (Hymenoptera: Braconidae, Aphidiinae) e alterações causadas pelo parasitismo no hospedeiro Aphis gossypii Glover (Hemiptera: Aphididae) em diferentes temperaturas Neotropical Entomology
Sampaio,Marcus V.; Bueno,Vanda H.P.; Rodrigues,Sandra M.M.; Soglia,Maria C.M.; Conti,Bruno F. de.
Aphidius colemani Viereck está entre os principais inimigos naturais utilizados no controle biológico de Aphis gossypii Glover. Os objetivos deste trabalho foram avaliar o desenvolvimento de A. colemani e as alterações causadas pelo parasitismo no hospedeiro A. gossypii em diferentes temperaturas e estimar as exigências térmicas do parasitóide. O experimento foi conduzido em câmaras climatizadas a 16, 19, 22, 25, 28 e 31 ± 1°C, com 70 ± 10% U.R. e fotofase de 12h. Ninfas de 2º instar de A. gossypii foram parasitadas uma vez e individualizadas em tubos de vidro (2,5 cm x 8,5 cm), contendo disco foliar de pepino (2 cm) e solução agar/água a 1%. O período da oviposição à formação da múmia (11,9; 9,8; 7,7; 6,4 e 6,4 dias) e o da oviposição ao adulto de A....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Parasitóide; Pulgão; Regulação do hospedeiro; Temperatura base.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-566X2007000300012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação da temperatura base para o desenvolvimento embrionário da mosca-da-bicheira Ciência Rural
Mastrangelo,Thiago; Bezerra,Fernando; Fernandes,Thiago.
Após sucessivas campanhas de erradicação da mosca-da-bicheira, Cochliomyia hominivorax (Coquerel), através da utilização de insetos estéreis, sua distribuição geográfica atual abrange apenas áreas do Caribe e dos países da América do Sul, com exceção do Chile. Para o planejamento de novos programas de controle nos países do MERCOSUL, deve-se contar com o máximo de informações possíveis relacionadas à ecologia desse parasita, como suas exigências térmicas. O objetivo deste estudo foi determinar a constante térmica (K), as temperaturas base (Tb), ótima (To) e a influência de temperaturas entre 15 e 35°C sobre a duração do período embrionário de C. hominivorax. Depois de separados das massas, os ovos foram inoculados sobre papel de filtro umedecido em placas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Miíase; Constante térmica; Temperatura base; Cochliomyia hominivorax.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782014000200024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de hospedeiros e temperaturas na biologia de Anastrepha grandis (Macquart, 1846) (Diptera: Tephritidae) e comprovação em campo, do modelo de exigências térmicas obtido em laboratório. Repositório Alice
BOLZAN, A..
2014
Tipo: Tese/dissertação (ALICE) Palavras-chave: Cucurbitáceas; Exigências térmicas; Mosca-das-cucurbitáceas sul-americana; Temperatura base.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1011480
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos da temperatura e do alimento no desenvolvimento de Dysdercus maurus Distant (Hemiptera, Pyrrhocoridae) Rev. Bras. entomol.
Almeida,Fábio Souto; Gonçalves,Lenicio.
Dysdercus maurus Distant, 1901 (Hemiptera, Pyrrhocoridae) é uma importante praga de Gossypium spp. (algodoeiro), Citrus Sinensis Osbeck (Rutaceae) (laranjeira) e Citrus reticulata (Rutaceae) (tangerineira), além de sementes de Chorisia speciosa St. Hil. (paineira). Este trabalho objetivou avaliar os efeitos da temperatura e do alimento no desenvolvimento de D. maurus. Foram realizados oito tratamentos, seis em que os percevejos foram alimentados com sementes de paineira e mantidos a 15, 18, 20, 25 e 30 ± 1ºC, UR 80 ± 3% e fotofase de 12 h ou em condições ambientais de laboratório (23,5 ± 2,6ºC, UR 73,3 ± 9,9 %), e dois em que foram alimentados com sementes de algodão variedade IAC-22 e mantidos a 25 e 30ºC. Em todos os tratamentos foram observados cinco...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Chorisia speciosa; Exigências térmicas; Temperatura base.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0085-56262007000400017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Emissão de folhas e início de acumulação de amido em raízes de uma variedade de mandioca em função da época de plantio Ciência Rural
Schons,Alfredo; Streck,Nereu Augusto; Kraulich,Bruno; Pinheiro,Diego Garrido; Zanon,Alencar Junior.
O número de folhas acumulado (NF) na haste principal está associado com o aparecimento de vários estádios de desenvolvimento da cultura da mandioca. O início de acumulação de amido (IAA) nas raízes tuberosas da mandioca marca o início da translocação dos fotoassimilados para o principal órgão de reserva nessa espécie. O objetivo deste trabalho foi estimar o filocrono e identificar um indicador morfológico baseado no NF para o IAA em mandioca plantada em diferentes épocas. Um experimento a campo foi conduzido em Santa Maria, RS, Brasil, com quatro épocas de plantio (28/09; 11/10; 16/11 e 27/12/2005). A variedade de mandioca usada foi a "RS 13", plantada em baldes de 12 litros, enterrados no espaçamento com 2,0 x 0,8m. O delineamento experimental foi o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Manihot esculenta; Aparecimento de folhas; Filocrono; Temperatura base; RS 13.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782007000600013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Exigências térmicas de Zagreus bimaculosus (Mulsant) (Coleoptera: Coccinellidae). Repositório Alice
CASTRO, R. M.; BARROS, R.; PARANHOS, B. A. J.; GAVA, C. A. T.; FERNANDES, M. H. A.; GARZIERA, L.; SIQUEIRA, M. C..
2012
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Inseto predador; Cochonilha do carmim; Temperatura base; Joaninha; Controle biológico; Praga; Pest; Controle biológico.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/938290
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Exigências Térmicas e Estimativa do Número de Gerações de Argyrotaenia sphaleropa (Meyrick) (Lepidoptera: Tortricidae) Neotropical Entomology
MANFREDI-COIMBRA,SILVANA; GARCIA,MAURO S.; BOTTON,MARCOS.
Lagartas de Argyrotaenia sphaleropa (Meyrick) são comumente encontradas atacando frutos de caqui, Dispyros kaki L., na região da Serra do Rio Grande do Sul. Neste trabalho a duração e a viabilidade das fases (ovo, lagarta e pupa) e do período de desenvolvimento total (ovo-adulto) de A. sphaleropa foram estudadas em diferentes temperaturas. O experimento foi conduzido em câmaras climatizadas a UR de 60±10% e fotofase de 14h, nas temperaturas de 14, 18, 20, 22, 25, 28 e 30ºC, alimentando-se as lagartas com dieta artificial. A duração das fases de desenvolvimento foi, em geral, inversamente proporcional à temperatura. O período embrionário variou de 5,9 (30ºC) a 25,4 (14ºC) dias. A duração da fase de lagarta foi 13,9 e 91,1 dias, nas temperaturas de 30 e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other Palavras-chave: Insecta; Temperatura base; Constante térmica; Biologia de insetos.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-566X2001000400007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Exigências térmicas e estimativa do número de gerações de Bonagota cranaodes (Meyrick) (Lepidoptera: Tortricidae) em regiões produtoras de maçã do Sul do Brasil Anais da SEB
Botton,Marcos; Nakano,Octávio; Kovaleski,Adalécio.
As exigências térmicas da lagarta-enroladeira da macieira Bonagota cranaodes (Meyrick) (Lepidoptera: Tortricidae) foi determinada em laboratório, criando-se o inseto em dieta artificial nas temperaturas de 14, 18, 22 e 26ºC, umidade relativa 70±10% e fotofase de 14 horas. A temperatura base e a constante térmica para as fases de ovo, lagarta, pupa e ciclo-biológico (ovo-adulto) foram de 7,2 e 140; 7,1 e 410; 6,4 e 183; e 6,8ºC e 745 GD, respectivamente. Com base nas exigências térmicas, foi estimado que a praga completa de três a quatro gerações anuais. Nas três regiões, uma geração se desenvolve no inverno.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Insecta; Temperatura base; Constante térmica; Lagarta enroladeira.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0301-80592000000400002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
INFLUÊNCIA DA ÉPOCA DE SEMEADURA SOBRE A FENOLOGIA DAS PLANTAS, RENDIMENTO E QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE CHICÓRIA Ciência Rural
Andriolo,Jerônimo Luiz; Buriol,Galileo Adeli; Berto,James Luiz.
RESUMO Foram realizadas semeaduras de chicória, cv. Crespa, nas datas de 25/05, 18/06, 31/07 e 20/08, em 1987 e em 06/05, 30/06, 26/07 e 18/08, em 1988. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições e espaçamento de 0,60m e 0,20m entre fileiras e plantas, respectivamente. Determinaram-se, para cada época, as datas de emergência, pendoamento, floração e maturação das plantas e o rendimento e qualidade das sementes. Também determinou-se a temperatura base de crescimento e a soma térmica para cada um dos subperíodos fenológicos. Os resultados mostraram que as melhores épocas de semeadura ocorrem nos meses de maio e junho, que o fotoperíodo crescente e as temperaturas elevadas aceleram o ciclo, reduzem o crescimento, o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Chicória; Épocas de semeadura; Rendimento de sementes; Qualidade de sementes; Temperatura base; Soma térmica.
Ano: 1991 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781991000200003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
INFLUÊNCIA DE ÉPOCAS DE SEMEADURA SOBRE O DESENVOLVIMENTO DA PLANTA, RENDIMENTO E QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE RABANETE Ciência Rural
Andriolo,Jerônimo Luiz; Buriol,Galileo Adeli.
RESUMO Com o objetivo de determinar as exigências bioclimáticas para o crescimento e desenvolvimento da planta, o rendimento, germinação e vigor das sementes produzidas, foram realizadas semeaduras de rabanete, cv. Saxa, nas datas de 12/ 06, 10/07, 20/08 e 29/09, em 1986, e de 02/06, 15/07, 21/08 e 20/09, em 1987, em Santa Maria, RS. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições e população de 129 e 26 plantas na área útil, respectivamente em 1986 e 1987. Determinou se as datas de ocorrência da emergência, pendoamento, floração e maturação e o rendimento, germinação e vigor das sementes. Os resultados indicaram que a temperatura do ar e o elemento que mais influencia o crescimento e o desenvolvimento da planta. O...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Rabanete; Épocas de semeadura; Rendimento de sementes; Qualidade de sementes; Temperatura base; Soma térmica.
Ano: 1991 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781991000100006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Thermal requirements and estimates of the annual number of generations of Lobiopa insularis on strawberry crop. Repositório Alice
ANDZEIEWSKI, S.; LERIN, S.; BORTOLI, L. C.; NONDILLO, A.; BERNARDI, D.; BOTTON, M..
Lobiopa insularis is one of the main pests of strawberry crop, causing direct damage to fruit, making them unfeasible for consumption and commercialization. This study aimed to estimate, under laboratory conditions, base emperature and thermal requirements of the eggs, larvae, pupae and the biological cycle (from egg to adult) of L. insularis. Insects were reared on artificial diet based on strawberry fruits, at temperatures of 16, 19, 22, 25, 28 and 31°C, using air-conditioned chambers (70±10% R.H.; 12 h photophase). The number of annual generations of L. insularis was estimated for eight municipalities belonging to the main strawberry growing regions in Brazil, considering base temperature and thermal constant. Development time of L. insularis was...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Fragaria x ananassa; Broca-do-morangueiro; Ciclo biológico; Temperatura base; Biological cycle; Base temperature; Morangueiro; Strawberry sap beetle; Broca; Praga de planta; Morango; Lobiopa Insularis.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1088492
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
TIEMPO TÉRMICO PARA ESTADOS FENOLÓGICOS REPRODUCTIVOS DE LA FEIJOA (Acca sellowiana (O. Berg) Burret) Acta biol.Colomb.
PARRA-CORONADO,Alfonso; FISCHER,Gerhard; CHAVES-CORDOBA,Bernardo.
El desarrollo del cultivo de feijoa (Acca sellowiana (O. Berg) Burret) es principalmente estimulado por la temperatura, pero también es afectado por otros factores climáticos. La determinación del desarrollo en términos de tiempo térmico o grados día de crecimiento (GDC) es más precisa que en días calendario. El objetivo de este estudio fue proponer un modelo fenológico para la feijoa cv. Quimba, en el que se estima la temperatura base (Tb) para cuatro períodos fenológicos reproductivos diferentes y su duración en términos de GDC, para predecir las fechas de antesis, cuaje de fruto y cosecha. Se marcaron veinte árboles por finca en dos localidades del departamento de Cundinamarca, Colombia, durante los años 2012 a 2014, se registraron las fechas de...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Desarrollo; Grados día de crecimiento; Modelo fenológico; Temperatura base.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-548X2015000100017
Registros recuperados: 16
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional