Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 5
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Divergência em QTLs e variância genética para teores de proteína e óleo em soja PAB
Rodrigues,Josiane Isabela da Silva; Arruda,Klever Márcio Antunes; Cruz,Cosme Damião; Piovesan,Newton Deniz; Barros,Everaldo Gonçalves de; Moreira,Maurilio Alves.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre os parâmetros de divergência em regiões de QTLs e a variância genética em genótipos de soja, quanto aos teores de proteína e óleo nos grãos. Dois grupos de genótipos foram avaliados, em diferentes ambientes, quanto aos teores de proteína e óleo e genotipados com marcadores moleculares de regiões de QTLs. A partir de cada grupo, estabeleceram-se subgrupos por critérios pré-definidos e avaliou-se a relação entre os parâmetros, tendo-se comparado a divergência média e a variância genética entre os subgrupos. Os subgrupos foram definidos com base nos critérios de diferença em divergência média, homogeneidade e heterogeneidade nos subgrupos e proximidade em uma projeção tridimensional da matriz de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Glycine max; Distância genética; Marcadores moleculares; Variabilidade genética..
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2015001101042
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diversidade genética de isolados de Ralstonia solanacearum e caracterização molecular quanto a filotipos e sequevares. Repositório Alice
PINHEIRO, C. R.; AMORIM, J. A. E.; DINIZ, L. E. C.; SILVA, A. M. F.; TALAMINI, V.; SOUZA JÚNIOR, M. T..
O objetivo deste trabalho foi identificar isolados brasileiros de Ralstonia solanacearum quanto a filotipos e sequevares, determinar sua diversidade genética, realizar a associação da estrutura genética do patógeno com sua classificação e origem geográfica e identificar um marcador molecular para a diagnose do moko-da-bananeira. Um grupo de 33 isolados de R. solanacearum, da coleção da Embrapa Tabuleiros Costeiros, coletado de diversos hospedeiros, foi caracterizado por meio de PCR em sequência palindrômica extragênica repetitiva (rep-PCR) e RAPD. Deste grupo, 19 perteciam à raça 2 do patógeno e 14 à raça 1, e 15 isolados eram associados à cultura da bananeira. Os filotipos e sequevares foram caracterizados e determinados por PCR Multiplex. Verificou-se...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Musa; Marcador molecular; Moko-da-bananeira; Murcha bacteriana; Rep-PCR; Variabilidade genética..
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/901616
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Extracting samples of high diversity from thematic collections of large gene banks using a genetic-distance based approach. Repositório Alice
PESSOA-FILHO, M.; RANGEL, P. H. N.; FERREIRA, M. E..
Background Breeding programs are usually reluctant to evaluate and use germplasm accessions other than the elite materials belonging to their advanced populations. The concept of core collections has been proposed to facilitate the access of potential users to samples of small sizes, representative of the genetic variability contained within the gene pool of a specific crop. The eventual large size of a core collection perpetuates the problem it was originally proposed to solve. The present study suggests that, in addition to the classic core collection concept, thematic core collections should be also developed for a specific crop, composed of a limited number of accessions, with a manageable size. Results The thematic core collection obtained meets the...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Variabilidade genética.; Core collection; Arroz; Oryza sativa; Banco de germoplasma; Biodiversidade; Gene banks.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/867069
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Predição de valores genéticos na fase juvenil de progênies de meios irmãos de guaranazeiro. Repositório Alice
ATROCH, A. L.; NASCIMENTO FILHO, F. J. do; RESENDE, M. D. V. de; LOPES, R.; CLEMENT, C. R..
Este trabalho teve como objetivo predizer valores genéticos e estimar componentes de variância para caracteres de crescimento, incidência de doenças e precocidade da produção de progênies de meios irmãos de guaranazeiro, num experimento conduzido em Maués, Amazonas. Trinta e seis progênies foram avaliadas num delineamento experimental de blocos ao acaso, com duas repetições e seis plantas por parcela para os caracteres altura de planta e diâmetro do caule (cm), resistência à antracnose e ao superbrotamento (escala de 0 a 4), e produção de frutos (g/planta). Os componentes de variância, parâmetros e valores genéticos foram estimados pelo procedimento REML/BLUP. Todas as características avaliadas são muito influenciadas pelo ambiente. Os maiores ganhos...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Avaliação de progênie; Caractere de crescimento; Melhoramento genético; Produção precoce; Variabilidade genética..
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/902596
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Severidade de doenças em maracujazeiro para identificação de fontes de resistência em condições de campo. Repositório Alice
OLIVEIRA, E. J. de; SOARES, T. L.; BARBOSA, C. de J.; SANTOS FILHO, H. P.; JESUS, O. N. de.
O objetivo deste trabalho foi utilizar uma escala de severidade para algumas doenças do maracujazeiro, visando à identificação de fontes de resistência. Foram avaliados 75 acessos de Passiflora spp. em condições de campo, sob alta infecção natural dos patógenos, para a severidade da virose, nas folhas (VIFO), frutos (VIFR) e distribuição na planta (VIPL), bem como para verrugose nos frutos e ramos (VEFR e VERA, respectivamente) e antracnose nos frutos (ANFR). Houve alta variabilidade para resistência às doenças, embora poucos acessos tenham sido classificados como resistentes à VIFO, VIFR e VIPL, sendo que apenas um acesso de P. setacea (BGM237) foi considerado resistente aos três tipos de avaliações para virose. A maioria dos acessos de maracujazeiro-...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Resistência genética; Variabilidade genética.; Maracujá; Produção vegetal; Melhoramento vegetal; Breending; Genetic resistance; Genetic variation.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/968873
Registros recuperados: 5
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional