Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Células troncales mesenquimales: biología, caracterización y futuras aplicaciones en salud y producción de especies domésticas y pecuarias. Parte II Agrociencia
Pérez-Serrano,Rosa M.; Ramírez-Espinosa,Jesús J.; Shimada,Armando; Antaramian,Anaid; Piña,Enrique; Mora,Ofelia.
Las células troncales mesenquimales poseen capacidad proliferativa alta y potencial de diferenciarse a diversos linajes celulares. Estas cualidades las hacen un modelo biológico idóneo en el estudio y desarrollo de herramientas biotecnológicas para su uso en la medicina veterinaria y en la zootecnia. En este artículo se analiza la información disponible sobre las células troncales mesenquimales de especies domésticas y se discuten posibles usos actuales y futuros en la medicina veterinaria y la zootecnia en ingeniería y regeneración de tejidos, tratamiento de enfermedades crónicas, generación de animales con mejores características productivas, reproducción asistida de animales genéticamente superiores o en peligro de extinción y mejor entendimiento de los...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Células troncales mesenquimales; Médula ósea; Diferenciación celular; Multipotencialidad; Producción animal; Terapia celular.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1405-31952012000600002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Células-tronco mesenquimais Ciência Rural
Monteiro,Betânia Souza; Argolo Neto,Napoleão Martins; Del Carlo,Ricardo Junqueira.
Dentre todas as células-tronco estudadas até o presente momento, as mesenquimais (MSC) destacam-se por sua elevada plasticidade, podendo originar tecidos mesodermais e não mesodermais. Além disso, possuem características imunomoduladoras e imunossupressoras que ampliam as possibilidades de utilização terapêutica. As MSC secretam uma grande variedade de citocinas pró e anti-inflamatórias e fatores de crescimento e, por meio dessas moléculas bioativas, proporcionam a modulação da resposta inflamatória, o restabelecimento do suprimento vascular e a reparação adequada do tecido, contribuindo para a homeostasia tissular e imunológica sob condições fisiológicas. Também podem induzir as demais células presentes no nicho tecidual a secretarem outros fatores...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Terapia celular; Propriedades imunológicas; Fatores solúveis; Citocinas; Reparação tecidual.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000100040
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
EVALUACIÓN COMPORTAMENTAL DEL TRASPLANTE DE hMSC-GFP+ EN UN MODELO EXPERIMENTAL DE HEMIPARKINSON EN RATA WISTAR Acta biol.Colomb.
ALCÁZAR ARZUZA,Jéssica Paola; BAYONA ARCINIEGAS,Andrea Julieth; DE LOS REYES,Lina María; TURNER,Liliana Francis.
RESUMEN Se evaluó el efecto del trasplante de hMSC-GFP+ en un modelo experimental de Enfermedad de Parkinson (EP) en 27 ratas Wistar con tres grupos experimentales: control: animales sin cirugía, (CON n=7), lesionado: animales lesionados intracerebralmente con 6-OHDA a nivel de SNpc (LES n = 10) y trasplantado: animales LES con trasplante de hMSC-GFP+ intraestriatalmente (LES-T n = 10). Con el fin de evaluar la influencia del trasplante en el comportamiento motor, un mes después de la lesión, se desarrolló una batería comportamental compuesta por Test Neurológico (compuesto también por Pole Test y Test de Barra transversal, además, de inmunofluorescencia para células de SNpc con TH). Utilizando el test de Anova, se demostró una disminución en el número de...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Terapia celular; Células madre mesenquimales; Deterioro motor; Enfermedad de Parkinson; Rata Wistar.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-548X2017000200001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Isolamento e diferenciação das células-tronco da polpa dentária canina em células progenitoras neurais Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rosa,M.P.; Degregori,E.B.; Ferst,J.G.; Pillat,M.M.; Bertolin,K.; Souza,J.R.M.; Bello,L.K.; Pinto Filho,S.T.L.; Müller,D.C.M..
RESUMO O objetivo deste estudo foi verificar a capacidade de diferenciação das células-tronco da polpa dentária canina em células progenitoras neurais bem como quantificar obtenção e viabilidade celular, durante três passagens em cultura. As células foram extraídas da polpa dentária de dois cadáveres caninos, com aproximadamente dez meses de idade, que foram a óbito em decorrência de traumatismo automotivo. Após três subculturas, realizou-se avaliação da viabilidade celular por quantificação em câmara de Neubauer. A partir disso, induziu-se diferenciação neural em meio de cultura neurobasal (Gibco™), com células aderidas ao plástico ou suspensas em placas tratadas com agarose. Após sete e 14 dias em cultivo indutor, observou-se morfologia e perfil...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Neuroesferas; Citometria de fluxo; Terapia celular; Desmielinização.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352019000601821
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Matriz porosa do BV60S associada a células osteoprogenitoras alógenas no tratamento de defeitos ósseos críticos em rádios de cães Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Alves,E.G.L.; Serakides,R.; Rosado,I.R.; Machado,F.N.; Fukushima,F.B.; Pereira,M.M.; Góes,A.M.; Rezende,C.M.F..
RESUMO O objetivo do estudo foi avaliar o efeito da matriz porosa do biovidro 60S (BV60S) associada a células osteoprogenitoras (CO) alógenas no tratamento de defeitos ósseos críticos de cães. Foram utilizados 20 cães, machos, sem raça definida, com dois anos de idade e massa corporal média de 25kg. Com os cães sob anestesia geral, foram criados defeitos ósseos críticos no terço médio dos ossos rádios. Procedeu-se à fixação óssea com uma placa em ponte, e os defeitos foram tratados de acordo com cada grupo experimental. Constituíram-se três grupos experimentais, em que os defeitos ósseos foram preenchidos com: BV60S associado a CO alógenas (grupo BV60S+CO), osso autógeno (grupo C+), ou não preenchidos (grupo C-). A regeneração óssea foi avaliada por meio...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Regeneração óssea; Ortopedia; Terapia celular; Biomateriais.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352019000401121
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Tratamento de feridas excisionais de coelhos com extrato de barbatimão associado a células mononucleares autólogas da medula óssea Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rodrigues,D.F.; Mendes,F.F.; Menezes,L.B.; Carvalho,W.L.; Sá,S.; Silva,J.A.; Souza,L.A.; Silva,L.A.F..
RESUMO Objetivou-se com este estudo avaliar o processo de cicatrização de feridas de coelhos tratadas com extrato de barbatimão (S. adstringens) associado a células mononucleares autólogas da medula óssea (CMMO). Utilizaram-se 20 coelhos, distribuídos em quatro grupos: B, extrato de barbatimão; CB, CMMO com extrato de barbatimão; CS, CMMO com solução fisiológica; S, solução fisiológica. Foi avaliada a presença de crosta, hiperemia, secreção, hemorragia, reepitelização, área da ferida e tempo de cicatrização. No terceiro, sétimo, 14º e 21º dias pós-operatório, realizou-se a biópsia das feridas e avaliaram-se os indicadores dos processos de inflamação e de reparo, com destaque para o colágeno, na coloração picrosírius, bem como de proliferação celular, na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: AgNOR; Cicatrização; Colágeno; Stryphnodendron adstringens; Terapia celular.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352017000501243
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional