Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 16
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Analise em multilocus de repeticoes em tandem de numero variavel (MLVA) de linhagens vacinais B19 e RB51 de Brucella abortus UnB - FAB
Faria, Ana Paula Paiva de.
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2010.
Tipo: Dissertation Palavras-chave: Brucelose em animais; Brucella abortus; Zoonoses; Vacinas.
Ano: 2010 URL: http://hdl.handle.net/10482/8248
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anticorpos neutralizantes contra o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV): comparação entre um imunógeno experimental atenuado e três vacinas comerciais inativadas Ciência Rural
Lima,Marcelo de; Vogel,Fernanda Silveira Flôres; Flores,Eduardo Furtado; Weiblen,Rudi.
Os títulos e duração de anticorpos neutralizantes contra o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) induzidos por uma vacina experimental atenuada (vacina A: dose única) foram comparados com os induzidos por três vacinas comerciais inativadas (B, C e D: duas doses com intervalo de 30 dias). Trinta dias após a vacinação (vacina A) ou após a segunda dose (vacinas B, C e D), anticorpos neutralizantes contra o BVDV-1 foram detectados em todos os animais (12/12) do grupo A (título médio geométrico GMT=1612,7); em 32 de 36 animais do grupo B (GMT=14,3); 22 de 28 do grupo C (GMT=25,1); e em 16 de 30 do grupo D (GMT=40,0). Anticorpos frente ao BVDV-2 foram detectados em todos os animais do grupo A (GMT=151,0); em 27 de 36 do grupo B (GMT=10,0); 12 de 28 do grupo C...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vírus da Diarréia Viral Bovina; BVDV; Vacinas.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782005000100039
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade neutralizante anti-herpesvírus bovino tipos 1 (BHV-1) e 5 (BHV-5) no soro de bovinos imunizados com vacinas contra o BHV-1 Ciência Rural
Vogel,Fernanda Silveira Flores; Flores,Eduardo Furtado; Weiblen,Rudi; Kunrath,Cíntia Farias.
Bezerros foram imunizados com duas vacinas contra o herpesvírus bovino tipo 1 (BHV-1; vacina A, n=28; B, n=28) ou com uma vacina contendo antígenos do BHV-1 e BHV-5 (n=32) e a atividade neutralizante sérica antiBHV-1 e BHV-5 foi testada após três doses vacinais. Todos os animais (n=88) produziram anticorpos com atividade neutralizante antiBHV-1 (títulos médios geométricos [GMT] de 13,1; 14,8 e 34,3 para as vacinas A, B e C, respectivamente) e 82 animais (93,2%) desenvolveram atividade neutralizante antiBHV-5 (GMTs: 10,6; 11,5 e 29,8, respectivamente). Nos três grupos vacinais, os títulos médios antiBHV-1 não diferiram dos títulos antiBHV-5. No entanto, comparando-se os títulos médios entre as vacinas, os títulos neutralizantes para o BHV-1 e BHV-5 foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Herpesvírus bovino tipo 1; BHV-1; BHV-5; Vacinas; Neutralização cruzada.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000500022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aumento da frequência de bovinos sororreagentes para Leptospira interrogans sorovar hebdomadis na região de Uberlândia, estado de Minas Gerais, Brasil MV&Z
Silva, D. M.; Pires, B. C.; Cuccato, L. P.; Reis, T. F. M.; Ciuffa, A. Z.; Gomes, D. O.; Rezende, L. M.; Lima, A. M. C..
O sorovar Hebdomadis é uma variedade da espécie de bactérias Leptospira Interrogans cujos hospedeiros frequentes são os bovinos e animais silvestres. A associação entre a prevalência do sorovar e sinais clínicos ainda é pouco conhecida nesses animais. O objetivo do presente trabalho foi realizar um estudo retrospectivo da ocorrência de bovinos sororreagentes para Leptospira interrogans sorovar Hebdomadis referente ao período de 2010 a 2015, na região de Uberlândia, MG. A técnica utilizada para o diagnóstico sorológico foi a Soaroaglutinação Microscópica em Campo Escuro (SAM), e os sorovares testados foram: Autumnalis, Australis, Bratislava, Canicola, Copenhageni, Djasiman, Grippothyphosa, Hardjo, Hebdomadis, Icterohaemorrhagiae, Pomona, Pyrogenes,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Hospedeiros; Leptospirose; Vacinas; Bovinos.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/32154
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da vacina Circovac(r) no controle da síndrome da circovirose suína (SCS) em condições de campo no Brasil. Infoteca-e
MORES, N.; ZANELLA, J. R. C.; AMARAL, A. L. do; LIMA, E. S. de; COLDEBELLA, A.; BORDIN, L. C.; BORDIN, E. L..
2008
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Suinocultura; Vacinas.
Ano: 2008 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/444167
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Como e por que vacinar matrizes, frangos e poedeiras Infoteca-e
JAENISCH, F. R. F..
Vacina e vacinação; Escolha da vacina; Cuidados gerais na vacinação de aves; Vias de administração das vacinas; Programa de vacinação; Reação vacinal; Principais causas de falhas na vacinação; Monitoramento da vacinação;
Tipo: Circular Técnica (INFOTECA-E) Palavras-chave: Frango; Poedeiras; Vacinas.
Ano: 2003 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/443082
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Compressão medular em bovinos associada à vacinação contra febre aftosa Ciência Rural
Marques,Ana Luisa Alves; Simões,Sara Vilar Dantas; Maia,Lisanka Ângelo; Silva,Tatiane Rodrigues da; Miranda Neto,Eldinê Gomes de; Pimentel,Luciano da Anunciação; Afonso,José Augusto Bastos; Dantas,Alexandre Cruz.
Relatam-se aspectos etiológicos, epidemiológicos, clínicos e patológicos de surtos de incoordenação motora observados após vacinação contra febre aftosa em bovinos nos estados da Paraíba e de Pernambuco. Os sinais de incoordenação motora foram observados em torno de 45 dias após a vacinação, realizada por via intramuscular nas regiões torácica e lombar e no local da aplicação havia aumento de volume. Um total de 24 animais foi acometido, sendo 6 no estado da Paraíba e 18 no estado de Pernambuco. Seis animais morreram e quatro foram eutanasiados. Nos animais eutanasiados, constataram-se miosite abscedativa com a presença de áreas amareladas irregulares multifocais a coalescentes com líquido esbranquiçado e leitoso na região do músculo Longissimus lumborum...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Ruminantes; Lesão medular; Vacinas; Adjuvante oleoso.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782012001000021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cuidados na compra, armazenagem e aplicação de vacinas na produção de suínos. Infoteca-e
GRINGS, V. H..
2005
Tipo: Séries anteriores (INFOTECA-E) Palavras-chave: Compra; Armazenagem; Aplicação; Vacinas.
Ano: 2005 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1016858
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Enterite necrótica aviária Ciência Rural
Gil de los Santos,João Rodrigo; Conceição,Fabricio Rochedo; Gil-Turnes,Carlos.
A Enterite Necrótica Aviária (ENA) é uma enterotoxemia aguda que aparece subitamente e provoca morte rápida, afetando principalmente animais jovens. Embora seu impacto negativo na produção, devido ao aumento da conversão alimentar e da condenação de carcaças seja já conhecido, questões relacionadas à etiologia, à patogenia e ao controle desta importante enfermidade necessitam de maiores esclarecimentos. Nos últimos anos, o controle da ENA baseou-se na aplicação de antibióticos na ração animal, prática banida pelo mercado consumidor, que exigiu o desenvolvimento de novas estratégias de controle. Esta revisão aborda informações sobre a etiologia, a epizootiologia, a patogenia, o diagnóstico e o controle da doença, em especial a utilização de probióticos e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Enterite Necrótica Aviária; Clostridium perfringens A; Probióticos; Vacinas.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000700047
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Impacto da utilização de vacina comercial na composição do leite de conjunto de uma propriedade no sul do Rio Grande do Sul MV&Z
Meirelles, C. P.; Andreta, M.; Dal Vesco, J.; Rosa, J. F.; Suzin, G. O.; Siebel, J. C.; Gonzalez, H. L.; Cereser, N. D..
A produtividade leiteira depende muito da sanidade do rebanho e a prevalênciade agentes causadores da mastite exerce um impacto importante na produçãoe na qualidade do leite. Para reduzir as perdas, o produtor tem como recursoa utilização da vacina, que tem como finalidade estimular o sistema imunedos animais, frente aos principais agentes causadores da mastite. O presentetrabalho analisou o impacto da utilização de vacina contra Staphylococcus spp.na contagem de células somáticas (CCS) do leite de conjunto (tanque). Foramrealizadas coletas antes e depois do uso da vacina, nos meses de fevereiro emaio de 2015. Foram coletadas amostras dos tetos com reação positiva no testedo CMT (California Mastitis Test) para monitorar a prevalência de agentescausadores...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Qualidade do leite; Microrganismos; Vacinas; Contagem de células somáticas.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/34904
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Imunogenicidade de isolados de herpesvírus bovino 5 como candidatos à vacina Ciência Rural
Souza,Luiz Felipe Lourenço de; Silva Júnior,Abelardo; Freitas,Carla Maria Batista de; Freitas,Ethel Cardoso de; Flores,Eduardo Furtado; Almeida,Márcia Rogéria de; Moraes,Mauro Pires.
O herpesvírus bovino 5 (BoHV-5) é o agente da menigoencefalite herpética bovina. A doença neurológica, associada à infecção pelo BoHV-5, apresenta altas taxas de letalidade em bovinos jovens e está disseminada no Brasil. A prevenção das perdas causadas pela infecção pelo herpesvírus está baseada, principalmente, na imunização dos animais. Nesse sentido, foi delineada uma comparação entre isolados de BoHV-5, buscando selecionar o isolado mais antigênico para a formulação de vacinas. As formulações inativadas foram produzidas com os isolados ISO9898292, SV507, SV163, 1807 e EVI145 e administradas a cinco grupos de 10 ovelhas cada, que receberam duas doses vacinais por via intramuscular com intervalo de 21 dias. Foram realizadas coletas de sangue para análise...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Herpesvírus bovino 5; Meningoencefalite bovina; Soroneutralização; Vacinas.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782009000100026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Imunogenicidade do herpesvírus bovino tipo 5 (BHV-5) em vacinas inativadas de diferentes formulações Ciência Rural
Halfen,Daniza Coelho; Vidor,Telmo; Braga,Fátima Machado; Van Der Laan,Carlos Willi.
Quatro vacinas inativadas, produzidas com uma amostra do herpesvírus bovino tipo 5 ( BHV-5) isolada de um surto de meningoencefalite no Rio Grande do Sul, foram administradas em quarenta bovinos visando a avaliar a sua capacidade imunogênica. As vacinas A e B foram formuladas com adjuvante oleoso e as vacinas C e D com hidróxido de alumínio [ Al2 (OH)3] . O título da suspensão viral utilizada nas vacinas foi de 10(7,5) DICT 50 / 25miL. Immunostin®, um imunoestimulante derivado de Mycobacterium, foi adicionado às vacinas B e D. Após receberem três doses de vacina com intervalos de 30 dias, somente os animais dos grupos A (90%) e B (100%) desenvolveram uma resposta sorológica significativa. As respostas sorológicas às vacinas A e B foram ajustadas por...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Herpesvírus bovino tipo 5 e 1; (BHV- 5 e BHV-1); Adjuvantes; Vacinas.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782000000500019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
MAGNITUDE, DURAÇÃO E ESPECIFICIDADE DA RESPOSTA SOROLÓGICA EM BOVINOS VACINADOS CONTRA O VÍRUS DA DIARRÉIA VIRAL BOVINA (BVDV) Ciência Rural
Vogel,Fernanda Silveira Flores; Flores,Eduardo Furtado; Weiblen,Rudi; Mayer,Sandra Vanderli; Quadros,Valter Leonardo de; Oldoni,Ivomar.
A resposta sorológica induzida por três vacinas comerciais inativadas contra o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) foi avaliada em bovinos imunizados três vezes (dias 0, 30 e 180) e testados a diferentes intervalos após a vacinação. Trinta dias após a segunda vacinação, 74,5% (70/94) dos animais apresentavam anticorpos neutralizantes contra o BVDV-1 e 52,1% (49/94) contra o BVDV-2. Os títulos médios (GMT) e o número de animais reagentes contra o BVDV-1 eram de 109,3(32/36); 54,6(22/28) e 25,5(16/30) para as vacinas A, B e C, respectivamente; e de 19(27/36), 42,3(12/28) e 18,4(10/30) contra o BVDV-2. Os títulos reduziram-se aos 180 dias, sendo que 31,9%(30/94) dos animais já não apresentavam atividade neutralizante frente ao BVDV-1 e 63,8%(60/94) frente...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vírus da Diarréia Viral Bovina; BVDV; Vacinas; Diversidade antigênica.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000100015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Resposta sorológica e avaliação de proteção fetal em ovelhas prenhes vacinadas contra o vírus da diarréia viral bovina (BVDV) Ciência Rural
Vogel,Fernanda Silveira Flores; Scherer,Charles Fernando Capinos; Flores,Eduardo Furtado; Weiblen,Rudi; Lima,Marcelo de; Kunrath,Cíntia Farias.
A resposta sorológica e proteção fetal conferida por três vacinas inativadas contra o vírus da diarréia viral bovina (BVDV) (vacinas A, B e C) foram avaliadas através de vacinação e posterior desafio de ovelhas prenhes com amostras brasileiras de BVDV-1 e BVDV-2. Níveis baixos a moderados de anticorpos neutralizantes anti-BVDV-1 foram detectados na maioria dos animais (45/47) aos 30 dias após a segunda dose vacinal (títulos médios geométricos [GMT] de 124,7; 74,6 e 26,7 para as vacinas A, B e C, respectivamente). Em contraste, atividade neutralizante anti-BVDV-2 não foi detectada em vários animais (12/47) e foi de magnitude inferior nos três grupos vacinais (GMTs 19,1; 14,1 e 15,1). Os títulos médios de anticorpos reduziram-se significativamente no dia...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vírus da diarréia viral bovina; BVDV; Vacinas; Proteção fetal; Ovinos.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782001000500015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Sorotipos de Streptococcus suis identificados em suínos com meningite no estado do Paraná Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rocha,D.L.; Santos,L.F.; Santos,D.L.; Costa,W.M.T.; Santos,J.L..
A total of 76 samples of Streptococcus suis isolated from meningitis cases in pigs from 2005 to 2009 were evaluated. The samples were collected from 3 to 21-week-old pigs raised in 30 farms located in Paraná state, Brazil. The samples of S. suis were obtained as part of routine procedures and were serotyped by coagglutination test using rabbit hyperimmune sera for the serotypes 1 to 9 and ½. S. suis type 2 was the most frequent, followed by serotypes 1, ½ and 3.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Suínos; Campos Gerais; Vacinas; Diversidade.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000200032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Vacinas com marcadores antigênicos contra o vírus da rinotraqueíte infecciosa bovina e o vírus da doença de Aujeszky Ciência Rural
Zanella,Janice Reis Ciacci; Flores,Eduardo Furtado.
Vacinas contra o herpes vírus bovino tipo-1 (IBRV, vírus da rinotraqueíte infecciosa) e o herpesvírus suíno (PRV, vírus da doença de Aujeszky) têm sido amplamente utilizadas em vários países para minimizar as perdas associadas à essas infecções. As vacinas tradicionais, no entanto, induzem uma resposta humoral indistinguível da resposta à infecção natural, o que não permite a distinção entre animais vacinados dos infectados naturalmente. Isto tem dificultado o estabelecimento de medidas de controle e erradicação dessas enfermidades. Nos últimos anos, a manipulação genética desses vírus tem permitido a obtenção de mutantes com marcadores antigênicos específicos. A estratégia consiste na deleção de uma ou mais glicoproteínas do envelope viral que não são...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Herpesvírus bovino tipo-1; Rinotraqueíte infecciosa; Herpesvírus suíno; Doença de Aujeszky; Pseudoraiva; Vacinas.
Ano: 1995 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781995000200028
Registros recuperados: 16
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional