Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 10
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise de imagens digitais de plântulas para avaliação do vigor de sementes de milho Rev. bras. sementes
Teixeira,Everton Felix; Cicero,Silvio Moure; Dourado Neto,Durval.
A análise de imagens digitais tem grande potencial de uso na determinação do vigor de sementes. Associada ao teste de crescimento de plântulas, essa técnica possibilita a análise dimensional de imagens com rapidez e precisão. O resultado é a extensão total de cada plântula via quantificação computadorizada do comprimento de suas partes constituintes. Assim, o objetivo do trabalho foi estudar o vigor de lotes de sementes de milho, por meio do teste de crescimento de plântulas, utilizando-se a análise de imagens. Plântulas de milho (genótipo AG122) foram retiradas do germinador ao quarto dia de desenvolvimento e ordenadas sobre uma folha de poliéster transparente na superfície de um "scanner" para a captação das imagens. Desenvolveu-se uma rotina de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Imagem digital; Processamento de imagens; Semente; Sistema radicular; Teste de vigor.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31222006000200022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desempenho de sementes de algodoeiro submetidas a diferentes tipos de estresses Rev. bras. sementes
Mattioni,Fabio; Albuquerque,Maria Cristina de Figueiredo e; Mendonça,Elisabeth Aparecida Furtado de.
As variações de temperatura e umidade durante o período de emergência das plântulas são as condições de estresses mais importantes e que apresentam maiores riscos para a emergência do algodoeiro. Os objetivos deste trabalho foram verificar a influência do tipo de estresse no desempenho germinativo de sementes de algodoeiro e determinar a eficiência do teste de germinação, a baixa temperatura. Foram utilizados cinco lotes de sementes, submetidos previamente a determinação do grau de umidade, germinação e vigor (germinação a baixa temperatura). As sementes de cada lote foram submetidas a condições de estresses de temperatura de 18ºC e 35ºC e de disponibilidade hídrica de 40% e 80%. Após a germinação em situação de estresse, foram avaliadas a porcentagem e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gossypium hirsutum; Teste de vigor; Temperatura; Umidade.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31222009000100009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estimation of genetic parameters of germination seed and emergence of seedling in of cowpea Sci. Agrar.Paran. / SAP
Meira, Ariana Lisboa; dos Santos, Leandro Gonçalves; Mendes, Hellenn Thallyta Alves e; Públio, Ana Paula Barreto; Souza, Ubiratan Oliveira; Amaral, Cláudio Lúcio Fernandes.
The cowpea is constituted in one of the main sources of protein for the population of the Brazilian Northeast and North. This study aimed to estimate the estimate genetic parameters on seed germination and seedling emergence in cowpea cultivars. This study was conducted at the Seed Analysis Laboratory of the State University of Southwest Bahia, campus of Vitória da Conquista, Bahia, Brazil. The experimental design was completely randomized with four replications and five treatments (cultivars). The cultivars were: BRS Xique-xique, BRS Novaera, BRS Guariba, BRS Pujante and BRS Marataoã. To compare means, we used the Tukey test at 5% probability. The parameters evaluated were: number of normal seedlings (SN) and abnormal (SA), germination percentage (PG),...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Qualidade fisiológica; Teste de vigor; Vigna unguiculata..
Ano: 2017 URL: http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/15074
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Qualidade fisiológica de sementes de sorgo através o teste de estresse hídrico Ciência Rural
Torres,Salvador Barros.
Com o objetivo de estudar a eficiência do teste de estresse hídrico na avaliação da qualidade fisiológica de sementes de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench), seis lotes de sementes básicas da cultivar IPA-1011, safra 1995, foram analisados pêlos testes de germinação, primeira contagem, de frio sem solo, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica, emergência em campo e comprimento das plântulas sob estresse hídrico nos potenciais de 0, -0,3. -0,6 e -0,9 MPa. Os trabalhos foram realizados no Laboratório de Análise de Sementes e no campo experimental da EMBRAPA-CPATSA, em Petrolina, PE. As determinações foram conduzidas com quatro repetições em delineamento experimental inteiramente casualizado. Os resultados indicaram que o teste de germinação sob...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sorghum bicolor (L.) Moench; Polietileno glicol; Teste de vigor.
Ano: 1997 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781997000100006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Teste de condutividade elétrica em função do número de sementes e da quantidade de água para sementes de milheto Rev. bras. sementes
Gaspar,Carolina Maria; Nakagawa,João.
Foram realizados dois experimentos, com os objetivos de estudar o efeito da correção do valor da condutividade elétrica da solução de embebição (mS cm-1 g¹) em função da condutividade da água e os efeitos do número de sementes e da quantidade de água sobre a condutividade elétrica da solução de embebição, visando o aprimoramento da metodologia deste teste na avaliação do vigor de sementes de milheto. Utilizaram-se três lotes de sementes, sendo o lote 1 representado pela cultivar Comum e os lotes 2 e 3 pela cultivar BN2. No experimento 1 foram avaliadas as condutividades elétricas de 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90 e 100 sementes do lote 1, embebidas em 100 ml de água. No experimento 2 foram estudadas as combinações de 25, 50 e 100 sementes e 50, 75 e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Milheto; Pennisetum americanum; Sementes; Condutividade elétrica; Teste de vigor.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31222002000200012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Teste de condutividade elétrica para sementes de feijão-mungo-verde Rev. bras. sementes
Araujo,Roberto Fontes; Zonta,João Batista; Araujo,Eduardo Fontes; Heberle,Elaine; Zonta,Flávia Miranda Garcia.
A utilização de sementes de boa qualidade é fundamental para o estabelecimento adequado de uma lavoura. Para uma análise mais precisa da qualidade de sementes, faz-se necessário complementar as informações fornecidas pelo teste de germinação com testes de vigor, possibilitando, assim, selecionar os melhores lotes para comercialização e semeadura. Dentre esses testes, destaca-se o de condutividade elétrica. Objetivou-se neste trabalho estabelecer uma metodologia adequada para o teste de condutividade elétrica em sementes de feijão-mungo-verde, considerando períodos de embebição e número de sementes. Foram utilizados seis lotes de sementes e o teste de condutividade elétrica foi realizado com as seguintes variações: 100, 75 e 50 sementes embebidas em 75 mL...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vigor; Vigna radiata (L.) R. Wilczek; Teste de vigor.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31222011000100014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Teste de envelhecimento precoce para sementes de azevém, aveia preta e milheto Ciência Rural
Garcia,Danton Camacho; Menezes,Nilson Lemos de.
A viabilidade da aplicação e da padronização do teste de envelhecimento precoce em sementes de azevém, aveia preta e milheto foi verificada em três lotes, para cada espécie, com valores iniciais de germinação semelhantes. As sementes de cada lote foram submetidas ao teste por períodos de 24, 48, 72, 96 e 120 horas, à temperatura de 41°C e 100% de umidade relativa do ar. Em aveia preta, o período de 24 horas estratifica lotes de sementes pelo vigor. Para milheto e azevém, o período de envelhecimento para estratificar lotes de sementes pelo vigor pode ser de 24 a 48 horas. Períodos de 72 a 120 horas são muito drásticos para as três espécies e impedem a estratificação de lotes de sementes pelo vigor.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Teste de vigor; Lolium multiflorum; Avena strigosa; Pennisetum glaucum.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781999000200008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Teste de frio na avaliação do vigor de sementes de feijão Scientia Agricola
Miguel,Marcelo Hissnauer; Cicero,Silvio Moure.
O presente trabalho teve como objetivo estudar o comportamento de sementes de feijão submetidas a diferentes metodologias do teste de frio, comparativamente a outros testes de vigor tradicionalmente utilizados na avaliação da qualidade fisiológica dessas sementes. As metodologias do teste de frio utilizadas foram: caixa plástica com terra, rolo de papel com terra e rolo de papel sem terra, nas temperaturas de 10ºC e de 15ºC e períodos de exposição, de três, cinco e sete dias. Paralelamente foram conduzidos teste padrão de germinação, primeira contagem de germinação, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica e emergência de plântulas em campo. As diferentes metodologias do teste de frio foram comparadas pelo teste de Tukey e, posteriormente, foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Phaseolus vulgaris; Qualidade fisiológica; Semente; Teste de frio; Teste de vigor.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161999000500027
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Teste de lixiviação de potássio para a avaliação do vigor de sementes de arroz Rev. bras. sementes
Barbieri,Ana Paula Piccinin; Menezes,Nilson Lemos de; Conceição,Gerusa Massuquini; Tunes,Lilian Madruga de.
O presente trabalho foi realizado com o objetivo de determinar as condições do teste de lixiviação de potássio para a avaliação do vigor de sementes de arroz. Cinco lotes de sementes da cultivar IRGA 424 e cinco da cultivar Puitá Inta CL foram submetidos a esse teste, cuja eficiência foi comparada à dos testes de germinação, primeira contagem de germinação, frio sem solo, condutividade elétrica massal e emergência de plântulas em campo. A quantidade de potássio exsudada foi determinada em fotômetro de chama, após 30, 60, 90, 120, 150 e 180 minutos de imersão de 50 sementes, em água destilada e deionizada nos volumes de 20 e 50 mL a 25 °C. O teste de lixiviação de potássio é eficiente para avaliar o vigor de sementes de arroz. A combinação de 50 sementes...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Oryza sativa L; Análise de sementes; Qualidade de sementes; Teste de vigor.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31222012000100015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Viabilidade e vigor de sementes de Caesalpinia echinata Lam. (pau-brasil - Leguminosae) pelo teste de tetrazólio Rev. Bras. Bot.
Lamarca,Edmir Vicente; Leduc,Simone Nadur Mota; Barbedo,Claudio José.
O teste de tetrazólio é importante componente para a avaliação da qualidade fisiológica de sementes, possibilitando fornecer rápida avaliação do vigor e do estado de deterioração. Objetivou-se desenvolver metodologia do teste de tetrazólio para sementes de Caesalpinia echinata Lam. (pau-brasil). Sementes colhidas por ocasião de sua maturidade fisiológica foram incubadas, com ou sem tegumento, em soluções de tetrazólio em concentrações que variaram de 0,05% a 1,00%, por períodos que variaram de 1 a 24 horas, a 35 °C na ausência de luz. As melhores combinações entre concentração e período de incubação (0,05% a 0,075% por 2 horas) foram aplicadas a amostras de sementes, sem tegumento, com diferentes níveis de deterioração. Os resultados permitiram estabelecer...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Análise; Germinação; Qualidade fisiológica; Respiração; Teste de vigor.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042009000400017
Registros recuperados: 10
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional